Nosso personagem gay, negro e autista ainda pula

Games quarta-feira, 02 de agosto de 2017 – 0 comentários

Já tem um par de semanas que eu venho dividindo o meu tempo ler mais sobre RPG e jogar Factory Idle, sendo que vez ou outra surge um Dishonored, Papers, Please ou o PS2 aí no meio, e eu me peguei pensando onde exatamente os jogos vão parar no futuro…

 continue lendo »

Zerar um jogo é muito mais legal que Platinar

Games quarta-feira, 19 de julho de 2017 – 0 comentários

Eu nunca liguei muito pra ter 100% nos jogos. Claro, eu quero os troféus, achievements e armas, mas 100%? Platinar? Do tipo coletar bandeirinha, fazer todas as arenas e completar o jornal? Porra, eu tenho mais o que fazer.

 continue lendo »

Videogame não é (E não deveria ser) história

Games quarta-feira, 12 de julho de 2017 – 3 comentários

Eu sei que sou tia velha, mas tipo… Eu não sou velho. Isso significa que apesar de ter jogado minha parte do NES, SNES, Mega Drive, Master System e alguns outros, eu não sou da época em que jogo ser difícil era a regra. Não quero entrar nos méritos do quê causava a dificuldade agora, mas é um simples fato: Os jogos, de maneira geral, foram ficando mais fáceis desde aquela época. E eu tô bem com isso. O que eu não tô bem é essa modinha de dizer que dificuldade não importa.

 continue lendo »

Velho Demais pra Guitar Hero

Games quarta-feira, 31 de maio de 2017 – 2 comentários

Com meu PS2 de volta à ativa, era apenas uma questão de tempo até eu chegar novamente no Guitar Hero 2. O jogo que eu zerei várias vezes, o jogo que era campeonato em todas as festas com os amigos, o jogo que te botava no lugar de um deus do rock. E eu não consegui jogar.

Ou melhor, consegui, já que o jogo rodou normalmente… Mas tô ruim pra caralho. Do tipo RUIM. PRA CARALHO.

continue lendo »

A Vida e a Morte do Meu PlayStation 2

Games quarta-feira, 24 de maio de 2017 – 0 comentários

Meu PlayStation 2 já apareceu aqui no Bacon várias vezes, e aproveitando que tem uma nova TV aqui em casa eu pensei “O que melhor combina com uma tela 4K UHD que um videogame de duas gerações atrás e 12 anos de vida?”.

 Com esse preço nem que eu quisesse fazer propaganda.

continue lendo »

Pontes Indestrutíveis. Ou não.

Games quarta-feira, 10 de maio de 2017 – 0 comentários

Tão ligados nos joguinhos de construir pontes, né? Então, cê tem que construir pontes. E eu sou péssimo construindo pontes.

 continue lendo »

Moirai

Games quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017 – 0 comentários

Um belo dia o Pizurk chegou no chat do Bacon e largou um link lá. “Você deveria ir ir neste mesmo link imediatamente, e só voltar aqui depois.”

Pizurk: Eu não falei exatamente isso. E sim, esse vai ser um texto em dupla, se fode ae.

 continue lendo »

Pokémon Go não foi

Games terça-feira, 16 de agosto de 2016 – 2 comentários

Desde que a Nintendo resolveu que precisava fazer algo de bom para a ajudar o mundo e começou a obrigar seus usuários a exercitarem-se enquanto jogam vídeo game, o mundo tornou-se um lugar um pouco mais sombrio. A mais nova moda, embora não seja 100% culpa da Nintendo, é Pokémon Go, que obriga você a andar por aí caçando criaturas que não existem. Eu sou um puta fã de Pokémon, ou fui um puta fã de Pokémon, pelo menos até a segunda geração, e deveria estar muito feliz, já que Pokémon Go é o mais próximo que qualquer um chegará do mundo de Pokémon, mas não, eu não quero ficar andando por aí caçando bichos, eu quero ficar em casa bebendo cerveja, comendo doritos e cagando o teclado do PC enquanto jogo Pokémon em algum emulador de Gameboy, porra! Mas se o Jo não vai até Pokémon Go, Pokémon Go vai até o Jo e cá estou eu, treinando uma jovem treinadora de Pokémon.

Pokémon Go.

continue lendo »

Como os jogos de celular estão destruindo o próprio mercado

Games segunda-feira, 23 de novembro de 2015 – 4 comentários

Eu não tenho um console da nova geração e meu computador já tá velho e acabado, então vocês que estão antenados nas mais novas ondas do mundo gamer atual me digam: Os jogos “hardcore” tão tão chatos quantos os de celular?

continue lendo »

Na minha época (Era pior mais tá bão)

Games segunda-feira, 28 de setembro de 2015 – 0 comentários

Tem alguma coisa interessante em não poder jogar as coisas mais recentes. Além da manifestação óbvia da falta de recursos financeiros, seja para os jogos em si seja para os aparelhos que os rodarão, há também aquela parte do ser humano que aprende mais com a repetição que com a novidade (Tenho certeza que escrevi sobre isso em algum lugar achei), e isso significa dizer que você acaba por aproveitar mais o que tem do que as pessoas que as tem também, mas já passaram pra próxima.

continue lendo »

Página 1 de 712345...Última »

busca

confira

quem?

baconfrito