Sobre MMOGs e MMORPGs

GameFreaks terça-feira, 11 de novembro de 2008

Permitam-me que eu me apresente, meu nome é Mario, e sou o novo estagiário do AoE. Como devem ter percebido, vou falar sobre MMOGs e MMORPGs, e neste tópico irei explicar-lhes o que são.

Primeiro, vamos começar a diferenciá-los pelo nome. Apesar de parecerem iguais, significam coisas diferentes:

MMOG: Massive Multiplayer Online Game – Jogo Online para Múltiplos Jogadores. Pode variar desde um jogo de futebol online, até jogos de tiro e dança.
MMORPG: Massive Multiplayer Online Role-Playing Game – Não tem uma tradução literal para Role-Playing, mas é algo como “Jogo Online Para Múltiplos Jogadores que segue uma Estória”. Ou seja, ele segue uma linha, uma história, que pode, inclusive, ser incrementada de acordo com os Updates que tal jogo recebe, tornando-o cada vez melhor. É, basicamente, um RPG Online, onde vários jogadores fazem sua “estória”. Eles ajudam NPCs (Non-Player Character, os “vendedores”) com seus problemas, ou os problemas da cidade, contados através das quests (missões), ou dos próprios NPCs.

Alguns exemplos de MMOGs são Combat Arms, Kick Off e Audition:

combat armsCombat Arms – Jogo de tiro da Nexon

Como exemplos de MMORPGs famosos temos Tibia, Maplestory, Lineage II, World of Warcraft:

maple0001MapleStory – MMORPG, também da Nexon

A diferença entre eles é grande, sendo que, nos MMOGs, não tem tanto assim algo que “prende” o jogador. Pode tanto ser levado à sério quanto ser tomado como um jogo casual. Já o MMORPG, é um jogo em que você dedica tempo e, muitas vezes, dinheiro, e começa até a se apegar ao personagem. No MMORPG, você também pode “montar” seu personagem do jeito que quiser, seguir um tipo de classe, etc. Já no MMOG, é difícil ocorrer algo deste tipo. Por isso, com o tempo, MMOGs podem acabar se tornando tediosos, já que acabam na mesmice, enquanto nos MMORPGs sempre vai ter algo mais pra se fazer.

Apesar de muitos MMOGs e MMORPGs ainda serem importados, existem empresas no Brasil especializadas em traduzí-los e adaptá-los para os brasileiros, criando um servidor nacional. Algumas famosas empresas deste ramo são Level Up! Games, com LineAge II, MapleStory e mais, OnGame com seu pequeno sucesso GunBound e GameMaxx, com o não muito conhecido Cabal Online. Quase sempre jogar no servidor local é a melhor opção, tanto por facilidades de pagamento das assinaturas ou de itens, quanto por melhor atendimento e facilidade de interpretação dos textos. Mas jogar em servidor internacional também pode ter vantagens. Em servidores internacionais sempre tem mais gente, você pode conhecer pessoas e culturas diferentes, além de poder treinar uma nova língua (quase sempre, o inglês). A desvantagem de ter um servidor local é quase única, sendo que quando se abre uma “franquia” do jogo em certo país, todos os IPs deste país são bloqueados nos servidores internacionais, com exceção das contas criadas antes da data de inauguração desta “franquia”.

Os Jogos Online também tem outra divisão. Existem Jogos Online pagos (P2P: Pay to Play) e gratuitos (F2P: Free to Play), apesar de muitos dos jogos pagos, futuramente, virarem gratuitos ou ganharem servidores gratuitos. Bons exemplos disso são Ragnarök, com seu servidor gratuito, e o Thor, lançado (não muito) recentemente. Outros exemplos são RF Online e Cabal Online, que também viraram gratuitos. Nos jogos pagos, normalmente, todos os jogadores estão em pé de igualdade, com possibilidades iguais de obterem os mesmos itens/leveis e acesso universal ao jogo. Já em jogos gratuitos, existem lojas de itens especiais, compradas com uma moeda virtual conseguida com dinheiro real, e obtidas apenas desta maneira. Também há jogos, como o Tibia, que não têm uma loja de itens, mas usa um sistema de Premium Account, onde o jogador Premium tem roupas novas, pode comprar casas e entrar em cidades acessíveis somente para jogadores premium.

Cabal Online – Um dos jogos pagos que virou gratuito

Nesse mundo também existem os servidores falsos de jogos, tanto dos pagos quanto dos gratuitos, onde você pode avançar mais fácil e, normalmente, pode obter tudo o que o jogo original tem a oferecer, de graça. Porém, não confie nesses servidores falsos. Muitas vezes eles vem com vírus, além de alguns cobrarem “vip”, se você quiser ter acesso total ao jogo, o que também não é uma boa idéia de se pagar, já que em vários casos, após alguns meses, o servidor fecha sem explicação alguma. Além disso, eles são muito chatos, por isso, jogue apenas o jogo original.

Leia mais em: , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Angelo Dias

    ;)
    MMORPG é legal po! Já joguei vários! WoW, Line2, Tibia, etecetera e etecetera. Mass… nada como um bom Single Player pra gastar um tempo.
    E uma dica pro estagiário: Mais irreverência. Eu sei que eu sou só um leitor, mas é isso que nos traz ao AOE. Mais humor cara, faz uma piadinha, sei lá ;)
    Boa sorte pra vc.

  • Java

    como é que esse cara me fala de MMORPG sem falar de Phantasy star, Ragnarok e MU?????????? COMO DIABOS ELE ME FAZ ISSO?????????????

  • Muito bom Junin, mas você deixou muitooos MMORPGs de fora!

    como o bombástico Warhammer online que acabou de sair.(como é que tu me fala de Cabal e não de WH?!)

    MAs o texto ta muito bom!!

  • Desses MMORPGs o única que me interessou um pouco foi o Cabal, porque foi o único que vi até agora que você aperta o botão pra bater e não fica apenas clicando com o mouse (o que eu acho um porre). Se houver algo com a jogabilidade de Zelda ou algo mais insano tipo Devil May Cry e que for online me avise, hwa hwa hwa.

    E reforço a dica do Angelo.

  • Entravix

    Bom, vou dar uma idéia aqui que acho que você já teve. Faça um post sobre cada MMORPG explicando melhor eles =D. Pelo menos os mais conhecidos. WoW, Tibia, LineageII e etc.
    Um MMORPG que eu indico pra galera, criado em 1992 e com força até hoje é o Ultima Online. Completamente foda e um dos MMORPG’s com maior variedades possíveis de criação de chars que já vi na vida.

  • joao

    Legal msm e Rakion,é como um grand chase sangrento e sem fofura,muito massa.

  • B-prime

    pra mim, todos jogos online são enjoativos, mas prefiro os MMOGs, por causa da ação, desses qu eu me lembre agora ja joguei The Duel e S4 League e to afim de jogar esse Combat Arms.

    de MMORPGs que eu lembre soh joguei Ragnarok, MU (uma bosta) e Tibia, mas eh chato, falta ação.

    um que talvez seja legal é Requiem: Bloodymare, mas nunca joguei, o download me desanima!!!

  • Angelo Dias

    tem muito, ma MUITO MMORPG na net. Tipo, DEMAIS. Desde P2P até Free forever! Sem contar os browse games. Se ele for fazer um review pra cada, FODEU!

  • “não confie nesses servidores falsos. Muitas vezes eles vem com vírus,”
    Cuidado, servidores privates só qere infectar seus pc!!!

    essa é boa….

  • junnin

    Bem, vou responder aos comentários.

    @Angelo
    Eu vou tentar descontrair um pouco no texto, heaueahuaeheuah, é que tava nervoso, primeiro texto pro AoE

    @pyetrev
    Esse post foi explicativo, sacas?Foi só pra mostrar o que é os MMORPGs, e o que é MMOGs, eu vou fazer Reviews de vários MMORPGs e MMOGs, semanalmente, eu acho.

    @Java
    RAGNAROK?MU? Cara, tu parou no tempo, foi? E como eu disse, foi um post EXPLICATIVO, mas bem, eu VOU fazer reviews tanto sobre ragnarök como sobre MU, e, talvez, sobre Ragnarök 2 ;D

    @Entravix
    Véi, essa vai ser minha função aqui, xD. Já ouvi falar de Ultima Online, mas acabei não baixando. Mas, quando tiver tempo, vou baixar.

    @Tchulangero
    Eu tou VICIADO em Cabal, é um jogo que nunca perde a ação, cara. Tem canais de guerra, mapas de guerra, guerras marcadas, nações, guilds, classes, ranks, honra, level. É tanta coisa que você NUNCA consegue ficar com tudo no máximo, cara, é demais!

    @joao
    Eu jogava Grand Chase, dei uma pausa, mas vou pesquisar sobre Rakion e ver o que eu acho.

    @B-Prime
    Eu não baixei Requiem:Bloodymare porque o servidor daquela porcaria de site ficou OFFLINE na hora que eu ia baixar.

    @Diogo
    Cara, server falsos de RAG não vêm com vírus, nem de MU, mas existem vários fórums de Tibia, por exemplo, onde eles disponibilizam arquivos pra você “criar” seu private server, e esses arquivos vêm com vírus. Experiência própria, aliás. Muitos servers recém-criados também vêm com vírus. E de qualquer jeito, é ilegal, e o que é ilegal não é legal. Mas bem, eu só quis deixar explícito pros “newbies” tomarem cuidado quando forem jogar/criar servers privates.
    Aliás, eu nunca disse que eles só querem infectar o seu computador. Talvez eu faça um post explicando melhor o que eu acho dos servers privates.

    Bem, por hoje é só. Acho que já dei respostas grandes demais, véi.

  • Primeiramente parabéns, ótimo post, bastante sério, mas ótimo.

    “Segundamente” Não se incomode com os leitores que dizem, ah você não colocou esse ou aquele fantástico jogo. As indicações estão boas.

    “Terceiramente” queria dizer que MapleStory tem uma versão em Português pela Level Up!, é ótimo. (Comprar cash em reais é sempre melhor…)

    Por fim, mas não menos importante, descontrair é fundamental.

    Beijos moço novo, e bem vindo.

  • junnin

    @Mari
    Eu fiz parte do Closed Beta Test do MapleBR.
    Até citei no texto, que a LU!G trouxe ele pro Brasil.
    “Algumas famosas empresas deste ramo são Level Up! Games, com LineAge II, MapleStory e mais”

  • D3s3rt

    boa, mas como você fala de maple sem falar de ragnarok, dofus, grand chase x.x, mas pra primeiro post tá bom xD ^^

  • Java

    @ junnin

    kra parar no tempo é muito coisa e evitar as modinhas é outra… por exemplo… qm qr evitar modinhas e se divertir a valer eh com tales of pirates, travian, RF, Phantasy star online e eh claro pra qm tem um pc q a nasa inveja HALO… ae vem vc, provavelmente, me perguntar que jogos são estes, alguns deles pelo menos, dae te respondo que dentre eles todos são exelentes e divertidicimos jogos online, inclusive unico com grafico fraco eh travian….

  • @junnin

    Se o cara pega vírus com arquivos de fora do serve, eles não tem culpa, se o cara que usar programas para fazer dinheiro e etc e se ferram com vírus só lamento, mais ai eles podem pegar jogando servers originais também.

    E não me leve a mal, mais o jeito que você falou parecia aquela propaganda da globo falando que dvd pirata danificava seu aparelho e que comprar eles financiava o tráfico, quer dizer que se eu fazer um dvd pirata aqui vou financiar o pó? Mais facil falar logo que não é legal fazer e pronto.

  • Entravix

    @ Diogo C Rodrigues:
    Cara, existem servers piratas que tem updaters próprios, as vezes não é nem culpa do server, mas estes updaters acabam dando algum erro de programação e fudendo com seu pc.

  • Pirani

    Otimo texto ! So uma coisa, no Mu online os servidores privados sao melhores que os servidores originais ;D
    e acontece tb com o GUNZ, pelo jogo ser p2p, manter um servidor de gunz nao é muito complicado ! Nem sempre jogar no servidor original é melhor !
    Gostaria que vc falasse tb do descaso da maioria das empresas que trazem servers e jogos pro brasil e nao cuidam bem da manutençao dos mesmo.. e de quebra tomamos ip blok nos servidores que prestam !
    Exemplo : Ijji.com vs Level UP Games !

  • junnin

    @Diogo
    Cara, você não pega vírus com servers originais, e se pegar, pode processar, porque são empresas registradas. Porém, isso não acontece com os privates, e quem pega nem pode reclamar, já que server private é ilegal.

    Além disso, alguns servers de ragnarök, se você não instalar em uma pasta separada, corroe arquivos do original e faz você ter que reinstalar pra jogar.

  • junnin

    @Java
    Cara, primeiro reclama que eu não citei, agora diz que não segue modinhas, e sim, já joguei quase todos os jogos que citou no seu comentário. Mas veih, entende, NÃO TEM como citar todos os MMORPGs num único texto.

    @Pirani
    Ótima sugestão. Em MU online existem servers privates muito bons, mas eu ainda prefiro o original. E LU!G realmente, tem um descaso IMENSO com seus jogos.

  • Dezinhorox

    lol
    cara nem se preocupe
    como você mesmo disse esse foi um post explicativo e nem adianta dar bola pros cara que dizem: “você não falou disso”
    a coluna em si tá muito boa mas precisa ser um pouco mais descontraida
    por último eu te recomendo flyff. um MMORPG muito bom no estilo ragnarok e maple com mas dá pra voar nele
    é muito legal você poder desde o inicio ir explorar todo o mundo

  • Java

    @ junnin

    não quis reclamar que você não comentou certos MMORPG ou não citou todos.. mas não citar os classicos, pow…

    PS:testo ta realmente muito bom…

  • Java

    “PS:testo ta realmente muito bom…” putamerda……..

    TEXTO*

  • Friederichs

    Cara, eu sou um fã de MMORPGS. Nunca tenho paciência para ficar jogando insanamente até conseguir leveis muitos altos.

    Altualmente o numero de MMORPGS é quase infinito… Você consegue ficar um dia todo só procurando algum que seja o que você realmente quer…

    Outra coisa, Cabal é bem conhecido cara. Você disse que joga, não? Então, só de você ver que o servidor de iniciantes vez ou outra ta lotado já é uma indicação que tem muita gente jogando.

  • Red

    vlw junin bem vindo a essa merda de BLOG.

    bem explicativo o texto, gostei. mas tu podia colocar uns links pros jogos.

    (sem paciencia de usar o google agora)

  • Ura

    A tradução mais aceita de RPG é Jogo de Interpretação de Personagem.
    Mas bota coisa longa, prefiro chamar de RPG. Fica ainda mais longo com MMO.

    De qualquer modo, MMORPGs realmente viciam mais fácil que MMOGs simplesmente pela aquisição de “poder” dentro do jogo; Você estabelece mais relações, obtém maior nível, itens, informações. Tudo isso se torna uma grande diversão apartir de certo ponto.

    Mas apesar de já ter sido um jogador assíduo de Gunbound e depois de Ragnarök e por um quase inexistente período de Perfect World; Os servidores podem tornar o jogo desprezível.

    Por exemplo, apartir de um momento o Gunbound obteve diversas vantagens pagas, a diferença de poder obtida por esses meios é absurda, não há chance pra maioria dos jogadores experientes que não tenham Gold. A maior parte dos jogadores que não compram Gold desistiram do jogo. No Ragnarök a questão é deveras ridícula. A LevelUp!Games consegue fazer prestar um serviço digno da prestação de serviços brasileira. Te deixa na mão o tempo todo, é oculta, irresponsável e intocável. Além de estar sempre atrasada e criando mais bugs pro jogo, já que o jogo vem praticamente pronto, eles só tem que traduzir… E conseguem manter erros de português por mais de 5 anos… Bom… Quando eu deixei o Ragnarök, 3 ou 4 meses antes a LUG tinha fundido os 3 servidores de jogo em um, Odin, sob a justificativa de não terem capacidade monetária de manter os 3 ao mesmo tempo.

    A justificativa nunca teve provas que não fossem contra ela.

    3 meses depois a LUG abre o servidor grátis, Thor. Que coincidência não serem capazes de manter mais de um servidor… Existem tantas opções de crescimento via dinheiro no Ragnarök no momento que um jogador de dez dias com grana pode ter o mesmo nível e poder ou até maior que um jogador assíduo de 4 anos.

    Isso destrói qualquer esforço feito anteriormente… De qualquer modo, Perfect World e os outros jogos da LUG sofrem os mesmos problemas.

    Sou contra servidores ilegais pelo lucro perdido pelos criadores do jogo, mas em alguns casos servidores piratas tem uma organização e consideração melhor que o servidor original.

    É simplesmente uma vergonha.

busca

confira

quem?

baconfrito