Liga da Justiça (Justice League)

Cinema quinta-feira, 16 de novembro de 2017 – 0 comentários

 Alimentado por sua fé restaurada na humanidade e inspirado pelo ato de altruísmo de Superman, Bruce Wayne busca a ajuda de sua nova aliada, Diana Prince, para encarar um inimigo ainda maior. Juntos, Batman e Mulher-Maravilha trabalham rapidamente para encontrar e recrutar um time de meta-humanos para encarar essa ameaça recém-desperta. Mas apesar da formação dessa liga sem precedentes de heróis – Batman, Mulher-Maravilha, Aquaman, Ciborgue e Flash – talvez seja tarde demais para salvar o planeta de um ataque de proporções catastróficas.

Eu te juro que não criei expectativas. E, com isso em mente, eu posso dizer que Liga da Justiça é um filme bacana, divertido, bom pra levar as quiança numa matinê [Alguém ainda fala matinê?]. Eu até poderia dizer que a DC resolveu aprender com a Marvel e transformou aquela coisa metida a sombria em algo mais palatável pra todo mundo: Uma história em quadrinhos filmada. Mas o meu problema é que, a despeito disso tudo, esse filme da Liga ainda não me convenceu. Não foi igual Mulher Maravilha, que eu sai do cinema querendo esfregar o filme na cara de todo mundo [E grande parte da “culpa” disso é da Gal Gadot e seu carisma]. Mas foi uma evolução e tanto, se comparado com Batman vs Superman. Não que isso seja difícil. continue lendo »

Dunkirk

Cinema quinta-feira, 27 de julho de 2017 – 0 comentários

 Na Operação Dínamo, mais conhecida como a Evacuação de Dunquerque, soldados aliados da Bélgica, do Império Britânico e da França são rodeados pelo exército alemão e devem ser resgatados durante uma feroz batalha no início da Segunda Guerra Mundial. A história acompanha três momentos distintos: uma hora de confronto no céu, onde o piloto Farrier (Tom Hardy) precisa destruir um avião inimigo, um dia inteiro em alto mar, onde o civil britânico Dawson (Mark Rylance) leva seu barco de passeio para ajudar a resgatar o exército de seu país, e uma semana na praia, onde o jovem soldado Tommy (Fionn Whitehead) busca escapar a qualquer preço.

Sabe, eu gosto de filmes de guerra. Filmes de guerra antigões, onde as pessoas se matavam com tiros de fuzil, daquele que cê tem de fazer um puta malabarismo pra engatilhar. A violência era utilizada pra resolver conflitos da mesma forma, mas havia uma certa graça, quiçá um charme em tal resolução violenta de conflitos. Ainda é violência, mas rebuscada. Dunkirk, entretanto, não é um filme de guerra comum. Não existem cenas de tiroteios homéricos, tanques de guerra avançando pra cima dos protagonistas [Salvo engano, tanques nem aparecem], e mesmo os bombardeios não são um Deus ex machina pra salvar um pelotão já no fim da linha [Estou olhando pra você, O Resgate do Soldado Ryan], mas formas do inimigo sufocar a esperança já diminuida. É mais que um filme de guerra, com ação e heroísmo: É um drama de guerra, com sobrevivência e resiliência. continue lendo »

Mulher-Maravilha (Wonder Woman)

Cinema quinta-feira, 01 de junho de 2017 – 0 comentários

 Antes de se tornar Mulher-Maravilha, ela era Diana, princesa das Amazonas, treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível. Criada em uma paradisíaca ilha afastada de tudo, Diana descobre por um piloto americano acidentado que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e, certa de que pode parar o conflito, decide deixar seu lar pela primeira vez. Travando uma guerra para acabar com todas guerras, Diana toma ciência do alcance de seus poderes e de sua verdadeira missão.

Quando eu era um moleque catarrento, eu não gostava da DC, ou pelo menos do que eu conhecia da DC: Batman e Superman. O Morcegão era um riquinho mimado, e o Supinho era um escoteiro do caralho [Escoteiros, nunca confie em um]. Agora, a Mulher-Maravilha, do alto da minha sapiência de quarta série, era coisa de menina. Felizmente, o mundo evoluiu [Não tanto quanto deveria, em alguns aspectos], eu evolui e aprendi que “coisa de menina” é o que a menina quiser. Ah, e que a Mulher-Maravilha, quando bem utilizada, é uma personagem foda pra caralho. continue lendo »

Um Cadáver Para Sobreviver (Swiss Army Man)

Cinema terça-feira, 23 de Maio de 2017 – 0 comentários

Hank (Paul Dano), um homem perdido no deserto, e sem esperanças, encontra um corpo no meio do caminho. Decidido em ficar amigo do morto, eles vão partir, juntos, em uma jornada surrealista para voltar para casa. Ao mesmo tempo em que Hank descobre que o corpo é a chave para sua sobrevivência, ele é forçado a convencer o morto o quanto vale a pena viver. Acho que essa sinopse tá tão certa quanto aquela dos Guardiões da Galáxia, mas quem sou eu pra julgar sinopse alheia, certo?

 continue lendo »

Corra! (Get Out)

Cinema quinta-feira, 18 de Maio de 2017 – 0 comentários

 Chris (Daniel Kaluuya) é jovem negro que está prestes a conhecer a família de sua namorada caucasiana Rose (Allison Williams). A princípio, ele acredita que o comportamento excessivamente amoroso por parte da família dela é uma tentativa de lidar com o relacionamento de Rose com um rapaz negro, mas, com o tempo, Chris percebe que a família esconde algo muito mais perturbador.

Se você não for desses idiotas que não enxergam a sociedade como ela é e fica por aí gritando como um retardado que racismo não existe, esse com certeza será um dos melhores filmes que você verá em 2017. Certamente é um dos melhores suspenses do ano e além de dar um tapa na cara da sociedade de diferentes formas, ainda fez com que Daniel Kaluuya fosse finalmente visto por Hollywood.

Acho que eu não fico tenso com um filme de suspense desde o primeiro Pânico, que só me deixou bolado porque eu era um juvenil como qualquer outro juvenil. Ou seja, idiota. E gostava de muita porcaria. Não que eu não goste mais de porcaria, mas a porcaria que eu gosto hoje em dia é melhor do que a porcaria que eu gostava naquela época. Não que Corra! seja uma dessa porcarias, afinal eu não gosto só de porcarias. Enfim… continue lendo »

Guardiões da Galáxia Vol.2 (Guardians of the Galaxy Vol.2) [2]

Cinema quarta-feira, 03 de Maio de 2017 – 0 comentários

 Agora já conhecidos como os Guardiões da Galáxia, os guerreiros viajam ao longo do cosmos e lutam para manter sua nova família unida. Enquanto isso tentam desvendar os mistérios da verdadeira paternidade de Peter Quill (Chris Pratt).

Guardiões da Galáxia foi certamente o filme mais divertido da Marvel Studios nesses quase 10 anos de existência. Além, é claro, de mostrar a competência do estúdio ao pegar um grupo de personagens B, quase C, e transformar na equipe favorita de muitos hoje em dia. Provando também que a DC, que tem personagens A+, precisa tomar vergonha naquela cara e entender que filme de super herói não tem que ser sombrio. Como é que o Superman vai trazer esperança pra alguém se ele vive deprimido jogando Baleia Azul?

A gente já tem um herói deprimido, o nome dele é Batman. Eu sei que ele é o grande trunfo da editora, mas cês não precisam transformar todo mundo nele. Afinal, ele nem é tão legal assim. Aproveitando esse espaço de encheção de linguiça pra dizer que o filme solo do Batman será o Logan da DC. Será tão foda quanto? Queremos que sim, mas tudo aponta pro fracasso. Enfim… continue lendo »

Guardiões da Galáxia Vol. 2 (Guardians of the Galaxy Vol. 2)

Cinema quinta-feira, 27 de Abril de 2017 – 1 comentário

 Ambientado para o novíssimo pano de fundo musical de Awesome Mixtape #2, “Guardiões da Galáxia Vol. 2”, da Marvel, dá sequência às aventuras da equipe enquanto eles atravessam os confins do cosmos. Os Guardiões têm que lutar para manter sua recém-descoberta família unida enquanto desvendam o mistério da real ascendência de Peter Quill. Antigos inimigos se tornam aliados e os personagens favoritos dos fãs das clássicas histórias em quadrinhos virão para ajudar nossos heróis à medida que o Universo Cinematográfico da Marvel continua a se expandir.

Como é de se imaginar, o universo Marvel não para de crescer, assim como o saldo bancário dos executivos dos estúdios Marvel e associados. Mas o que é jogar umas notas de dinheiro na cara de quem já tem dinheiro pra caralho, não é mesmo? E, ao contrário do que eu me acostumei a fazer pra blockbusters, eu não vou dividir essa resenha em temas, que acabam ficando repetitivos pelo simples motivo de que boa parte das coisas faladas servem pra todos os filmes. Tipo visual: Não me lembro de ter visto em algum filme da Marvel algo que me fizesse pensar: Eta, parece até o primeiro filme do Wolverine, então ficar falando “nossa, que efeitos maravilhosos” já deu no meu saco. continue lendo »

Fragmentado (Split)

Cinema terça-feira, 04 de Abril de 2017 – 0 comentários

 Kevin (James McAvoy) possui 23 personalidades distintas e consegue alterná-las quimicamente em seu organismo apenas com a força do pensamento. Um dia, ele sequestra três adolescentes que encontra em um estacionamento. Vivendo em cativeiro, elas passam a conhecer as diferentes facetas de Kevin e precisam encontrar algum meio de escapar.

Os hereges dizem que esse filme marca o retorno triunfal de M. Night Shyamalan ao posto de um dos melhores diretores/roteirista de Hollywood. Mas como retornar a um posto que nunca deixou de ser seu? S2 tio M!

O que você precisa saber aqui é que você não pode ler esse texto antes de assistir o filme. Quer dizer, poder você pode, mas eu não aconselho. Afinal, como todos os filmes do Shyamalan, o spoiler assassina uma experiência de vida. Seja ela boa ou ruim. Então não dá mole e assiste o filme antes que cê perca essa maravilhosa chance de ser feito de trouxa de novo. De uma forma boa, é claro. Se é que isso existe. continue lendo »

Corpo Fechado (Unbreakable)

Cinema sexta-feira, 31 de Março de 2017 – 0 comentários

 Um espantoso desastre de trem choca os Estados Unidos. Todos os passageiros morrem, com exceção de David Dunne (Bruce Willis), que sai completamente ileso do acidente, para espanto dos médicos e de si mesmo. Buscando explicações sobre o ocorrido, ele encontra Elijah Price (Samuel L. Jackson), um estranho que apresenta uma explicação bizarra para o fato.

Rever Corpo Fechado hoje em dia, após toda essa onda de super heróis e com os estúdios jurando que sabem fazer filmes de super heróis mais realista e pé no chão, torna tudo muito mais engraçado. Quer falar de super herói realista? Fala com o Marcinho Shyamalan, parça.

O cara não somente fez um filme de super herói que ninguém entendeu que era um filme de super herói, como está expandindo esse universo com outro filme de super herói que ninguém entendeu que era um filme de super herói até a cena pós créditos que ninguém entendeu que era uma cena pós créditos até ser. continue lendo »

Logan

Cinema terça-feira, 21 de Março de 2017 – 0 comentários

 Em 2029, Logan (Hugh Jackman) ganha a vida como chofer de limousine para cuidar do nonagenário Charles Xavier (Patrick Stewart). Debilitado fisicamente e esgotado emocionalmente, ele é procurado por Gabriela (Elizabeth Rodriguez), uma mexicana que precisa da ajuda do ex-X-Men para defender a pequena Laura Kinney / X-23 (Dafne Keen). Ao mesmo tempo em que se recusa a voltar à ativa, Logan é perseguido pelo mercenário Donald Pierce (Boyd Holbrook), interessado na menina.

Chamar Logan de puta filmão da porra é dizer mais do mesmo. Essa, muito provavelmente, deve ser a única resenha ainda não feita de Logan na internet. A grande questão aqui é: Se tirarmos a carga emocional de ser o último filme de Hugh Jackman e muito provavelmente do Professor Xavier que vale, Logan ainda seria um puta filmão da porra?

Eu tava esperançoso, mas esse ainda não foi o filme X que eu queria ver. E levando em conta que eu quase perdi amigos pra assistir o primeiro X-Men, a Fox me deve muito um filme X foda. continue lendo »

Página 1 de 6312345...102030...Última »

busca

confira

quem?

baconfrito