Vida real e poderes ficcionais – Parte I

Nona Arte quarta-feira, 25 de agosto de 2010 – 14 comentários

Ah, a infância. Aquela doce época, vários anos atrás, na qual nossas únicas preocupações eram comer, dormir, brincar e inventar desculpas para não entregar a atividade de casa à professora. Não tínhamos que nos preocupar com dinheiro (Papai sempre lhe dava a fortuna de R$ 5-10 por semana, que seria gasta em pipoca, balas e revistas em quadrinhos). A vida era boa. continue lendo »

Fãs

Nona Arte quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 4 comentários

Fãs são uma raça curiosa. Não só os de quadrinhos (Esses têm mais fama de bizarros, mas essa não é a questão), mas os de livros, filmes ou jogos. Eles se diferenciam dos fanboys e dos meros admiradores por algo relativamente simples: A facilidade com que mudam da admiração extremada para o ódio irracional. Uma frase, uma idéia, um virar de olhos, qualquer coisa é passível de preencher o fã verdadeiro com ódio enregelante ou admiração pulsante. E lidar com qualquer uma dessas coisas é muito, MUITO difícil. continue lendo »

Das linhas pros quadrinhos

Nona Arte quarta-feira, 30 de junho de 2010 – 7 comentários

Nesses longos anos em que eu escrevi pro Ato Ou Efeito/Bacon Frito, eu resenhei algumas dezenas de HQs para o deleite de vocês, queridos leitores. A esmagadora maioria consistia em obras já escritas para edição em quadrinhos. No entanto, DUAS resenhas fogem a essa regra. A primeira, publicada há quase um ano atrás, foi Criaturas da Noite, baseada em dois contos do livro Fumaça e Espelhos – Contos e Ilusões, de Neil Gaiman; a segunda exceção, publicada em abril desse ano, foi Delírios Cotidianos, do porra-louca do Charles Bukowski. Como vocês, argutos e sagazes leitores já devem ter percebido, o ponto que une essas duas HQs é bem simples: Ambas são adaptações de livros. continue lendo »

Bacon Recomenda: Webcomics

Nona Arte quarta-feira, 23 de junho de 2010 – 3 comentários

É isso aí, seus putos. Depois de tanto tempo, estou de volta para recomendar a vocês mais um terço de dúzia de tirinhas de conteúdo humorístico divulgadas via internet. Para começar bem (E compensar um erro feito nas outras três colunas em que recomendei webcomics): continue lendo »

Trazendo à Realidade 2.0 – Dr. Destino (DC Comics)

Nona Arte quarta-feira, 16 de junho de 2010 – 0 comentários

Um cientista louco, com um caráter dificilmente descrito como bondoso, que usa sua genialidade e habilidade no campo médico para cometer crimes e infernizar a vida dos outros. Sim, o início dessa coluna soa muito parecida com o da anterior, e isso é proposital: Estou falando de um personagem que, numa perspectiva realista, parece com outro. continue lendo »

Trazendo à Realidade 2.0 – Norman Osborn/Duende Verde

Nona Arte quarta-feira, 09 de junho de 2010 – 0 comentários

Sabe o Batman? Aquele cara rico, com uma roupa esquisita, cheia de apetrechos inusitados, com medo profundo de algo, sendo que todo o equipamento possui esse medo como um tema comum? Lembrou? Excelente. Agora, desinstale o WinDCws do sistema neural dele, e instale o Satux (Distro Marvel). Neste, digite qualquer que seja a linha de comando que leva ao equivalente do Painel de Controle. Vá nas configurações de vídeo. Chegando aqui, troque o tema de “Morcego Sombrio” para “Halloween Lisérgico”. Parabéns, você agora tem seu próprio Megaempresário Psicótico com Dupla Personalidade™. continue lendo »

Trazendo à Realidade 2.0 – Dr. Octopus

Nona Arte quarta-feira, 02 de junho de 2010 – 0 comentários

Dr. Octopus, assim como Lex Luthor, encaixa-se na minha categoria predileta de personagens (Tanto de filmes, livros/HQs ou jogos), independente de ser ou não um vilão: Os super-gênios. E, para facilitar a minha vida nessa coluna, ele ainda é um tremendo estereótipo/clichê, o que facilita na construção do Dr. Ock “real”. continue lendo »

Trazendo à Realidade 2.0 – Killer Croc

Nona Arte quarta-feira, 26 de maio de 2010 – 0 comentários

Por algum motivo, répteis são uma classe de animais não muito bem vistos por aí. Isso provavelmente se deve ao fato de suas representantes mais notórias, as cobras, serem extremamente perigosas, em sua maioria. Por isso, temos inúmeros vilões de filmes/séries, HQs e animações que utilizam tais seres como tema ou fonte de poder/temor. Entre os maiores répteis existentes, estão os crocodilos, jacarés e cia, conhecidos pelo seu couro, utilíssimo na produção de sapatos e valises.

Apesar das inúmeras tentativas de zoófilos e cães no cio, o cruzamento interespécies ainda é impossível, e portanto, nada de dizer que o Croc é filho de um jacaré. A criação de seres transgênicos também ainda não chegou a esse nível, portanto, nada de saladas de genes por aqui. E, para constar, a história dele não muda: Moleque feio como o cão chupando limão é abandonado pelos pais, cresce em meio selvagem e se torna um criminoso. continue lendo »

Trazendo à Realidade 2.0 – Lex Luthor

Nona Arte quarta-feira, 12 de maio de 2010 – 2 comentários

Primeiro, vamos lembrar de uma coisa: Lex Luthor, assim como boa parte dos vilões fodas, não é um adversário de peso devido às suas habilidades sobre-humanas, capacidade de controlar matéria/espaço/tempo ou capacidade de lidar com o sobrenatural. Não, o que o torna um excelente vilão é o fato de ele ser um super gênio, ou seja, sua principal arma é o intelecto. continue lendo »

Trazendo à Realidade 2.0 – Charada & Coringa

Nona Arte quarta-feira, 05 de maio de 2010 – 0 comentários

Se você, DCnauta morcegueiro, parar um pouco um pouco para pensar criticamente nas características básicas do Coringa e do Charada, verá que eles são, basicamente (E que Balder me proteja), o mesmo personagem. São dois gênios loucos (Sim, gênios), sem objetivo algum na vida que não seja perturbar a vida do Grande Mamífero Voador Humanóide. continue lendo »

confira

quem?

baconfrito