M.M.O.R.P.G. sem R.P.G.

Games quarta-feira, 07 de março de 2012 – 6 comentários

Massive Multiplayer Online Role-Playing Game, ou apenas M.M.O.R.P.G, eram os jogos de interpretação online em massa. Desde os mais simples, como o tão amado e odiado Tibia, até os mais completos, como World of Warcraft, esse gênero sempre atraiu – e ainda atrai – milhares de jogadores de todo o mundo, afinal, quem não quer viver uma aventura em um reino distante com magias, dragões e violência gratuita (Ou insira qualquer outro cenário)? NINGUÉM QUER… Isso mesmo, ninguém quer isso. O RPG, pelo menos no mundo online, morreu. Bem vindos a era dos M.M.O sem R.P.G.! continue lendo »

DC Universe Online

Games quarta-feira, 30 de novembro de 2011 – 8 comentários

Já vamos deixar claro que eu to bem puto escrevendo essa coluna, pois tive que parar de jogar DC Universe Online, o jogo mais bacaninha dos últimos tempos, segundo eu mesmo. Não sabe o que é? Bom, ano passado a DC Comics lançou um MMORPG chamado DC Universe Online você não esperava por essa né?. Lançando para computador e PS3, o jogo inicialmente era pago, mas recentemente passou a ser free, e este ser aqui até comprou uma placa de vídeo pra rodar isso, afinal, um dos meus sonhos de infância pode se realizar a qualquer momento: Espiar a Mulher-Maravilha trocando de roupa na Torre da Liga da Justiça. continue lendo »

MMORPG

GameFreaks terça-feira, 09 de junho de 2009 – 8 comentários

Talvez vocês queiram ler este texto aqui. E esse daqui também. Mas tudo bem, vocês podem até já ter os lido. Ou não. Mas por que eu estou dizendo pra lerem isso? Eu queria que vocês… captassem a essência do que é… um MMORPG. Como eu já disse no texto do primeiro link, é um “Massively Multiplayer Online Role-Playing Game”, ou “Jodo de RPG online de vários jogadores”, pra simplificar. E vocês talvez queiram me perguntar de novo:”E daí?” continue lendo »

Crise de Identidade

GameFreaks quarta-feira, 28 de janeiro de 2009 – 7 comentários

Lá estava eu, me perguntando sobre o que seria a próxima coluna, quando me dou conta que já é segunda-feira e eu ainda não tenho nada pronto. Aí, lembrei de um post do Juno sobre como os personagens de RPG são gays, e mimimi, blá blá blá, e percebi que NENHUM MMORPG consegue retratar um humano ao menos parecido com a própria pessoa. Aliás, esse é um dos principais motivos de eu ter vários personagens mulheres. Sério.

O outro é a sempre bela visão do jogo (heh)

Antes que me chamem de nerd e digam que eu gosto de mulheres virtuais e não tenho vida social, eu só digo que eu estou juntando o útil ao agradável. Eu posso jogar agora, e ver mulher real daqui a pouco, mas porque não JOGAR VENDO MULHER agora e depois ver MAIS MULHER?
continue lendo »

Maple Story

Games sábado, 27 de dezembro de 2008 – 7 comentários

Tá bom, tá bom, antes que alguém me xingue, MapleStory NÃO é emo, mas leva muito jeito, admitam.

Bem, MapleStory é um jogo MUITO BOM, não viciante ao extremo, mas te prende no jogo e faz você se divertir bastante. Ele é do gênero plataforma, com desenhos no estilo animê (um pouco chibi), que o deixa com os graficox engraçadinhüsx.

continue lendo »

Como deixar de ser NOOB!

GameFreaks sexta-feira, 28 de novembro de 2008 – 29 comentários

Eu, como vocês devem ter percebido, sou noob. Tão noob a ponto de fazer um TEXTO sobre eles, mas não tão noob quanto vocês, leitores. Neste texto vou mostrar exemplos de como ser e como não ser mais noob, pra você finalmente conseguir algum amigo no jogo, ao invés de não falar com ninguém além do seu tio nerd que tem caspa na barba.

continue lendo »

Cabal Online – A Revolução da Ação (PC)

Games terça-feira, 18 de novembro de 2008 – 18 comentários

Entendam uma coisa, Cabal NÃO é jogo pra quem quer ficar uma hora por dia jogando. Existem CALABOUÇOS que duram MUITO MAIS do que isso.

Cabal é um jogo com alguns diferenciais de outros MMORPGs, começando pelo que você deve upar. Você pode upar Skill, Honra e Level. Além disso, ao contrário de muitos Role-Plays por aí, você não pode evoluir de classe no Cabal. Em compensação, a cada dez leveis, você pode upar um grau de classe, que te dá bonus de ataque/def/mágica/etc, novas habilidades especiais, itens, entre outros.
O mundo de Nevareth(local onde a estória de Cabal se passa), é repleto de quests, sendo que ao todo são mais de 1000 quests, divididas em quest de estória e normais.

Calabouço Torre dos Mortos 1º SubSolo (clique nas imagens para ampliar)

Outro grande diferencial do Cabal é o sistema de batalha/guerra. Nesse jogo é possível escolher quem defender, Capella(Não, você não vira religioso por escolher capella como nação) e Procyon. Você escolhe a nação quando é muito viciado e um nerd gordo quando vira lv 95 e está com suas quests de estória em dia. Você deve fazer as quests das Nuvens de guerra, e escolher defender uma nação. Depois disso, vai poder entrar no canal Tierra Gloriosa, onde acontecem as guerras oficiais, que é dividido por leveis, sendo que existe o de Lv 95 ~ 129, 130 ~ 149 e 150 ~ 170, você poderá ver o nome de seus aliados no canal de guerra(Canal 20(Guerra)) e em mapas de guerra(o nome de pessoas da nação inimiga e nulos irá aparecer em símbolos), além de ganhar um bônus de 10% exp, skill exp e drop por 1 semana se sua nação ganhar a guerra das 20:00 em Tierra Gloriosa 150 ~ 170. Os canais Tierra Gloriosa abrem de 4 em 4 horas, sendo que esse ciclo começa as 00:00 todos os dias.

O legal desse jogo é que, se você leva os MMORPGs a sério, no Cabal você vai clamar por força, se apegar ao seu personagem, e gastar horas e mais horas jogando. Outra coisa legal dele, é que o jogo acaba FORÇANDO você a arranjar uma guild e amigos, sendo que existem calabouços para grupo, que até são acessíveis sozinho, mas em grupo, se ganha um bônus de experiência e se conclue o calabouço mais rápido.

Guerra no canal Tierra Gloriosa 95 ~ 129

Cabal também tem um calabouço exclusivo, chamado Arena do Caos, onde você e mais alguns jogadores entram, de acordo com o level permitido, usando uma chave, de acordo com o horário em que a Arena do Caos abre.Quanto mais forte seu personagem, mais cara aquela porra de chave fica, e mais fortes são os monstros da arena.

Se você é um puto que tem preguiça de treinar não tem tempo para treinar, no Cabal existe os Fantoches de Treinamento, “monstros” com MUITA vida e MUITA defesa que se encontram em cada uma das 3 cidades iniciais, e servem para treinar skill. Porém, nos fantoches de treinamento é possível treinar APENAS 30% de cada Rank(um rank de skill é um “grau de skill”, você pode checar quantos leveis de skill faltam para avançar um rank apertando a tecla K, dentro do jogo), e além disso Cabal conta com um ótimo sistema de comércio, sendo que tem um canal exclusivo pra isso, e uma ferramenta que possibilita criar-se lojas e deixar itens vendendo sem a necessidade de ficar na frente do computador.

Gameplay de Cabal Online

Finalizando, Cabal Online REALMENTE é um jogo cheio de ação, com vários mapas, um ótimo sistema de batalha/guerra e quests até cansar(na verdade, até o level 110). Ele tem gráficos lindos, quase sem “quadriculados”, realmente muito bons e “brilhantes”, ao contrário de certos jogos meios escuros. Cabal é um jogo onde 1% de alguma estatística qualquer pode fazer a diferença, com classes muito diferentes umas das outras e eventos constantes. Muita gente reclama da GameMaxx e do trabalho que ela faz com Cabal Online, por causa da superlotação de servidores, principalmente os de guerra, e pelo comércio do Cabal ter entrado em crise, mas na minha singela opinião, ela faz um ótimo trabalho, com GMs sempre atendendo no Canal 2(Iniciantes) e vários eventos, tanto Onlines como Offlines, sempre divertindo os jogadores.

Cabal Online – A Revolução da Ação

Plataformas: PC
Plataforma Avaliada: PC
Lançamento: 2007
Distribuído por: Gamemaxx(Brasil)
Desenvolvido por: EstSoft
Gênero:MMORPG, Ação
Site Oficial: Cabal Online

Sobre MMOGs e MMORPGs

GameFreaks terça-feira, 11 de novembro de 2008 – 25 comentários

Permitam-me que eu me apresente, meu nome é Mario, e sou o novo estagiário do AoE. Como devem ter percebido, vou falar sobre MMOGs e MMORPGs, e neste tópico irei explicar-lhes o que são.

Primeiro, vamos começar a diferenciá-los pelo nome. Apesar de parecerem iguais, significam coisas diferentes:

MMOG: Massive Multiplayer Online Game – Jogo Online para Múltiplos Jogadores. Pode variar desde um jogo de futebol online, até jogos de tiro e dança.
MMORPG: Massive Multiplayer Online Role-Playing Game – Não tem uma tradução literal para Role-Playing, mas é algo como “Jogo Online Para Múltiplos Jogadores que segue uma Estória”. Ou seja, ele segue uma linha, uma história, que pode, inclusive, ser incrementada de acordo com os Updates que tal jogo recebe, tornando-o cada vez melhor. É, basicamente, um RPG Online, onde vários jogadores fazem sua “estória”. Eles ajudam NPCs (Non-Player Character, os “vendedores”) com seus problemas, ou os problemas da cidade, contados através das quests (missões), ou dos próprios NPCs.

Alguns exemplos de MMOGs são Combat Arms, Kick Off e Audition:

Combat Arms – Jogo de tiro da Nexon

Como exemplos de MMORPGs famosos temos Tibia, Maplestory, Lineage II, World of Warcraft:

MapleStory – MMORPG, também da Nexon

A diferença entre eles é grande, sendo que, nos MMOGs, não tem tanto assim algo que “prende” o jogador. Pode tanto ser levado à sério quanto ser tomado como um jogo casual. Já o MMORPG, é um jogo em que você dedica tempo e, muitas vezes, dinheiro, e começa até a se apegar ao personagem. No MMORPG, você também pode “montar” seu personagem do jeito que quiser, seguir um tipo de classe, etc. Já no MMOG, é difícil ocorrer algo deste tipo. Por isso, com o tempo, MMOGs podem acabar se tornando tediosos, já que acabam na mesmice, enquanto nos MMORPGs sempre vai ter algo mais pra se fazer.

Apesar de muitos MMOGs e MMORPGs ainda serem importados, existem empresas no Brasil especializadas em traduzí-los e adaptá-los para os brasileiros, criando um servidor nacional. Algumas famosas empresas deste ramo são Level Up! Games, com LineAge II, MapleStory e mais, OnGame com seu pequeno sucesso GunBound e GameMaxx, com o não muito conhecido Cabal Online. Quase sempre jogar no servidor local é a melhor opção, tanto por facilidades de pagamento das assinaturas ou de itens, quanto por melhor atendimento e facilidade de interpretação dos textos. Mas jogar em servidor internacional também pode ter vantagens. Em servidores internacionais sempre tem mais gente, você pode conhecer pessoas e culturas diferentes, além de poder treinar uma nova língua (quase sempre, o inglês). A desvantagem de ter um servidor local é quase única, sendo que quando se abre uma “franquia” do jogo em certo país, todos os IPs deste país são bloqueados nos servidores internacionais, com exceção das contas criadas antes da data de inauguração desta “franquia”.

Os Jogos Online também tem outra divisão. Existem Jogos Online pagos (P2P: Pay to Play) e gratuitos (F2P: Free to Play), apesar de muitos dos jogos pagos, futuramente, virarem gratuitos ou ganharem servidores gratuitos. Bons exemplos disso são Ragnarök, com seu servidor gratuito, e o Thor, lançado (não muito) recentemente. Outros exemplos são RF Online e Cabal Online, que também viraram gratuitos. Nos jogos pagos, normalmente, todos os jogadores estão em pé de igualdade, com possibilidades iguais de obterem os mesmos itens/leveis e acesso universal ao jogo. Já em jogos gratuitos, existem lojas de itens especiais, compradas com uma moeda virtual conseguida com dinheiro real, e obtidas apenas desta maneira. Também há jogos, como o Tibia, que não têm uma loja de itens, mas usa um sistema de Premium Account, onde o jogador Premium tem roupas novas, pode comprar casas e entrar em cidades acessíveis somente para jogadores premium.

Cabal Online – Um dos jogos pagos que virou gratuito

Nesse mundo também existem os servidores falsos de jogos, tanto dos pagos quanto dos gratuitos, onde você pode avançar mais fácil e, normalmente, pode obter tudo o que o jogo original tem a oferecer, de graça. Porém, não confie nesses servidores falsos. Muitas vezes eles vem com vírus, além de alguns cobrarem “vip”, se você quiser ter acesso total ao jogo, o que também não é uma boa idéia de se pagar, já que em vários casos, após alguns meses, o servidor fecha sem explicação alguma. Além disso, eles são muito chatos, por isso, jogue apenas o jogo original.

busca

confira

quem?

baconfrito