Sobre o que estou assistindo no momento – Séries de TV

Televisão quinta-feira, 30 de agosto de 2012 – 0 comentários

Desde que eu dei um tempo nos livros, meu tempo de lazer praticamente se resumiu a ver filmes e séries. Então, resolvi compartilhar com vocês as minhas impressões sobre cada uma dessas coisas que vem ocupando meu tempo vago, começando pelas séries. Vamos lá. continue lendo »

E as comédias?

Cinema sexta-feira, 03 de agosto de 2012 – 16 comentários

Tão tá, sejamos sinceros. Sempre na vida, dentro daquilo que você curte muito, vai ter algo que você não curte tanto assim. Ficou confuso? Eu explico. Pela milésima vez aqui, vou reafirmar o quanto eu gosto de cinema, porém, a sétima arte por si só é extensa e possui gêneros, enfoques, regionalismos, intenções diferentes. Dentro do tema, não é tudo que eu gosto. E hoje eu não estou falando de um filme específico, estou generalizando mesmo. Por quê? O gênero comédia é uma coisa que me broxa. E nem adianta me olhar desse jeito, afinal eu não estou sozinha nessa. Os machos aqui do Bacon também expuseram a opinião e o resultado não foi muito diferente. Na verdade, eu até desafio você que tem um tesão estranho em arranjar defeito em cada texto desse site alguém a me converter. E pra você que vai citar Adam Sandler, Will Ferrel, Ben Stiller, eu só tenho algo a dizer:

 continue lendo »

Filmes definitivos

Cinema segunda-feira, 05 de dezembro de 2011 – 10 comentários

Então, uns dias atrás semana passada no meu último texto aqui no Bacon, eu falei que o Era Uma Vez no Oeste era o western definitivo. E isso me fez pensar, quais seriam os filmes definitivos de cada gênero? Quais aquelas obras que atingiram um nível de excelência tão alto no que se propuseram que o gênero poderia ter acabado ali, e tudo o que veio depois foi uma tentativa fracassada de imitá-las? Para responder essas questões, como cês já devem ter percebido, vem aí uma lista básica desses filmes. continue lendo »

Meu gosto por desenhos bizarros

Televisão quarta-feira, 24 de março de 2010 – 19 comentários

Desenhos bizarros é uma definição meio genérica, já que considerar algo fora do comum por mim, não pode ser considerado por você.

Ok, ficou esquisito, vamos ver o que o Houaiss tem a dizer:


    Uso: informal.
    que é esquisito, estranho, excêntrico

    Etimologia
    esp. bizarro (sXVII) ‘varonil, guapo, generoso’; a acp. ‘estranho, esquisito’ por infl. do fr. bizarre (sXVI) ‘extravagante’; o voc. provém do it. bizarro ‘furioso, fogoso’, formado de bizza ‘cólera, ira’, prov. de orig. onom. + -arro suf. aum. pej.; ver bizarr-; f.hist. a1595 bisaro, 1679 bizarra.

continue lendo »

Lançamentos da Semana – 06 a 12 de out.

Games segunda-feira, 05 de outubro de 2009 – 5 comentários

Semana eqüilibrada, sem muita porcaria, com jogos bons bem distribuidos entre suas categorias e consoles.

Operation Flashpoint: Dragon Rising – 06, out. 2009 (X360, PS3, PC)

XBox 360 | Playstation 3 | Nintendo Wii

Um FPS de guerra em que estratégia conta muito, isso é raro… Existe, mas é raro.
continue lendo »

Os desenhos da MTV

Televisão quarta-feira, 29 de julho de 2009 – 9 comentários

Um canal que já foi alguma coisa e que sempre prestigiou animações de qualidade, intercalando com seus famosos clipes e sua programação variada voltada para jovens que, teoricamente, gostavam de música.

Assim podemos definir a MTV Brasil.

Tirando sua programação normal – que já foi muito boa – pode-se dizer que a MTV foi a pioneira no que diz respeito a desenhos adultos.

continue lendo »

Os anti-heróis dos desenhos animados

Televisão quarta-feira, 18 de março de 2009 – 12 comentários

O DJ Raphael Mendes, aka Bobagento, mandou uma sugestão interessante para a coluna desta semana.

Listar os maiores anti-heróis da ficção.

Anti-herói é aquele cara que, ao contrário do herói bonzinho cagão – tipo Superman – faz as coisas do jeito lhe convém e de acordo com seus interesses, objetivos ou o que quer que seja para cumprir sua missão, independente se os métodos que usarão são ou não tolerados pela sociedade, como o Batman e Wolverine.

Geralmente são movidos pelo egoísmo, vaidade e qualquer coisa que não seja a visão principal do herói, que é ajudar o próximo.

Anti-heróis são complexos pelo simples fato de que tanto podem ser os heróis como os vilões da história, de certa forma criando uma empatia com o público, que, dependendo da situação, torcem por ele independente de ser o personagem principal, herói ou vilão.

continue lendo »

confira

quem?

baconfrito