Por que você nunca, jamais, em hipótese alguma, deve assistir a um anime!

Televisão quinta-feira, 03 de outubro de 2013

ATENÇÃO: O texto a seguir provavelmente não é um exagero. Caso você comece a sentir estresse incomum após a leitura do mesmo, a equipe de primeiro socorros do Bacon se reservará ao direito de medicá-lo com pornô suficiente para tornar qualquer um garoto(a) propaganda da Prestobarba. Se persistirem os sintomas, um pote de dois litros de vergonha na cara deverá ser-lhe enfiado ânus acima.

Já comentei com vocês que é um artigo humorístico?

A enrolação… Ó Deus, a enrolação!

Imagina a cena. Você tá lá, com teu parceiro, teu amorzinho, teu chuchu, teu docinho de coco. Cês tão prontos pro rala-e-rola, pra tchaca tchaca na butchaca, pra bimbada, prontos pra quebrar a cama e os treze andares abaixo de vocês no prédio. A pessoa tira a camisa e… Para. Começa a fazer um discurso de meia hora sobre como as trepadas contigo são fenomenais, como o amor entre os dois é grande e como o pastel com cana da feira não caiu bem no estômago.

Captou a parada? É bem parecido com assistir Dragon Ball e CARALHOS, TERMINA ESSE COCÔ DE LUTA AGORA, SEUS FLATULENTOS! Foda-se se o mangá que saiu semana passada tá alcançando a série televisiva! Tudo que eu queria é que as luzinhas mágicas que fazem ZUIN ZUIN não demorassem trinta e sete episódios pra, então, errar o alvo! Tudo o que eu quero é um tiro no meio dos cornos do sujeito! É pedir muito?!?!

A profundidade das coisas

Depois de refletir muito, cheguei à conclusão de que o Pikachu é o personagem mais profundo e bem construído de toda a história da animação japonesa. Caras, ele consegue moldar o próprio focinho! Lembra do pequenino “mimicando” vários outros lindos monstrinhos quando queria falar algo sobre?

Aliás, olha que exemplo de vida! Ele se utiliza de outros talentos para compensar a falta de fala humana, ou seja, sua deficiência! Ray Charles fez algo parecido. Lars Grael fez algo parecido! Damn it, motherfucking Beethoven fez algo parecido!

Porra, tem como não admirar? Por que, além disso, a maioria de personagens de outras séries que eu conheço são tão rasas quanto a minha privada. Depois de um belo cagalhão, ainda por cima. Ou seja, se tiver muito difício de entender: Nada profundos.

Que outra mídia te coloca em contato com seres gritantes, gotejantes Isso me dá nos nervos, pululantes e extremamente tetudos? Nenhuma, meus amigos! Nem S.O.S. Malibu oferece tanto fanservice Code Geass!

E olha que Code Geass é considerado praticamente um Sandman pelos usuários de toucas com orelhinhas! A responsa da bagaça!

E o pior de tudo: O Público

Ah, animes e seu público! É verdade plena que todo mundo já se irritou com um otaku na vida: Você pode nunca ter transado, bebido, fumado ou sido perseguido por galinhas incandescentes gigantes à luz da lua enquanto vestido de cachorro quente com calda de chocolate e assobiando uma antiga oração em sânscrito. Mas cê já quis esganar um, tenho certeza.

Principalmente se você for um daqueles fãs de comics americanas: Por algum motivo, os dois lados não reconhecem que mangás e quadrinhos, cartoons ou animes, enfim, são apenas faces opostas no mundo do entretenimento. Um lado sempre sente necessidades transcendentais de arrumar picuinha com o outro. Até aqueles que já desceram ao fundo do poço do retardamento de se identificar como otakus vivem saindo no tapa com seres da mesma espécie – Incluisos no fight estão gotinhas e muitos NHAM NHAM onomatopeicos.

Afinal, como gostar do cabelo seboso, do cecê e da incapacidade de uma conversa de trinta segundos integralmente em português? Mais ainda, como perdoar a ladainha constante de uma suposta falta de mulheres dentro de um grupo que, ao sentir o mais leve cheiro de vagina no ar, bombardeia as coitadas com inúmeras perguntas e/ou cantadas incômodas?

Abro aqui um parênteses pra dizer que é extremamente irônico quando um cara diz duvidar que qualquer ser com um par de tetas possa ser fã de algo tão “intelectualizado” COF COF AI DEUS, quando 90% dos integrantes da patota tem mais tetas que todo o corpo do Bacon junto.

Tá aí um tipo de ser que nem a mãe merece aturar.

Depois de tanto aviso, você ainda quer se aventurar no meio? Caso você tenha participado dessa trupe em alguma hora da sua vida I did, oh well e percebeu que deixei alguma putaria de fora, pode me avisar! Na caixa de comentários vale tudo, menos xingar a minha santa mãezinha!

Agora, ca’licença, que Pokemon Origins saiu e eu preciso caçar a versão legendada. Já viu, né.

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito