Lanterna Verde (Green Lantern)

Cinema quinta-feira, 18 de agosto de 2011 – 7 comentários

 Em um universo tão vasto quanto misterioso, uma pequena mas poderosa força existe há séculos. Protetora da paz e da justiça, ela é conhecida como a Tropa dos Lanternas Verdes. Uma irmandade de guerreiros designada a manter a ordem intergaláctica, na qual cada Lanterna Verde possui um anel que lhe garante superpoderes. Porém, um novo inimigo chamado Parallax ameaça destruir o equilíbrio das forças do Universo e o destino dos guerreiros e do planeta Terra estará nas mãos do seu mais novo recruta, o primeiro humano a ser selecionado para a Tropa: Hal Jordan (Ryan Reynolds), um piloto de testes talentoso e audacioso.

Não devo ser só eu que tenho preconceito com o universo DC. Não senhor. Existe toda uma horda anti-DC ai fora. Mas a maior horda é a anti-ter-que-ler-algo-antes-de-ver-o-filme. E adivinha quem ganha, quando o assunto são adaptações de heróis famosos-porém-que-ninguém-lê-porra-nenhuma? Pois é. A turba acéfala acaba destruindo tudo o que há de sagrado e puro no mundo das ideias, quando faz com que tais ideias venham ao nosso mundo em forma de filme ruim. Eu disse filme ruim? Eu quis dizer filme médio, péssima adaptação. continue lendo »

O Tesouro de Sierra Madre (The Treasure of the Sierra Madre)

Bogart é TANGA! terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 1 comentário

Eis que venho aqui, me apropriar temporariamente desta coluna, pra falar do que talvez seja o melhor filme de um dos maiores diretores de todos os tempos. E que muitos de vocês não devem nem ter ouvido falar, né. Essa juventude de hoje está muito mudada, como diria certa vez o sábio Bruce Wayne.

 continue lendo »

Dylan Dog e as Criaturas da Noite (Dylan Dog: Dead of Night)

Cinema segunda-feira, 15 de agosto de 2011 – 2 comentários

 O detetive Dylan Dog (Brandon Routh) está habituado a lidar com criaturas sobrenaturais ao executar seu trabalho. Quando o pai de uma moça é assassinado por um lobisomem, ele é contratado para desvendar o mistério em torno do ocorrido. Para tanto ele conta com a ajuda de Marcus (Sam Huntington), seu fiel assistente.

Eu nunca tinha ouvido falar de Dylan Dog até semana passada, através das Estreias da Semana. Estava certa que seria uma merda oportunista pegando carona no roteiro de Constantine. Mas, um querido leitor veio alertar que Dylan Dog e As Criaturas da Noite era baseado numa HQ, com uma história bastante original e até anterior ao outro. Bastou uma googleada pra eu me interessar, imaginar um filme foda, tão bom quanto Constantine (Gente eu até tento, mas sempre rola um link com essa resenha). E olha, vôticontá, minhas expectativas estavam corretas. A da merda, é claro. continue lendo »

2019 – O Ano da Extinção (Daybreakers)

Cinema sexta-feira, 12 de agosto de 2011 – 3 comentários

 Um misterioso vírus se espalha pela Terra, transformando quase toda a população em vampiros. Agora, as grandes cidades ganham vida quando o sol se põe e o sangue humano é o principal alimento da população. Enquanto os poucos humanos que ainda restaram são caçados e aprisionados numa espécie de fonte de alimento, toda a esperança está nas mãos do cientista Edward Dalton (Ethan Hawke), um vampiro que não quer se entregar à escuridão e luta para manter o lado humano que ainda existe dentro dele. Ed terá que enfrentar sua própria espécie em uma batalha mortal que irá decidir o futuro da raça humana.

Sim, eu sei que o título em português é uma merda pra variar, mas o filme é melhor do que eu esperava, com uma visão bem realista da coisa (Se é que pode-se chamar algo com vampiros de realista). E lembram daquela gostosa de Transformers 2 que na verdade é um Decepticon e tenta matar o Shia Labeouf? É, ela tá no filme. continue lendo »

Segurando as Pontas (Pineapple Express)

Filmes bons que passam batidos segunda-feira, 08 de agosto de 2011 – 1 comentário

Cá estava eu, pronto pra começar uma resenha do clássico Easy Rider, quando descobri que praticamente tudo o que eu ia escrever já estava devidamente documentado aqui. Ok, informação inútil do dia. Só que então eu precisava de outra coisa pra ocupar esse espaço. E de repente, meu senso de justiça falou mais alto e eu decidi aproveitar a oportunidade de finalmente dar algum destaque a um dos filmes mais engraçados dos últimos anos (Não que isso seja muito difícil, também): O Pineapple Express. Ou, numa tradução brasileira surpreendentemente perspicaz, Segurando as Pontas.

 continue lendo »

Os Smurfs (The Smurfs)

Cinema quinta-feira, 04 de agosto de 2011 – 0 comentários

 Quando o mago malvado Gargamel expulsa os pequenos seres azuis da sua vila, eles rolam do seu mundo mágico e caem no nosso – mais precisamente, bem no meio do Central Park de Nova York. Os Smurfs precisam encontrar um jeito de voltar para a vila antes que Gargamel os localize.

Essa sinopse ae é pura balela. O filme começa com o Gargamel na verdade invadindo a vila, e com os Smurfs abandonando os pobres cogumelos por sua conta e risco. E eles não rolam do mundo mágico deles até o nosso, na verdade eles rodopiam, já que o portal é em uma cachoeira, que parece mais um vortex de água. Mas chega de fazer reclamações infundadas da sinopse só pra enrolar. Vocês vão ler isso aqui de qualquer forma mesmo. continue lendo »

Highlander – O Guerreiro Imortal (Highlander)

Filmes bons que passam batidos sexta-feira, 29 de julho de 2011 – 7 comentários


Connor MacLeod (Christopher Lambert), um imortal guerreiro escocês do século XVI é doutrinado pelo também imortal Juan Sanchez Villa-Lobos Ramirez (Sean Connery) em como combater (e se defender de) outros imortais, para não perder, literalmente, a sua cabeça, pois ao último imortal um prêmio estaria reservado. Após quatro séculos e meio, em meados dos anos 80, Connor reencontra Victor Krueger (Clancy Brown) em Nova York com quem irá duelar a vaga de único imortal da face da Terra.

Se hoje eu sou cinéfila do jeito que sou, devo muito disso à minha mãe. No fim dos anos 80 ela chegou a ter uma vídeo locadora (A única) na pequena cidadezinha onde nós morávamos. Como ela não vivia disso, a locadora logo fechou as portas e um pequeno acervo de fitas ficou guardado esperando que alguém (Eu!) as descobrisse. A coleção contava com obras primas como O Exterminador do Futuro II – O Julgamento Final, Massacre no Bairro Japonês, As Tartarugas Ninjas, Três Solteirões e Uma Pequena Dama, O Aprendiz de Feiticeiro e claro, Highlander – O Guerreiro Imortal. Acontece que mesmo assistindo todos eles repetidas vezes, eu não me lembrava com clareza de Highlander. Resolvi então, assistir mais uma vez e ver qual que era. Fiquei embasbacada com o que assisti e o que chamou minha atenção logo nos primeiros minutos foi o Queen arrasando muito com Princess of The Universe, feita especialmente para o filme. Clica aí e confere: continue lendo »

Capitão América: O Primeiro Vingador (Captain America: The First Avenger)

Cinema quinta-feira, 28 de julho de 2011 – 4 comentários

 Capitão América: O Primeiro Vingador focará nos primeiros dias do Universo Marvel, quando Steve Rogers (Chris Evans) é voluntário para participar de um programa experimental que o transforma no Super Soldado conhecido como Capitão América. Como Capitão América, Rogers se une a Bucky Barnes (Sebastian Stan) e Peggy Carter (Hayler Atwell) para entrar em guerra com a maligna organização H.I.D.R.A., liderada pelo vilão Caveira Vermelha (Hugo Weaving).

Eu não sei vocês, mas eu tava empolgadaço pra assistir esse tal de Capitão América: O Primeiro Vingador: Por mais que o personagem seja um escoteiro maldito nos quadrinhos, sendo poucas vezes realmente foda [Único exemplo que eu consigo me lembrar é a Guerra Civil da Marvel], eu gosto dele. Acho que nem tanto pela personalidade, mas talvez porque ele não tem exatamente um superpoder: Ele é só um ser humano elevado aos píncaros de seu potencial. E o fato dele ter um escudo praticamente indestrutível que o desgraçado consegue jogar nos inimigos e fazer rebater igual pinball de volta pra ele também é foda, falaê. continue lendo »

Stallone: Cobra (Cobra)

Bogart é TANGA! sexta-feira, 22 de julho de 2011 – 5 comentários

Pô, tem gente que fala mal do Stallone. E tem muita gente que fala mal desse filme aqui. Mesmo. Mas que se dane, eu não estou aqui pra dizer o que dizem os entendidos (?) lá no Rotten Tomatoes – a não ser que eu concordasse com eles, o que não é o caso.

 continue lendo »

Rocky, um Lutador (Rocky)

Bogart é TANGA! terça-feira, 19 de julho de 2011 – 15 comentários

 Eu não fui da geração Rocky. Primeiro porque esse primeiro filme foi lançado em 1976, mas especialmente porque eu era menina não curtia essa pegada mais macho de ser. Quando criança, assisti na TV algum dos seis filmes da franquia e me dei por satisfeita. Eu conhecia, via a cena mais famosa nas reportagens que tinham alguma conexão com o tema e pronto (Até O Professor Aloprado fazia questão de me lembrar a clássica cena). O tempo passou, eu fui virando cada mais cinéfila e em algum momento não deu pra evitar: Eu tinha que assistir Rocky: Um Lutador. E que surpresa, hein minha gente? Finalmente fui entender porque esse filme altamente premiado faz parte da história do cinema e melhor ainda, porque as pessoas sentem tanta identificação com a história de um Zé-ninguém que enfrentou o campeão mundial de peso-pesado. continue lendo »

confira

quem?

baconfrito