Krabat (Otfried Preussler)

Livros quarta-feira, 28 de março de 2012 – 0 comentários

Sabe quando você entra numa livraria sem procurar nada de especial, e acaba se deparando com um livro que, de início parece sem potencial, mas se revela maravilhoso depois? Então, não foi isso que aconteceu comigo e Krabat, um livro de tanto sucesso que acabou sendo distribuído di grátis pra praticamente todas as crianças em uma excursão à bienal do livro, em meados de 2003, junto de outros brindes como livros de colorir e giz de cera. Infelizmente, passou uns bons três anos perdido e empoeirado na minha estante antes de ser lido. continue lendo »

Guerra dos Tronos – História substancial e complexa ou muita enrolação?

Livros quinta-feira, 22 de março de 2012 – 9 comentários

Guerra dos Tronos percorreu um caminho turbulento. Chegou quietinha no início do milênio, como quem não quer nada, pra estourar ano passado ao ser adaptada pra TV pela HBO. Muito sangue, mulher pelada, luzinhas mágicas voando pra todo lado e mais outros elementos importantes levaram, com a ajuda da já citada série pra TV, cada livro publicado à lista de mais vendidos do New York Times – e de onde não saíram ainda.

 A Sophie Turner, querida Sansa Stark, ajudou no sucesso, óbvio. Mas tira o olho que ela acabou de fazer dezesseis anos.

continue lendo »

Sobre o problema de emprestar livros

Livros segunda-feira, 19 de março de 2012 – 6 comentários

Eu, assim como vocês, queridos leitores, tenho uma estante em meu quarto recheada de livros que passaram pela minha vida e que eu decidi guardar. Sabe como é, as vezes queremos relê-los. E, assim como todo mundo, também já cometi o erro crasso de querer emprestar para que algum amigo sentisse as sensações que senti quando o lia. Livros como Cartas na Rua, de Charles Bukowski; Crimes na Rua Morgue, de Edgar Allan Poe; Porno, de Irvine Welsh; Clube da Luta, de Chuck Phalaniuk e 1984, de Geroge Orwell, que me transportaram para lugares distantes e fantásticos, vidas que nunca vivi ou viverei, em algumas das melhores viagens que já fiz sem sair da minha casa. Infelizmente, já julguei que seriam livros ideais para serem emprestados à amigos meus, como o fiz com Pé na Estrada, de Jack Kerouac, emprestado a 5 anos a um amigo, que imaginei ainda não ter sido contagiado pelo vício da literatura. É, tudo isso parece muito bonito, se não fosse por um detalhe: Esses livros nunca mais retornaram à minha estante, e eu sequer sei se eles foram apreciados e se o objetivo foi cumprido. Aprendi com isso uma coisa: Só empreste aquilo com que puder presentear.

 Larga!

continue lendo »

Foto do futuro

Contos terça-feira, 13 de março de 2012 – 5 comentários

– Então… Agora há pouco eu estava andando, vindo aqui pra sua casa, quando alguém se aproximou de mim. Um sujeito estranho. Sobretudo preto, cabelo bem penteado, me cumprimentou tirando o chapéu, carregando uma coisa que parecia uma câmera. Parecia, sei lá, um fotógrafo dos anos 50. Ele parou perto de mim ali na rua, ali na esquina, é. Perto da padaria. Lembrando agora, eu não o achei suspeito sabe. Só era esquisito. Tinha uma coisa nos olhos, que não dava pra ver muito bem. O chapéu e a luz do poste não ajudavam. Tinha gente na padaria, não achei também que fosse nenhum perigo.

A mulher parou, olhando pro rosto do namorado enquanto ele narrava os tais fatos. Não se aliviou, e a história estranha pedia questões: -Assim, na chuva? continue lendo »

Protocolo Bluehand: Alienígenas (Eduardo Spohr, Alexandre Ottoni e Deive Pazos)

Livros segunda-feira, 12 de março de 2012 – 1 comentário

Já faz um tempo desde o lançamento, mas só agora li Protocolo Bluehand: Alienígenas, e bem, este post vai ser um tapa na cara de muito ““““nerd”””” idiota por aí, já que se você procurar por outras resenhas da coisa, se deparará com as decentes e as feitas por fãs, e, meus caros, todo fã é idiota, principalmente se tem internet no meio.

 continue lendo »

Os homens que não amavam as mulheres (Novamente)

Livros sexta-feira, 09 de março de 2012 – 3 comentários

Motivado pelo Dia Internacional da Mulher, resolvi escrever um pouco sobre o livro Os Homens que Não Amavam as Mulheres, que recentemente terminei de ler. Não irei fazer uma resenha, pois tanto filme quanto livro já foram resenhados aqui no Bacon, então trata-se de um texto mais de opinião e divagações de minha parte como se alguém se importasse com qualquer coisa que eu diga. Aviso de antemão que, apesar de não entregar nada do texto em si, certas partes podem conter spoilers. E outra coisa, falo exclusivamente do livro, porque não assisti o filme, que pelo que sei, possui duas versões.

 Capinha bacanosa do livro

continue lendo »

O Nome do Vento (Patrick Rothfuss)

Livros quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012 – 4 comentários

Depois de uma enxurrada de lançamentos de livros e filmes – Harry Potter, Crepúsculo, Percy Jackson – e até mesmo da repaginada dos clássicos da literatura – Senhor dos Anéis e Nárnia – dedicados ao público infanto-juvenil, era mais do que hora de dar ao público adulto o mesmo tipo de diversão: Luzinhas mágicas voando pra todo lado A ficção fantástica, impulsionada principalmente pelas adaptações cinematográficas dos maiores sucessos literários.

 ALO

continue lendo »

1984 (George Orwell)

Livros terça-feira, 21 de fevereiro de 2012 – 3 comentários

Bom, essa é a minha primeira resenha/opinião aqui no Bacon. É uma resenha porque vou falar de um livro, mas é também opinião/devaneio porque eu fiquei pensando muito depois que li o livro e queria compartilhar isso com alguém. Espero que entendam que esse é o meu ponto de vista sobre o livro. O que quer dizer que vai ser diferente da opinião de muita gente, o que não quer dizer que a minha opinião seja melhor ou pior que a de ninguém (É, estou tentando não ser muito xingada nos comentários, se é que isso aqui vai ter algum).

 A capinha do livro (Dá pra ter uma ideia do esperar por esses olhos todos).

continue lendo »

O problema dos bons livros

Livros segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012 – 14 comentários

Você já deve ter lido, assistido ou até mesmo passado por algo que achou incrivelmente foda. Bem, pessoalmente, já li boas coisas, vi uns ou outros filmes e séries legais e já me fodi algumas vezes, o que garantirá algumas histórias para os meus netos, e isso tudo é uma maravilha, mas nada é perfeito, principalmente as boas coisas.

 Não achei uma imagem legal pra por aqui.

continue lendo »

Crônicas Vegetarianas

Livros terça-feira, 24 de janeiro de 2012 – 10 comentários

Churrascão. Picanha, maminha, linguiça, alcatra, coraçãozinho, costela, contra-filé, farofa. Galera reúnida, churrasqueira absurdamente quente, cerveja e refrigerante (Ambos gelados), música, debates de futebol, política, trabalho e o que a namorada do Alfredo está vestindo. Daqueles de fazer inveja para os vizinhos, atrapalhar o trânsito e tudo mais.

 NUNCA, DE JEITO NENHUM, JAMAIS desse jeito.

Como em todo churrasco que se preze, a galera estava se divertindo, as carnes saíam em intervalos regulares, de mal passada até “no ponto”, graças ao inegável talento de Seu Arlindo, dono da casa, dono da churrasqueira e pai do dono das cervejas. Entre conversas, debates, tentativas (Felizmente) isoladas de ligar o karaokê, peladas, mergulhos e reposições de gelo chega a notícia: Fernando chegou. continue lendo »

busca

confira

quem?

baconfrito