Não achei nenhuma citação legal pro título

Livros segunda-feira, 14 de maio de 2012 – 4 comentários

Tem quase dez meses que fiz um post totalmente descompromissado, e bem, como já disse algumas vezes, tinha certeza absoluta que não daria em nada, e que como tantos outros posts (Não só meus) ficariam esquecidos nos arquivos do Bacon… Mas eu estava errado. Estava errado, e BEM errado: Foi um dos meus posts de maior “sucesso”, além de me ocupar por um bom tempo. Mas creio que chegamos no ponto que eu achei que seria o início.

 continue lendo »

Grau 26: Origem do Mal (Anthony E. Zuiker)

Livros sexta-feira, 11 de maio de 2012 – 2 comentários

Sou fã do gênero policial. Um dos primeiros livros que eu lembro de ter lido era um do Sidney Sheldon, sobre um assassino de mulheres que só conseguia matar se estivesse chovendo se alguém conhece, favor avisar. Sempre achei incrível como os personagens eram feitos nesse tipo de ficção, de como cada motivação e transtorno mental se uniam pra levar pessoas ao ato de desespero. Sem falar na parte científica, do raciocínio, enfim. A única coisa que não me desce a goela é CSI e seus derivados. Ou seja, aquelas histórias inconsistentes, cheias de falhas na narrativa e apelações tecnológicas. Bones é legal por ser simples e despretensioso. Enfim, o que me atraiu nessa série, Grau 26, tinha sido a atmosfera de doença, como se o livro fosse se desenrolar num thriller show de bola.
E tudo isso acontece. Só que ao contrário. continue lendo »

O Sobrevivente (Chuck Palahniuk)

Livros segunda-feira, 07 de maio de 2012 – 12 comentários

Um dos problemas pessoais que carrego é a incapacidade de entender certas coisas: Baseball, calças rasgadas, mulheres estatística e Clube da Luta. Quero dizer, entendo a coisa toda do maluco ser problemático, de querer apanhar e tudo mais, mas definitivamente não entendo o porquê da galera gostar tanto assim daquele troço, sendo que não faz o menor sentido você criar um clube e se culpar pelas merdas que você faz com o clube, enquanto você come a mulher e não cuida do clube, pra tudo explodir no final.

 Devo admitir entretanto: Atuações fodas.

E foda-se se isso é spoiler. continue lendo »

Mostre Seu Bacon… Primeira edição!

Livros terça-feira, 17 de abril de 2012 – 6 comentários

Tem uns dias que publicamos isso aqui, o post explicativo acerca da campanha Mostre Seu Bacon. Caso você seja preguiçoso, a coisa é assim: Cê tira uma foto com um filme/álbum/livro/série/jogo/HQ, manda pra página do Bacon no Facebook e semanalmente, escolheremos uma foto para ganhar, inteiramente digratis, um texto aqui. E, sem mais delongas, o Oscar vai para o PRIMEIRO MSB vai para continue lendo »

Crime e Castigo (Fiódor Dostoiévski)

Livros sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 5 comentários

Crime e Castigo é uma dessas obras literárias eternas, uma verdadeira força concisa saída da cabeça de um homem: Fiódor Dostoiévski. Impressionante é a quantidade enorme de verdades, sabedoria e inteligência contidas naquelas páginas, nos vãos que se formam na história de um jovem assassino e suas duas vítimas. Enfim. Fiquem conosco no nosso programa de hoje, com um pouco sobre um dos melhores livros que já li. Ah, e tomem cuidado, marujos: Pode haver spoilers (Mas não muitos, acalmem-se).

 Pryestupleniye i nakazaniye, ou Crime e Castigo, em uma publicação de 1867.

continue lendo »

Krabat (Otfried Preussler)

Livros quarta-feira, 28 de março de 2012 – 0 comentários

Sabe quando você entra numa livraria sem procurar nada de especial, e acaba se deparando com um livro que, de início parece sem potencial, mas se revela maravilhoso depois? Então, não foi isso que aconteceu comigo e Krabat, um livro de tanto sucesso que acabou sendo distribuído di grátis pra praticamente todas as crianças em uma excursão à bienal do livro, em meados de 2003, junto de outros brindes como livros de colorir e giz de cera. Infelizmente, passou uns bons três anos perdido e empoeirado na minha estante antes de ser lido. continue lendo »

Guerra dos Tronos – História substancial e complexa ou muita enrolação?

Livros quinta-feira, 22 de março de 2012 – 9 comentários

Guerra dos Tronos percorreu um caminho turbulento. Chegou quietinha no início do milênio, como quem não quer nada, pra estourar ano passado ao ser adaptada pra TV pela HBO. Muito sangue, mulher pelada, luzinhas mágicas voando pra todo lado e mais outros elementos importantes levaram, com a ajuda da já citada série pra TV, cada livro publicado à lista de mais vendidos do New York Times – e de onde não saíram ainda.

 A Sophie Turner, querida Sansa Stark, ajudou no sucesso, óbvio. Mas tira o olho que ela acabou de fazer dezesseis anos.

continue lendo »

Sobre o problema de emprestar livros

Livros segunda-feira, 19 de março de 2012 – 6 comentários

Eu, assim como vocês, queridos leitores, tenho uma estante em meu quarto recheada de livros que passaram pela minha vida e que eu decidi guardar. Sabe como é, as vezes queremos relê-los. E, assim como todo mundo, também já cometi o erro crasso de querer emprestar para que algum amigo sentisse as sensações que senti quando o lia. Livros como Cartas na Rua, de Charles Bukowski; Crimes na Rua Morgue, de Edgar Allan Poe; Porno, de Irvine Welsh; Clube da Luta, de Chuck Phalaniuk e 1984, de Geroge Orwell, que me transportaram para lugares distantes e fantásticos, vidas que nunca vivi ou viverei, em algumas das melhores viagens que já fiz sem sair da minha casa. Infelizmente, já julguei que seriam livros ideais para serem emprestados à amigos meus, como o fiz com Pé na Estrada, de Jack Kerouac, emprestado a 5 anos a um amigo, que imaginei ainda não ter sido contagiado pelo vício da literatura. É, tudo isso parece muito bonito, se não fosse por um detalhe: Esses livros nunca mais retornaram à minha estante, e eu sequer sei se eles foram apreciados e se o objetivo foi cumprido. Aprendi com isso uma coisa: Só empreste aquilo com que puder presentear.

 Larga!

continue lendo »

Foto do futuro

Contos terça-feira, 13 de março de 2012 – 5 comentários

– Então… Agora há pouco eu estava andando, vindo aqui pra sua casa, quando alguém se aproximou de mim. Um sujeito estranho. Sobretudo preto, cabelo bem penteado, me cumprimentou tirando o chapéu, carregando uma coisa que parecia uma câmera. Parecia, sei lá, um fotógrafo dos anos 50. Ele parou perto de mim ali na rua, ali na esquina, é. Perto da padaria. Lembrando agora, eu não o achei suspeito sabe. Só era esquisito. Tinha uma coisa nos olhos, que não dava pra ver muito bem. O chapéu e a luz do poste não ajudavam. Tinha gente na padaria, não achei também que fosse nenhum perigo.

A mulher parou, olhando pro rosto do namorado enquanto ele narrava os tais fatos. Não se aliviou, e a história estranha pedia questões: -Assim, na chuva? continue lendo »

Protocolo Bluehand: Alienígenas (Eduardo Spohr, Alexandre Ottoni e Deive Pazos)

Livros segunda-feira, 12 de março de 2012 – 1 comentário

Já faz um tempo desde o lançamento, mas só agora li Protocolo Bluehand: Alienígenas, e bem, este post vai ser um tapa na cara de muito ““““nerd”””” idiota por aí, já que se você procurar por outras resenhas da coisa, se deparará com as decentes e as feitas por fãs, e, meus caros, todo fã é idiota, principalmente se tem internet no meio.

 continue lendo »

confira

quem?

baconfrito