Batman: Earth One (DC Comics)

HQs quarta-feira, 08 de agosto de 2012 – 1 comentário

 Batman não é um herói.
Ele é apenas um homem. Falível, vulnerável e furioso.
Em uma Gotham City onde amigos e inimigos são indistinguíveis, a jornada de Bruce Wayne para se tornar o Cavaleiro das Trevas esta mais difícil que nunca. Determinado a punir o verdadeiro assassino de seus pais, e os policiais corruptos que tentarem o impedir, Wayne anseia por vingança nessa insana jornada e ninguém, nem mesmo Alfred, poderá impedi-lo.
Geoff Johns e Gary Frank (Superman: Origem secreta) se unem mais uma vez para reescreve a lenda do Batman.

(Traduzido porcamente do Amazon hohoho)

Lá pelo final de 2009, quando a DC anunciou o projeto “Earth One”, a imagem de um “Ultimate DC” não saia da minha cabeça, afinal, estávamos falando de novas origens, cronologias e a tentativa de alcançar um novo público. Por se tratar de uma nova linha, e não a cronologia original, a ideia pareceu bastante promissora, já que eu não via uma “reinvenção” do morcego há bastante tempo e também, dessa maneira, não havia um risco de cagarem a origem do Batman. Ou não? continue lendo »

Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge (The Dark Knight Rises) (Com spoilers)

Cinema quarta-feira, 01 de agosto de 2012 – 6 comentários

 Oito anos após a morte de Harvey Dent, a cidade de Gotham City está pacificada e não precisa mais do Batman. A situação faz com que Bruce Wayne (Christian Bale) se torne um homem recluso em sua mansão, convivendo apenas com o mordomo Alfred (Michael Caine). Um dia, em meio a uma festa realizada na Mansão Wayne, uma das garçonetes contratadas rouba um colar de grande valor sentimental. Trata-se de Selina Kyle (Anne Hathaway), uma esperta e habilidosa ladra que, apesar de flagrada por Bruce, consegue fugir. Curioso em descobrir quem é ela, Bruce retorna à caverna para usar os computadores que tanto lhe serviram quando vestia o manto do Homem-Morcego. Aos poucos começa a perceber indícios do surgimento de uma nova ameaça a Gotham City, personificada no brutamontes Bane (Tom Hardy). É o suficiente para que volte a ser o Batman, apesar dos problemas físicos decorrentes de suas atividades como super-herói ao longo dos anos.

Quando começaram as notícias sobre o último filme do morcego, eu decidi abrir mão de teorias e spoilers. Como eu estava meio feliz com os dois últimos resultados do Nolan, decidi entrar na onda “in Nolan we trust” e pensei despretensiosamente: “Ok Nolan, surpreenda-me”. E o maldito conseguiu [Atenção, essa merda tem spoiler. Se você não quer estragar nada, leia aqui ou aqui]. continue lendo »

O maldito escurinho do cinema

Cinema segunda-feira, 07 de maio de 2012 – 5 comentários

Quando os irmãos Lumière deram os primeiros passos para o que viria a se tornar o cinema, eles não desconfiavam o que estavam desencadeando. Tampouco imaginavam salas escuras com vários casais namorando, drive-ins com mãos bobas, Rita Lee cantando “no escurinho do cinema” ou Sandy e Júnior cantarolando “splish splash, fez o beijo que eu dei nela dentro do cinema”. Isso tudo porque em algum momento – que provavelmente não foi durante um La Sortie de l’usine Lumière à Lyon ou L’Arrivée d’un train en gare de la Ciotat – alguém pensou “Hey… Esse escuro… Esse clima…. Talvez seja uma boa ideia catar alguém aqui”. O ser em questão não sabia, mas ele estava criando um novo comportamento na sociedade. A partir daquele momento, o cinema virou um local de namoro e casais, e o famoso escurinho do cinema protagonizou vários beijos apaixonados e pegações longe dos olhares paternos. Porém, o que ninguém imaginava, é que esse comportamento viria a condenar milhares de amantes do cinema – ou nem tanto – quando a seguinte situação surgisse: Dois amigos indo ao cinema juntos. continue lendo »

Dramas de uma criança adulta

Nona Arte quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 10 comentários

Nesse exato momento estou acendendo um incenso de canela e abrindo uma cerveja. Meu sujo e grande copo de requeijão recebe agora um delicioso líquido amarelo, que, na quantidade certa, pode trazer um alívio para o meu estresse, mesmo que temporário. Tenho quase certeza que com a trilha sonora perfeita e cinco doses de café, o meu quarto com sua falta de organização meramente calculada pode me fazer ter uma experiência alucinógena estranha, e isso tiraria da minha cabeça o problema que vem me atormentando: A máscara do Homem-aranha do ovo de páscoa da Lacta não serve em mim. continue lendo »

Matinê (Marcelo Costa e Magno Costa)

HQs terça-feira, 03 de abril de 2012 – 0 comentários

Um brando de traficantes tem sua rotina interrompida pela chegada de um misterioso homem vestindo preto. Balas voando, drogas alucinógenas e um “luchador” mascarado em uma história simples e direta sobre os bons filmes de ação. Matinê tem como inspiração o bom e velho cinema de ação e aventura, com uma pitada de sangue e humor como tempero. continue lendo »

Por que Arrow pode dar certo?

Televisão quarta-feira, 28 de março de 2012 – 1 comentário

Há um tempo, a Warner anunciou que iria produzir uma série do Arqueiro Verde, algo para tapar o buraco que Smallville deixou e, consquentemente, faturar alguns obaminhas. Conhecendo a Warner, e se baseando no que foi Smallville, a conclusão óbvia é que a série será uma bosta, algo totalmente decepcionante para os fãs e com o intuito único de lucrar. Eu, como leitor de algumas fases do Arqueiro Verde, fiquei com o pé atrás, mas logo após mudei de opinião e percebi que essa pode ser, mas sem muita pretensão, uma série melhor e mais aceita que Smallville.

 continue lendo »

M.M.O.R.P.G. sem R.P.G.

Games quarta-feira, 07 de março de 2012 – 6 comentários

Massive Multiplayer Online Role-Playing Game, ou apenas M.M.O.R.P.G, eram os jogos de interpretação online em massa. Desde os mais simples, como o tão amado e odiado Tibia, até os mais completos, como World of Warcraft, esse gênero sempre atraiu – e ainda atrai – milhares de jogadores de todo o mundo, afinal, quem não quer viver uma aventura em um reino distante com magias, dragões e violência gratuita (Ou insira qualquer outro cenário)? NINGUÉM QUER… Isso mesmo, ninguém quer isso. O RPG, pelo menos no mundo online, morreu. Bem vindos a era dos M.M.O sem R.P.G.! continue lendo »

Super perguntas cretinas #2

HQs quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012 – 1 comentário

Olha só, quando eu penso que eu sou besta, vocês me surpreende e me levam a sério. Semana passada eu selecionei algumas perguntas que me fizeram ao longo da semana, e, por incrível que pareça, recebi alguns poucos e-mails e recados com mais perguntas. Algumas cretinas, outras interessantes. Vamos respondê-las: continue lendo »

Super perguntas cretinas

HQs quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012 – 4 comentários

Olá amigos e amigas, tudo bem? Que bom. Como eu já disse em alguns outros textos, eu não sou um cara cheio de amigos fãs da nona arte. Isso resulta em poucos diálogos e discussões em minhas aventuras em bares e festas. O que poderia ser uma discussão saudável de 5 horas com o tema “qual personagem é a mais gostosa?”, acaba virando perguntas cretinas do tipo “cara, eu sempre tive uma dúvida…”. Então hoje, no auge da falta de assunto, selecionei algumas perguntas feitas nessa última semana e decidi responde-las. continue lendo »

John Lennon – Um tiro na porta de casa (V&R)

HQs quinta-feira, 09 de fevereiro de 2012 – 0 comentários


A história de uma das maiores estrelas do rock agora em quadrinhos. Junto com os Beatles, John Lennon revolucionou a história da música e do comportamento. Suas canções foram ouvidas em todos os cantos do planeta e ajudaram a criar um verdadeiro mito. Sua vida, porém, foi interrompida prematuramente por um lunático, revelando assim a face cruel da idolatria criada pela indústria musical. O fim trágico de Lennon talvez tenha sido o arremate amargo de uma existência cheia de som e fúria.

Quando fiquei sabendo de uma história em quadrinhos do John Lennon, quase no final de 2011, eu fiquei animado com o possível material, afinal, seria a junção de duas coisas que gosto: Quadrinhos e Beatles. Minha única experiência com essa mistura tinha sido o Pequeno Livro dos Beatles, que eu achei sensacional. Embora esse material tenha despertado um desejo em mim, deixei-o de lado, mas felizmente, em um amigo secreto de natal, ganhei essa graphic novel de presente. continue lendo »

busca

confira

quem?

baconfrito