Constantine, John Constantine, asshole!

Cinema quarta-feira, 14 de abril de 2010 – 15 comentários

O nebuloso filme Constantine apareceu em 2005, sob direção de Francis Lawrence. Mas muito antes disso a história já fazia (E ainda faz) sucesso entre aqueles que adoram uma putaria fãs dos quadrinhos mais adultos. John Constantine é, na verdade, o personagem principal da revista em quadrinhos Hellblazzer da DC Comics, surgida no fim dos anos 80. O sucesso é fácil de se explicar: A história conta a aposta entre Deus e o Diabo pelas almas da Terra. A aposta, porém, conta com algumas regras como, por exemplo, a não interferência física nas decisões humanas. É permitida somente a influência mental feita pelos mestiços – “assessores” do Céu ou do Inferno que trabalham no recrutamento de almas. Constantine, no meio disso tudo é um exorcista/ocultista/mago que, depois de muita cagada, truques e blefes, conquista inimigos nos três mundos que convivem entrelaçados: O Céu, o Inferno e a Terra. Como se não bastasse, John é um suicida fracassado com bilhete VIP para a casa do capeta. Mas, interesseiro como é, tenta comprar sua entrada no Céu capturando mestiços que perturbem o sensível equilíbrio dessa barganha entre Deus e o diabo. continue lendo »

Os famosos remakes!

Cinema quarta-feira, 24 de março de 2010 – 18 comentários

Queridos leitores,

Como já adiantado pelo chefinho Pizurk, foi contratado um grupo de estagiários aqui pro Bacon [Nota do editor: Que inclusive iniciam textos como quem escreve uma carta]. E agora estamos desempenhando a função, sofrendo horrores, com testes psicológicos, físicos, servindo café com cuspe, bolachinhas, adulando os macacos velhos da equipe e claro, tentando conquistar vocês leitores que fazem a audiência deste site.

Meu nome é Jade Melina Zamarchi, tenho 19 anos e sou de Foz do Iguaçu, no Paraná. Vou falar aqui de cinema e tudo que eu ache bacana relacionado a isso. Gosto de opiniões complementares e diferentes, por isso não se acanhe se porventura você achar uma merda o que eu escrevi não concordar comigo, a caixa de comentários ta aí pra isso. continue lendo »

Avatar – Por que caralhos vocês queriam que o filme fosse chato?

Cinema segunda-feira, 22 de março de 2010 – 27 comentários

Eu sempre gosto de falar sobre um assunto quando todo mundo já está cansado dele. Isso só mostra o quanto eu estou cagando pra vocês. Mas isso não vem ao caso, lógico.

Não farei uma resenha de Avatar, já fizeram isso por aqui. Eu só queria entender por que CARALHOS vocês, cults ou críticos de merda, queriam que Avatar fosse um filme chato. POR QUÊ?!

 PORRA, cê não era azul, mano?

continue lendo »

Overdose Adaptações: Os Melhores do Mundo

Cinema quinta-feira, 24 de julho de 2008 – 1 comentário

Mais um vídeo de Sandy Corolla, o mesmo de Batman: Sem Saída. Desta vez o cara juntou Batman e Superhomem em um trailer bem legal:

Citando o Wil, do My Name Is (quem cedeu o vídeo), porque diabos esses caras não são contrados pra fazer as adaptações para o cinema?

Overdose Adaptações: Batman: Sem Saída (Batman: Dead End)

Cinema quinta-feira, 17 de julho de 2008 – 5 comentários

Batman: Sem Saída é um curta de 7 minutos considerado o melhor filme do Batman. E eu concordo.

O final ficou realmente intrigante, mas eu diria que acaba na hora certa. Sandy Corolla foi o produtor, e o orçamento foi de apenas 30 mil dólares. O filme não é conhecido pela DC Comics, então ficou pro portfólio de Corolla.

O vídeo e as informações, é claro, foram retirados do My Name Is.

Introdução ao cinema trash

Cinema segunda-feira, 30 de julho de 2007 – 2 comentários

Que tipo de site com seção de filmes não tem nenhum post sobre cinema trash? Um absurdo, isso, devo dizer. Aproveitando o post, aliás, eu vou inaugurar também as TRILOGIAS, aqui.

E qual trilogia deveria abrir as portas para o trash por aqui? Evil Dead, é claro!

Tudo começa quando um grupo de jovens (sempre eles, tsc) encontra, em uma cabana na floresta, uma fita com trechos do Necronomicon gravados. A evocação traz cramunhões encapetados pra floresta, que saem matando todo mundo, e… enfim, vejam o filme.

Evil Dead introduz talvez o personagem mais carismático e “badass” de todos os filmes de horror trash: Ash Williams. Nos três filmes, lá está ele, munido de sua espingarda e sua motosserra, pra DESOSSAR zumbis.

Enfim, passada a enrolação, posso falar da grande pérola da trilogia: O terceiro filme (Evil Dead – Army of Darkness). O filme é praticamente uma sátira ás superproduções hollywoodianas. Ash, nesse filme, volta á idade média, quando as profecias falavam sobre alguém que viria deter o exército dos Deadites. A idéia do filme foi do caralho, o final original é mais do caralho ainda (o alternativo é legal, mas não chega nem perto) e o filme em si é do caralho. Só esse post que foi uma merda, mas isso muda com o tempo.

confira

quem?

baconfrito