Vou escrever um livro! Ou ao menos tentar

Livros terça-feira, 13 de janeiro de 2015 – 0 comentários

Estou pensando em escrever um livro. Será, obviamente, inédito, jogando com as emoções dos leitores, ora fazendo-os ficar ao lado do mocinho, ora ao lado do vilão. E vai ter a mulher, é claro, dividida entre seus sentimentos e seus deveres, lutando para não cair nas garras de uma vida sem emoção… Quero uma ajuda, então vamos lá.

 Prassinga

continue lendo »

First World Problems: Books (Ou “Tá virando uma série essa merda”)

Livros terça-feira, 23 de setembro de 2014 – 0 comentários

Estou fora de forma. Não, não estou falando da minha amável forma de barril, mas sim da minha capacidade de leitura: Não só estou mais devagar como estou me concentrando menos, estou lendo pior, estou tendo de reler mais e… Estou menos interessado na leitura. Vamos ao mea culpa.

 Esconda sua mulher, esconda sua filha piranha.

continue lendo »

Lendo de trás pra frente

Livros terça-feira, 29 de julho de 2014 – 4 comentários

Ler é um troço monótono e repetitivo por si só: Você abre o livro, revista ou o que quer que seja, prende os olhos lá na primeira linha e passa para a linha de baixo quando acabou a primeira; repete isso até o final da página, a vira, e começa de novo, folha após folha, até o final do livro. A graça de ler está no quê se lê, não na leitura em si, e isso é um daqueles problemas irrelevantes pra gigantesca maioria da população e que alguém oi, prazer tem que fazer alguma coisa sobre isso.

 Ahh, internet.

continue lendo »

As mídias e as massas

Livros terça-feira, 08 de abril de 2014 – 3 comentários

Tava outro dia, suaves e de boas, deitado na rede, aproveitando a vagabundeagem de vida, quando ocorreu-me um pensamento: Os livros nunca foram um instrumento de massa, já a TV e o rádio, sim. Acreditem, pode parecer estranho falando assim, mas eu vou explicar. Ignorem este parágrafo tosco e leiam o resto.

Só pra dar aquela ilustrada.

continue lendo »

Como Caçar Ursos Polares (E escrever sem inspiração)

Livros sexta-feira, 04 de abril de 2014 – 0 comentários

E aí está você, encarando a página em branco. É, é foda. Uma das partes mais irritantes da “síndrome da página em branco” (Ou qualquer outro nome que você der), pelo menos pra mim, são as tentativas que acabam logo depois de começarem. Vocês sabem, aquelas frases ou linhas randômicas, que pareceram legais quando você pensou nelas mas ficaram uma porcaria quando você as escreveu.

 Tipo isso.

continue lendo »

Cinco ensinamentos preciosos que o sistema educacional de Hogwarts deixou pra gente

Livros segunda-feira, 31 de março de 2014 – 5 comentários

Se tem uma coisa que eu aprendi nessa vida, é que tudo o que já fiz como fã de Harry Potter foi passar vergonha. Atingi níveis aparentemente impossíveis de retardo mental ao demonstrar meu amor pela série – incluindo, é claro, não podia deixar de ser, ter ido fantasiada de aluna de Hogwarts à pré-estréia do sétimo filme.

Bom, pra quem já passou por isso, escrever um TOP – Cinco ensinamentos sobre educação no mundo bruxo não me parece lá muito ruim. Ora, eu sei que cê também tá curioso. Clica no leia mais aí e vem nessa. continue lendo »

São 3:00 da manhã e Satanás levou minha alma

Livros quarta-feira, 29 de janeiro de 2014 – 0 comentários

Sabe quando você está lendo um livro/HQ e quando o fecha percebe que não prestou atenção em porra nenhuma do que estava ali e perdeu-se em pensamentos sobre a vida, a vizinha gostosa, aquele porre de 5 anos atrás com os bróder, etc? Então, este é o efeito chamado “São 3:00 da manhã e Satanás levou minha alma“, já que quando você se dá conta do que aconteceu, é como quando Satanás possui o seu corpo e te tira do controle. Ou como quando você bebe muito e acorda com amnésia alcoólica, que definitivamente foi a melhor coisa que Deus inventou. Onde esse texto quer chegar? Eu ainda não sei, mas vamos ver.

continue lendo »

Os Títulos dos Livros Chatos

Livros quarta-feira, 11 de dezembro de 2013 – 1 comentário

Vou lhes dizer que tenho um grande problema com títulos de livros, principalmente com livros que viram cult por algum motivo boboca e inútil. Por que? Bem, porque títulos são coisas importantes, são eles que introduzem o livro para um potencial leitor. E porra, eu tenho que fazer post mas é quatro da tarde de domingo, tá calor e foda-se o John Lennon.

 continue lendo »

As grades da leitura

Livros sexta-feira, 29 de novembro de 2013 – 10 comentários

Há um troço chamado honra, outro chamado teimosia e um terceiro que atende por compromisso, e quando os três unem seus poderes formam o poderoso

Te fode aí pra acabar de ler essa merda

Que te empata a vida num livro que você não suporta, mas que vai acabar de ler só porque decidiu começar a lê-lo. continue lendo »

Por que o Loney errou ao fazer seu texto sobre As Crônicas de Artur

Livros terça-feira, 29 de outubro de 2013 – 5 comentários

No Bacon, meus caros, nem tudo são flores. As vezes nós nos estranhamos por divergimos de opinião. Normalmente deixamos nossas diferenças de lado para caminharmos juntos em direção ao arco-iris. Contudo, não posso deixar que meu colega Loney faça uma pocaria tão grande quanto falar daqueles livros e sair ileso. Por isso desafio ele para uma batalha de RBs (Redatores do Bacon). Vamos ver aqui por que diabos eu estou certo e ele está errado?

Nota do editor: Se isso virar moda, fodeu. continue lendo »

busca

confira

quem?

baconfrito