CULT – Criando Uns Livros Top

Analfabetismo Funcional quinta-feira, 23 de junho de 2011

A editora Rocco, aquela mesma que lançou os Potter‘s a alguns anos atrás, é uma das maiores editoras do momento, na minha opinião. Não por causa de Potter, que nessa hora deve estar com uma varinha no colo esperando a morte chegar de verdade, contando pros filhotes dele como ele era foda nas décadas passadas. Mas o fato de Harry ser pai e estar caindo no esquecimento não é algo que eu gostaria de abordar aqui.

 Aí eu disse pra ela: “Essa não é minha varinha, heh.”

Alguns de vocês, que tem ficado mais do que 2 horas seguidas no computador (Ou totais em um dia, como eu), já devem saber que essa editora é a que tem os direitos de publicação sobre as obras de Palahniuk.
Palah-quem?!”, pergunta o moleque xarope do fim da página. É aquele autor que escreveu aquele livro meio sem graça chamado Clube da Luta que é procurado por 9 entre cada 10 colecionadores de livros dessa nova geração, incluindo este que vos fala.

Pois bem, Clube da Luta, que foi lançado em 1996 e que já foi abordado por aqui tanto quanto resenha de filme e de livro já tá tão conhecido e parece que só agora a editora lembrou que tem o poder (eu disse PODER) de publicar as obras dele. Dando uma olhada no site, vi que tem na sua página principal o livro Mais Estranho que a Ficção, um apanhado de textos publicados em jornal, crônicas e uma parte final meio autobiográfica. Claro, nunca li esse livro e essas informações são as que consegui arranjar só de olhar pro site. Mas isso não muda o fato de que, se a editora conseguiu se lembrar de que existe um autor desses em meio a seus contratos, a chance de vermos uma edição nova de Clube da luta, ou uma menos rara de No Sufoco nas livrarias é bem grande.

Palahniuk é um autor CULT. Hakin Bey é um autor CULT. John Fante é um autor CULT. Tá, mas por quê? Um é autor anarquista, outro é autor morto e o outro ainda consegue colher os louros de seu trabalho e ver o quanto consegue chocar.

Autores que conseguem mexer com a definição do que é pop e criar uma nova trilha no teu cérebro para fazer você pensar de uma maneira diferente, chocante bizarra ou só deslocada da realidade são os mais difíceis de encontrar por aí. O problema é que se eles surgem, os encaixam nessa categoria tão sofredora de preconceitos por um público que é tão cabeça fechada e parece que tem aqueles bagulhos que colocam em cavalos para eles olharem em apenas uma direção.

Não categorizarei autores cults aqui, nem definirei a palavra. Que autor é cult para você? Já sabem os meus três.

Leia mais em: , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito