Fuse (Julianna Baggott)

Livros segunda-feira, 01 de julho de 2013 – 3 comentários

Tem gente que realmente não aprende com os erros. Lembra de tudo o que eu reclamei sobre a primeira parte da trilogia Puros? Então. Tirando a parte da tradução mal feita, tá praticamente igual.

Mas puta merda, como eu quero ler o terceiro volume logo! continue lendo »

O Filho de Rosemary (Ira Levin)

Livros segunda-feira, 27 de maio de 2013 – 5 comentários

O Filho de Rosemary é a continuação do livro O Bebê de Rosemary. E se você não sabia que o magnífico, incrível e perfeito filme de Roman Polanski é adaptação da obra de Ira Levin, parabéns: Você é tão desprezível e ignorante como eu. Quase tive um treco ao descobrir, porque nunca tinha ouvido falar do autor e, quando ouvi, ainda achei que, pela forma de escrever, se tratava de uma mulher. No mais, me contentei em ler apenas a sequência, porque meu medo de que o livro de alguma forma estraguasse minha ótica sobre o filme foi maior do que a curiosidade. continue lendo »

Drácula (Bram Stoker)

Livros segunda-feira, 01 de abril de 2013 – 7 comentários

Eu ia começar esse post me desculpando por ter demorado tanto pra ler o Drácula e tal, só que aí eu vi que o Bacon não tem uma mísera resenha desse negócio, então me considero automaticamente perdoado. Mas o fato é que isso só confirma a suspeita de que muita gente que critica essa nova ~literatura vampirística~ em prol do ~vampiro de verdade~ nunca leu a obra mor do gênero e, portanto, não saca de porra nenhuma. Porque o Drácula não representa nada disso aí não, galera. Quer dizer, até representa sim, mas não do jeito que vocês tão pensando.

 Nosferatu, melhor adaptação não autorizada.

continue lendo »

Ardil-22 (Joseph Heller)

Livros segunda-feira, 20 de agosto de 2012 – 1 comentário

Existem livros bons. Existem livros médios, livros ruins e livros do Paulo Coelho. Mas também existem aqueles que possuem algo de especial. Os quais você começa por acaso e deixa o livro que estava lendo antes de lado até acabar, seja ele bom, médio ou ruim. E continua não lendo o do Paulo Coelho. O Ardil-22 é uma dessas obras. E ele se sobressai por vários motivos. Mas principalmente, por ser absurdamente engraçado. Na verdade, eu não lembro de já ter lido um livro tão engraçado. Ah, sim, tem o Pulp, do Bukowski. Sério, leiam lá também. Mas antes, falemos do único ardil que havia, o Ardil-22. continue lendo »

Um Conto de Natal (Charles Dickens)

Livros segunda-feira, 06 de agosto de 2012 – 3 comentários

Faltando muitos e muitos dias para o Natal e poucas horas para eu deixar um texto em PR para amanhã, nada mais justo que falar um pouco sobre o Natal, e o que melhor que isso que uma das estórias mais famosas dos últimos 150 anos?

 continue lendo »

O Trono do Sol (S.L. Farrell)

Livros terça-feira, 19 de junho de 2012 – 5 comentários

Depois de algum tempo aguentando histórias de zumbis – ou qualquer outro tipo de apocalipse, até aliens – a moda agora é esse tipo de ficção, onde grupos de famílias disputam o poder numa região. Ou seja, um tipo de história mais adulta, que apesar de conter magia e sobrenatural, foca mesmo nos embates políticos, guerras e sexo, especialmente a variação lésbica. Sério, hoje em dia livros de luzinhas mágicas fazendo ZUIN ZUIN perderam o pudor totalmente e qualquer protagonista vai copular miseravelmente em alguma página. Na maioria das vezes, mais de 25 duas. Mas enfim, divago.

Quis me referir a Guerra dos Tronos e até mesmo às Crônicas do Matador de Rei, que cê pode ler sobre aqui ó. continue lendo »

O Nome do Vento (Patrick Rothfuss)

Livros quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012 – 4 comentários

Depois de uma enxurrada de lançamentos de livros e filmes – Harry Potter, Crepúsculo, Percy Jackson – e até mesmo da repaginada dos clássicos da literatura – Senhor dos Anéis e Nárnia – dedicados ao público infanto-juvenil, era mais do que hora de dar ao público adulto o mesmo tipo de diversão: Luzinhas mágicas voando pra todo lado A ficção fantástica, impulsionada principalmente pelas adaptações cinematográficas dos maiores sucessos literários.

 ALO

continue lendo »

1984 (George Orwell)

Livros terça-feira, 21 de fevereiro de 2012 – 3 comentários

Bom, essa é a minha primeira resenha/opinião aqui no Bacon. É uma resenha porque vou falar de um livro, mas é também opinião/devaneio porque eu fiquei pensando muito depois que li o livro e queria compartilhar isso com alguém. Espero que entendam que esse é o meu ponto de vista sobre o livro. O que quer dizer que vai ser diferente da opinião de muita gente, o que não quer dizer que a minha opinião seja melhor ou pior que a de ninguém (É, estou tentando não ser muito xingada nos comentários, se é que isso aqui vai ter algum).

 A capinha do livro (Dá pra ter uma ideia do esperar por esses olhos todos).

continue lendo »

O Mágico de Oz (Lyman Frank Baum)

Livros quarta-feira, 16 de novembro de 2011 – 2 comentários

Feriado é feriado, e eu, como todo bom procrastinador, aproveito meus feriados para fazer coisas que não fazem com que eu queira matar alguém, o que me levou (Hoje, dia 15) à ler o grande clássico O Mágico de Oz, e vou dizer, as coisas eram melhores antigamente porque as crianças não eram iludidas com histórias legais.

 Where the dogs of society howl.

continue lendo »

A Bíblia do Diabo (Richard Dübell)

Livros terça-feira, 20 de setembro de 2011 – 0 comentários

Criado no século XIII, o Codex Gigas é o maior manuscrito medieval de que se tem notícia no mundo. Seu conteúdo traz uma ilustração do próprio demônio, o que o tornou conhecido como a Bíblia do Diabo e faz com que até hoje sua existência seja rodeada de mistérios. Sua fama é de que é capaz de trazer poder a quem conseguir colocar as mãos nele. Várias questões rodeiam sua criação: Quem o escreveu? Por que foi escrito? Perguntas que dão origem à trama criada por Richard Dübell. Mistério, romance e suspense permeiam a narrativa sobre a busca pelo manuscrito por cristãos e não-cristãos, evidenciando até onde um ser humano pode ir levado por sua ambição pelo poder. continue lendo »

busca

confira

quem?

baconfrito