O Sobrevivente (Chuck Palahniuk)

Livros segunda-feira, 07 de maio de 2012 – 12 comentários

Um dos problemas pessoais que carrego é a incapacidade de entender certas coisas: Baseball, calças rasgadas, mulheres estatística e Clube da Luta. Quero dizer, entendo a coisa toda do maluco ser problemático, de querer apanhar e tudo mais, mas definitivamente não entendo o porquê da galera gostar tanto assim daquele troço, sendo que não faz o menor sentido você criar um clube e se culpar pelas merdas que você faz com o clube, enquanto você come a mulher e não cuida do clube, pra tudo explodir no final.

 Devo admitir entretanto: Atuações fodas.

E foda-se se isso é spoiler. continue lendo »

Anos 90, a década de ouro – Parte I: Filmes

Cinema terça-feira, 03 de abril de 2012 – 12 comentários

Eu ia nomear esse texto de: “Por que os nascidos na década de 80 são melhores que os nascidos na década de 90?”, mas achei que muitos leitores ficariam ofendidos e o “conteúdo” do texto seria deixado de lado, então o título vai ser aquele ali, que é mais gentil. Enfim, esse é o primeiro texto de uma série que irá mostrar porque os nascidos na década de 80 são mais felizes, a começar pelos filmes que assistimos. Leia e depois concorde comigo nos comentários.

continue lendo »

As melhores adaptações do cinema

Cinema sexta-feira, 09 de setembro de 2011 – 13 comentários

Eu já falei aqui antes sobre adaptações de modo geral – e especificamente – e sim, seu tanga, eu curto pra caralho. Acho que inspirações são bem vindas e ter por base algo que já fez sucesso antes é meio caminho andado. Mas, calma, não se irrite! Eu sei que você fez mentalmente uma lista das piores adaptações que já comeram o seu dinheiro no cinema. Mas dessa vez, essa é uma lista das boas e com representantes de todas as classes, tem pra todo mundo #TODOSCOMEMORA: Literatura, HQ, teatro, desenho animado, novel.. não, não, esse último não. De qualquer forma, eu juntei hoje alguns dos melhores filmes que pegaram “carona” em algo que já existia, mas sem a frescura de TOP-alguma-coisa porque eu não tô afim de escutar vocês reclamando depois. Tá? continue lendo »

13 Personagens em que todo MACHO deveria se espelhar

Cinema terça-feira, 05 de julho de 2011 – 15 comentários

Hoje em dia, o homem vem perdendo cada vez mais seu papel de macho na sociedade, muito devido ao novo papel da mulher no mercado de trabalho e a essa “nova liberação sexual”, que propaga aos pequeninos da nova geração ícones como a família Restart, Fresno, novela ti-ti-ti e esse tanto de tanguisse. Nada melhor do que remar contra a corrente e lembrar pra todo mundo de que macho de verdade ainda existe. Então, vamos relembrar dos caras que mostraram no cinema que honram as bolas que têm entre as pernas! continue lendo »

CULT – Criando Uns Livros Top

Analfabetismo Funcional quinta-feira, 23 de junho de 2011 – 0 comentários

A editora Rocco, aquela mesma que lançou os Potter‘s a alguns anos atrás, é uma das maiores editoras do momento, na minha opinião. Não por causa de Potter, que nessa hora deve estar com uma varinha no colo esperando a morte chegar de verdade, contando pros filhotes dele como ele era foda nas décadas passadas. Mas o fato de Harry ser pai e estar caindo no esquecimento não é algo que eu gostaria de abordar aqui.

 Aí eu disse pra ela: “Essa não é minha varinha, heh.”

continue lendo »

Aberturas de Filmes – Parte II

Cinema terça-feira, 14 de junho de 2011 – 8 comentários

Há aproximadamente 1 ano atrás, fiz um post sobre boas aberturas de filmes e elaborei um apanhado de créditos iniciais – E finais – que se destacavam entre as chatíssimas aberturas convencionais (Aquelas que te deixavam a dois palitos de um ronco). Qualquer aspecto relevante era válido, fosse uma música, uma técnica nova, uma história nas entrelinhas. Esse ano, o método de avaliação continua o mesmo, uma edição boa e inovadora que teve destaque positivo veio parar aqui. Posso até agradecer os 10 leitores do Bacon que comentaram no post anterior e fizeram nascer essa segunda parte listando aberturas bacanas. A diferença é que não posso indicar todos os filmes dessa vez. Mas indico todas as aberturas, com certeza. continue lendo »

Top 3 Autores – Alan Moore – V

Nona Arte quarta-feira, 12 de janeiro de 2011 – 1 comentário

Protagonistas desconhecidos, por alguma razão ainda a ser compreendida pela ciência, atraem minha atenção de modo exarcebado. Obviamente, você deve achar que eu sou maluco, ao dizer coisas como “protagonistas desconhecidos”. Se é o protagonista, ele é o centro da ação, então, através da mais pura lógica aristotélica, deduzimos que ele é conhecido, certo? Elementar, meu caro Watson etc., não é mesmo? Não.

Como leitores do bacon, e, como deduzo através da mas pura lógica aristotélica, pessoas de bom gosto (A maioria, pelo menos. Sempre existem as exceções), suponho que todos vocês já assistiram e/ou leram Clube da Luta. Me digam, então: qual o nome do personagem de Edward Norton? Resposta: nenhum. continue lendo »

A Felicidade Não Se Compra (It’s a Wonderful Life)

Bogart é TANGA! sábado, 25 de dezembro de 2010 – 3 comentários

É… eu andei meio sumido. Vocês sabem como é fim de período, provas, trabalhos, seminários e etc. E ainda por cima eu ainda peguei um segundo semestre tumultuadíssimo no trabalho. Mas eu não ia deixar uma data tão especial como o natal passar em branco aqui no Bacon, então preparei o texto mais importante que eu já escrevi aqui, para comemorar essa data. Alguém tem alguma ideia do filme que será abordado? [Nota da editora: Posso tentar? Será esse aí que você mencionou no título. Será? Será? O que eu ganho?]

 continue lendo »

“TOP 100 FILMES BACON FRITO” 20 – 16

Cinema segunda-feira, 25 de janeiro de 2010 – 7 comentários

20) A Ponte do Rio Kwai

(David Lean, 1957)

Pedro: Bem, desconsiderem as implicâncias da Uiara com esse filme. Acreditem – a Ponte do Rio Kwai é o melhor filme já feito sobre a guerra. E isso porque ele se utiliza de um evento (a construção da tal ponte) para demonstrar as loucuras da guerra. Seja pelo embate de “orgulhos” entre dois coronéis (um deles marcado pela atuação lendária de Alec Guiness) – cujas atitudes e motivações demonstram nada senão a loucura e uma deturpação total da ideia de honra – tal como realmente acontece nos grandes conflitos. E na história paralela do personagem de William Holden, fica claro que essa loucura não se restringe somente a dois homens em especial, mas que já está cravado desde o berço no próprio exército. E o final, eternizado na história do cinema, aos moldes das tragédias gregas, é o recado definitivo sobre o que se pode esperar de uma guerra. continue lendo »

Aquele que nunca é reimpresso

Analfabetismo Funcional segunda-feira, 22 de dezembro de 2008 – 6 comentários

Literatura, um mundinho tão simples e que quase não exige nada de você, mas mesmo assim capaz de te deixar triste, frustrado, decepcionado e puto da vida, normalmente tudo isso de uma vez, veja só. Livros são relativamente fáceis de se encontrar se você procura literatura lixo, daquelas que se acha até em semáforos, sendo vendidas juntamente com carregadores de baterias e protetores de volante em um engarrafamento. Não vou entrar em detalhes sobre esses livros, são normalmente aqueles de autores que vocês devem conhecer bem e se tem um mínimo de bom senso, passam longe.
Mas sem definir um lugar para achar literatura boa, vamos ao local que quase todo mundo vai pra comprar seus livros, uma livraria. continue lendo »

busca

confira

quem?

baconfrito