As Viúvas do Rock

Música quarta-feira, 11 de maio de 2016 – 0 comentários

O viuvismo é um fenômeno conhecido há muito, muito tempo. É aquela gente saudosista e nostálgica ao ponto da estupidez, uma vez que ser viúva requer, primeiro, ser fã, e como todos sabemos, todo fã é um idiota. Na música não seria diferente, e mesmo hoje, já há quinze anos avançados dentro do século XXI, a coisa não mudou muito.

Vamo reclamá.

continue lendo »

A desvalorização da música nacional. Ou: Edu Falaschi está certo?

Música terça-feira, 15 de março de 2016 – 0 comentários

Inspirada pelo ótimo e bem antigo (Setembro de 2014, chesus) texto do Loney e pelo chilique (Bem mais antigo) do Edu Falaschi, resolvi escrever esse texto aqui sobre algo que sempre me incomodou. Concordo com ambos: O Loney disse que brasileiro acha que tudo o que é feito aqui tem que ser valorizado e ponto, sem qualquer análise crítica. O que é ridículo por si só, ninguém é obrigado a gostar de nada só porque foi feito na sua cidade/estado/país. É bom, vamo valorizar, não é bom, dane-se, não vou dizer que é só porque compartilho a mesma nacionalidade do cara que fez. Mas também concordo com o Edu quando ele diz que brasileiro paga muito pau pra gringo. Que valoriza demais o que é feito lá fora, que paga preços exorbitantes pra ver show de gringo, mas que ignora completamente quem faz metal por aqui. O que pensando no quanto o rock/metal e suas vertentes nacional é desvalorizado por aqui ele tá absolutamente certo. Parece contraditório? Parece, mas não é. Vem comigo que eu explico. continue lendo »

Que haja rock

Contos sexta-feira, 13 de setembro de 2013 – 3 comentários

Era um fim de tarde calmo e ensolarado. O sol das cinco da tarde passava pelas janelas e iluminava cabeça e ombros de uma pessoa dentro do cômodo, sentada em uma poltrona reclinável. Era um senhor de avançada idade, que se recostava placidamente, rosto tranquilo, quase imóvel a não ser pelos dedos indicador, médio e anular da mão direita que subiam e desciam sem parar no apoio para o braço, marcando o ritmo da música alta que vinha de um arcaico aparelho em um dos cantos do ambiente. Um velho CD girava em altas velocidades dentro da máquina, e sobre ela havia uma capa e um encarte abertos, que há poucos momentos reviveram velhas lembranças. O velho levantou e caminhou lentamente até a janela, curvando a cabeça e os olhos para baixo para contemplar a vista da cidade, os veículos zunindo em alta velocidade cento e três andares abaixo, onde o sol já não alcançava. O idoso começou, por algum motivo, a pensar em seu aniversário – que era no dia seguinte – e em como o tempo passava rápido, sem dúvida. Incrível, pensava ele, como o ano de 2074 já estava quase na metade.

 continue lendo »

XX – Two Decades of Love Metal (HIM)

Música segunda-feira, 05 de agosto de 2013 – 1 comentário

HIM foi minha banda favorita dos 14 aos 17 anos. E provavelmente foi a banda mais difícil de gostar, porque meu computador funcionava a manivela, assim como minha internet, e era quase impossível encontrar a discografia da banda nas lojas brasileiras. Comprei, portanto, alguns álbuns pela Amazon com todo o valor da minha mesada. Meu romance com a banda foi delicioso, mas eventualmente terminou. E nem parece que faz tanto tempo assim. Tenho como lembranças físicas os CDs Razorblade Romance (1999/2000), o meu favorito com 100% de aproveitamento das faixas, Deep Shadows and Brilliant Highlights (2001) e por fim Love Metal (2003). O primeiro álbum da banda, Greatest Love Songs Vol. 666, de 1997, não consegui comprar na época, mas tive oportunidade de ouví-lo inteiro posteriormente e também é muito bom. continue lendo »

Cinco bandas de Rock and Roll que você deveria ouvir

Música segunda-feira, 12 de novembro de 2012 – 5 comentários

Não sei vocês, mas eu sou aficionado com música. Gosto dos mais diversos tipos de sons, do samba ao jazz, porém o rock é o principal estilo musical que eu escuto. Este, que é provavelmente o principal estilo de música pop do mundo, embala pelo menos 70% do meu dia, por isso vou compartilhar com vocês cinco das bandas que eu mais gosto e mais escuto, dentre os vários estilos de rock. continue lendo »

Juvenis, uni-vos. Apresento-lhes a Rádio Rock

Música sexta-feira, 24 de agosto de 2012 – 4 comentários

Há muito tempo atrás, em uma galáxia muito, muito distante, em um reino sombrio, existia uma rádio livre de andrezããão, segura o tchan, ô menina deixa disso e outras atrocidades musicais que eram os tchu tchas da época. Essa rádio tinha um nome, as melhores músicas e os melhores programas. Essa rádio era: [Voz de locutor fodão] [Eco] A Rádio Cidade [/Voz de locutor fodão] [/Eco]

continue lendo »

Quase Famosos (Almost Famous)

Cinema segunda-feira, 26 de setembro de 2011 – 2 comentários

Ai, que bacaninha! Já começou o Rock in Rio, e vamos pegar carona nesse clima de sexo, drogas e rock and roll (Esquece que o Luan Santana a Claudia Leite vai se apresentar também e FOCA AQUI!). Quase Famosos é a história autobiográfica do diretor Cameron Crowe, que assim como o protagonista, também descolou um trabalho na aclamada revista Rolling Stone e saiu em turnê com uma banda quando adolescente. A diferença é que Crowe ficou na cola do Lep Zeppelin, enquanto o nenis aqui curtiu todos os prós e contras da turnê “Almost Famous” de 1973, com a banda fictícia Stillwater. E vou te contar, se fosse pra escolher um filme em homenagem ao rock e mais ainda, ao rock 70, esse seria o escolhido. continue lendo »

MGMT

Música quinta-feira, 15 de setembro de 2011 – 1 comentário

Algumas bandas surgem por acidente, ou como as pessoas dizem: “Era o destino”. O MGMT (Abreviação do antigo nome, The Management) foi formado em 2005 por Ben Goldwasser e Andrew VanWyngarden, dois amigos que dividiam um apê no bairro do Brooklyn em Nova York. Pelo que eles mesmos contam, os dois não estavam tentando montar uma banda, estavam apenas curtindo um som e tentando mostrar um ao outro como deveriam ser as músicas tocadas na época. Eles gravaram o primeiro disco por causa dos apelos de amigos, que escutavam as composições dos dois e imploravam para ter em mãos um disco. Logo surgiu o EP Time to Pretend, e eles sairam em turnê como banda de abertura da banda indie Of Montreal (Que apesar do nome não é canadense).

continue lendo »

Leningrad Cowboys

Música terça-feira, 16 de agosto de 2011 – 1 comentário

Uma vez eu escrevi aqui sobre como era ouvir rock na União Soviética e depois sobre as bandas soviéticas. Apesar da banda que é tema do nosso programa hoje não ser soviética, ela tem muito à ver com isso tudo. Vós entendereis, meus filhos; vamos em frente. continue lendo »

Pavement

Música quinta-feira, 05 de maio de 2011 – 3 comentários

Um grupo odiado na mesma proporção em que era amado e imitado. Quando tocaram no festival itinerante Lollapalooza, antigamente a Meca das bandas independentes nos Estados Unidos, em toda cidade pela qual passava, o Pavement era alvejado por objetos jogados pelo público. Por outro ponto de vista, a critica os entupiu de prêmios, como a eleição de melhores discos do ano da revista Spin, que colocou Slanted & Enchanted, primeiro disco deles, em primeiro lugar. Detalhe: Era 1991, foi apenas o ano do lançamento de Nervermind, do Nirvana, álbum que mais tarde seria consagrado como um Sgt. Peppers dos anos 90. Os desafinados nerds do Pavement tinham derrotado Kurt Cobain

continue lendo »

Página 1 de 212

busca

confira

quem?

baconfrito