Castle é a melhor série policial de todos os tempos, e você não pode fazer nada quanto a isso

Televisão quarta-feira, 18 de setembro de 2013 – 8 comentários

Imagina um universo onde o Paulo Coelho resolve ajudar a polícia do Rio de Janeiro a resolver crimes relacionados ao narcotráfico. Muito esquisito? É, eu também achei, já que o Paulo Coelho nem é romancista policial. Esqueçam esse exemplo, imaginem Sir Arthur Conan Doyle ajudando a polícia londrina a resolver crimes. Talvez a Agatha Christie fosse uma escolha melhor, mas ela não é um playboy, então sosseguem o facho ae.

 No começo ele era molecão. Agora tá só o pó da rabiola.

continue lendo »

A Liga Extraordinária vai pra TV?

Televisão terça-feira, 17 de setembro de 2013 – 2 comentários

É, ao que tudo indica sim. Fãs mais fervorosos e lambedores de saco de Alan Moore do que eu já estão botando fogo em seus colchões e rebelando-se contra o sistema; porém, não acho que seja pra tanto. E cês querem saber por que? Porque eu sou o único fã daquele filme de 2003. E sim, eu li as HQs, por isso clica em Leia Mais e seja um bom menino.

continue lendo »

Utopia – Fique paranoico ou morra [Ou: Como se tornar um idiota]

Televisão segunda-feira, 09 de setembro de 2013 – 11 comentários

Utopia é sério, é tenso, é cru, é uma crítica que te faz pensar no futuro, ou na falta dele, do mundo, talvez no mesmo nível de Black Mirror. Sério, eu nunca fui desses malucos conspiratórios de “Nova Ordem Mundial”, mas esta série me deu um pequeno cagaço sobre o que os governantes querem. Por isso, é hora de começar a produzir a própria comida.

continue lendo »

Bates Motel (1º temporada)

Televisão quinta-feira, 22 de agosto de 2013 – 4 comentários

 Prelúdio do filme clássico de 1960, Psicose, feito pelo mestre do suspense Alfred Hitchcock, a trama aqui foca em como Norman Bates (Freddie Highmore) desenvolveu seu lado sombrio e psicótico entre a infância e a adolescência e explica como o amor de sua mãe, Norma (Vera Farmiga), ajudou a moldar um dos mais conhecidos maníacos da história do cinema.

Mais que uma aposta arriscada, a ideia de trazer Norman Bates de volta do limbo e o introduzir ainda adolescente no mundo moderno com uma série pra TV não seria uma tarefa pra qualquer um. Por isso, os produtores Carlton Cuse (Lost) e Kerry Ehrin (Friday Night Lights) tem todo o mérito do mundo. A volta de Norman Bates para os holofotes e para o grande público foi, junto com a estreia de Hannibal, uma das apostas mais arriscadas do ano. Um dos personagens mais marcantes da história do cinema, numa série feita para a televisão e ambientada nos dias de hoje, tudo corroborava para um fracasso retumbante, como foi dito pela Nelly anteriormente. O remake totalmente desnecessário de 1998 feito por Gus van Sant fracassou assim, e nos mostrou que modernizar algumas coias pode dar errado e muito. Mas nesse caso, tudo fez sentido. continue lendo »

Quem disse que os muçulmanos oprimem a mulher?

Televisão terça-feira, 13 de agosto de 2013 – 3 comentários

Pois então, até uns 5 minutos atrás eu não tinha absolutamente nenhum assunto para tratar aqui, mas eis que pipoca em minha frente uma notícia no mínimo incomum: Uma professora paquistanesa vira uma super-heróina para fazer as crianças aprenderem a ler. Não, você não leu errado… Eu tive essa mesma reação, mas ei, manja só:

 Sim, “A Vingadora de Burca“.

continue lendo »

As bandas da minha cidade são mais do balacobaco do que as da sua – Formiga, a cidade do rock

Música quinta-feira, 08 de agosto de 2013 – 1 comentário

Formiga é o maior celeiro do rock and roll do interior de Minas Gerais, quiçá do mundo, quiçá da Bahia. Na semana do último dia 13, também conhecido como dia do Roque [Nota do editor: 13 de julho. Cês são burros, então é melhor explicar direito.], diversas campanhas publicitárias e culturais buscaram sedimentar essa ideia, porém essa história já tem milênios ou mais. continue lendo »

Meu péssimo gosto para novelas é do balacobaco: Amor à Vida

Televisão quarta-feira, 07 de agosto de 2013 – 3 comentários

Nota do editor: Esse texto foi escrito antes do Amor à biba, mas só está sendo publicado agora por… razões.

Amor à Vida veio para substituir a monótona Salve Jorge no horário das 21h da Rede Globo. E tinha potencial. Mas parou por aí. O hospital da trama está para fechar por falta de pessoal qualificado (E ético), a gordinha que tenta perder a virgindade nos últimos 300 capítulos segue virgem e agora Marina Ruy Barbosa, que figurou em um post polêmico pela ausência de peitinhos da querida Aline, vai virar fantasminha camarada porque não quis raspar o cabelo. Palma, palma. Não priemos cânico! Uma coisa de cada vez. continue lendo »

Amor à biba

Televisão terça-feira, 06 de agosto de 2013 – 0 comentários

Então, era pra rolar outro trocadilho no título, mas cês são sensíveis de mais pra receber um palavrão na cara assim. Por isso eu [Assim como o Félix] resolvi disfarçar. Sim, é mais um texto sobre novelinha. Dessa vez sobre a ira de Antônio Fagundes contra Matheus Solano.

continue lendo »

Novidades de American Horror Story: Coven

Televisão sexta-feira, 02 de agosto de 2013 – 0 comentários

Estou na contagem regressiva, esperando ansiosamente pela nova temporada de American Horror Story, minha série favorita. Até mais favorita que Game of Thrones. Haters gonna hate. Enfim, com estreia planejada para outubro, alguns detalhes já estão correndo pela internet, chegando aos ouvidos dos fãs e fazendo com que a gente deseje ainda mais que o fim do ano chegue logo para, finalmente, sentir aquele arrepio na nuca quando a abertura, sempre foda, começa. continue lendo »

Hannibal (1ª temporada)

Televisão segunda-feira, 29 de julho de 2013 – 1 comentário

 Will Graham (Hugh Dancy) é um analista que trabalha junto ao FBI para ajudar na solução de mortes misteriosas e traçar perfis de assassinatos em série. Porém o agente Jack Crawford (Lawrence Fishburn) percebe problemas comportamentais com Will e para isso solicita a ajuda do psiquiatra Hannibal Lecter (Mads Mikkelsen) para que este possa ajudar Will a superar seus problemas de socialização que o leva cada vez mais para a escuridão que o consome em cada novo caso investigado.

Há muito tempo escrevi sobre essa série, que me deixou com uma boa expectativa, não só pela escolha do protagonista (O excelente ator Mads Mikkelsen), mas principalmente por introduzir um serial killer na TV aberta, de uma forma diferente da formula encontrada e executada a exaustão com a série Dexter. Aliás, temos aqui uma aposta ousada, porque o assassino em questão é Hannibal Lecter, um dos maiores vilões de todos os tempos da história do cinema, imortalizado por Anthony Hopkins na trilogia cinematográfica Hannibal, e que não costuma render muitas produções. A última aparição do psicopata criado por Thomas Harris foi um grande fiasco, Hannibal – O Inicio é um filme ruim de dar dó. Mas e essa nova série, será que os realizadores conseguiram entregar todas as grandes promessas com destreza e de forma sutil, como esperávamos? continue lendo »

confira

quem?

baconfrito