Sobre o que estou assistindo no momento – Séries de TV

Televisão quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Desde que eu dei um tempo nos livros, meu tempo de lazer praticamente se resumiu a ver filmes e séries. Então, resolvi compartilhar com vocês as minhas impressões sobre cada uma dessas coisas que vem ocupando meu tempo vago, começando pelas séries. Vamos lá.

South Park – Episódios Aleatórios

Assistir South Park é, com certeza absoluta, a atividade mais prazerosa que ocupa meu ócio diário. A série, criada inicialmente em cartolina pelos amigos Trey Parker e Matt Stone, e que é exibida nos canais VH1 e Comedy Central, é o que há de melhor na televisão em termos de humor negro hoje em dia. A série também é conhecida por ultrapassar os limites do humor convencional seja com qualquer grupo étnico, religioso ou nacionalidade. Sério, eles zoam negros, brancos, índios, americanos, mexicanos, deficientes, não-deficientes, deficientes de nascença, filmes, programas de tv… TUDO.

E por isso que a série é genial, porque a ideia é somente fazer rir, desde piada pronta até a anedota extremamente elaborada, usando inversão de papéis, crítica social e intertextualização. E isso faz com que qualquer pessoa no mundo assista e dê boas risadas (Menos o Pizurk, que não assiste episódio nenhum e acha que o desenho só faz piada com bosta e vômito).

Dicas de episódios: A Trilogia dos Heróis, composta pelos episódios 11, 12 e 13 da 14ª temporada, Coon 2: Hindsight, Mysterion Rises, e Coon vs. Coon & Friends, respectivamente, onde eles zoam Watchmen, The Dark Knight, Justin Bieber e várias outras coisas.

P.S.: Eric Cartman é o personagem mais foda da face da Terra, e fora dela também.


Infelizmente, não consegui os episódios 11 e 13 dublados.

Mad Men – 2ª Temporada

Mad Men (Como eram conhecidos os profissionais de publicidade dos anos 50 e 60, pois trabalhavam na Madison Avenue, em Manhattan) conta a história de Donald Draper, o talentoso, confiante e persuasivo diretor de criação da agência de publicidade Sterling Cooper, um cara com o passado misterioso, pai e marido exemplar de uma linda família, e por outro lado um homem cheio de amantes. Qualquer um ligado a publicidade e propaganda gosta de Mad Men de cara, e quem não é do ramo é facilmente atraído pelos lindamente ambientados anos 60.

Com atuações, desenvolvimento de personagens, direção de arte, e roteiro no nível de cinema, a série é uma boa pedida pra quem quer fugir de filmes longos (Cada episódio dura em média 45 minutos), mas sem perder as qualidades dos mesmos, e ainda apreciar uma ótima história regada a cigarros, dry martinis e whisky, publicidade, belas mulheres (Christina Hendricks, casa comigo?) e anos 60, Mad Men é a pedida.

Californication – 1ª Temporada

Hank Moody é um escritor de beberrão e recém-separado e que mora em Los Angeles a contra gosto (Ele ama Nova Iorque), vivido pelo ator David Duchovny (Aquele de Arquivo X). Porém, mesmo sempre se dando bem com a mulherada, Hank ainda é completamente apaixonado pela ex-namorada, Karen, com quem teve a Becca, filha do casal, que na série tem 12 anos.

O seriado se resume a tentativa de Hank de reconquistar a ex-namorada, enquanto se envolve casualmente com outras mulheres e se mete em várias enrascadas por conta de sua personalidade forte. Cada episódio tem sua bose dose de humor, drama e romance (Que eu confesso, é a pior parte da série, mas nada que faça deixar de querer assistí-lo). Ótima opção para desligar o cérebro por alguns minutos e descansar.

Leia mais em: , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito