Descaso das distribuidoras incentiva pirataria?

Primeira Fila sexta-feira, 31 de agosto de 2007 – 4 comentários

Nas últimas semanas correu a notícia que os camêlos do Rio de Janeiro já possuíam em seu “acervo de venda” o filme nacional Tropa de Elite, de Eliseu Padilha (diretor do ótimo documentário ԝnibus 174). Padilha comentou que esta seria uma das primeiras montagens suas para o filme que acabou vazando, no entanto já foram presos os responsáveis pelo vazamento da cópia. Tropa de Elite é um filme policial sobre o B.O.P.E. (Batalhão de Operações Especiais), que combate o tráfico de drogas nos morros do Rio de Janeiro. No elenco, Wagner Moura e Caio Junqueira. Com esta notícia, a distribuidora Paramount resolveu antecipar o lançamento comercial do filme para 12 de outubro nos cinemas e o filme irá abrir o Festival do Rio.

Cena do filme Tropa de Elite.

Esta notícia me inspirou a comentar alguns descasos que as distribuidoras, detentoras dos direitos de exibição dos filmes no país, poderiam evitar para diminuir o impacto desta contravenção, que acumula perdas para eles, os cinemas, as videolocadoras e, até mesmo, os fãs de cinema.

A demora dos lançamentos dos filmes nos cinemas é um exemplo que, com certeza, facilita a procura por “meios alternativos” para assistir o filme. Um exemplo simples é Infância Roubada, filme ganhador do Oscar de filme estrangeiro em 2006, o que normalmente, em função da exposição na mídia ocasiona uma rápida exibição do filme. O que ocorreu, a distribuidora Europa Filmes lançou o filme somente há poucos meses em circuito restrito, isto é, quase um ano e meio depois da premiação, sendo que o filme ainda não foi lançado em DVD, acredito que deve ocorrer em novembro. Outro caso recente, A Vida dos Outros, também ganhador do Oscar de filme estrangeiro deste ano, ainda não foi lançado e está previsto sua chegada aos cinemas somente em novembro (provavelmente em circuito restrito), também pela Europa Filmes.

Infância Roubada

No entanto, isto não ocorre somente com lançamentos “alternativos”, dois filmes bastante comerciais, pelo menos como gênero, estão atrasados há mais de seis meses para serem lançados por aqui. São eles: a aventura épica Os Desbravadores, já disponivel em DVD nos EUA desde o início de agosto, estreia nos cinemas tupiniquins em 12 de outubro; e o suspense americano dos irmãos chineses Pang, Os Mensageiros, que chega aos nossos cinemas em setembro, mas já está disponível em DVD nos EUA desde junho.

Os Desbravadores

Outra maneira de como isto ocorre, é quando a distribuidora agenda uma data para o circuito exibidor e, em função das bilheterias americanas ou mesmo pelos responsáveis da distribuição acharem que o filme não tem perfil de público nos cinemas, alteram diversas vezes a data de lançamento ou cancelam de uma hora para outra o filme nos cinemas e lançam diretamente em DVD. Exemplos deste caso são os recentes cancelados Reine Sobre Mim, drama com Adam Sandler, Temos Vaga, suspense com Luke Wilson e Kate Backinsale, e O Albergue II, continuação do sucesso do ano passado. Todos são produtos comerciais, com atores e gêneros que as pessoas costumam assistir, porém terão seus lançamentos restritos em DVD. Estes três filmes que citei, por acaso, pertencem a distribuidora Sony Pictures.

Reine sobre Mim

Agora digo para vocês, todos estes filmes que eu citei tem fonte para download na internet com legenda e tudo, o quer dizer, pode ser gravado e comercializado ilegalmente como aconteceu com Tropa de Elite. Pergunto: se algum destes filmes vocês quisessem muito assistir esperariam uma solução da distribuidora ou apelariam para o download e/ou a compra do mesmo em câmelo?

Temos Vaga

Este é só um ponto da complexa discussão sobre pirataria, claro que não se pode esquecer que o nosso circuito exibidor é restrito e, normalmente está tomado de meia dúzia de blockbusters, o que impede a entrada de outros títulos estrangeiros e nacionais, mas do jeito que a coisa está, as distribuidoras deveriam tentar encontrar uma saída alternativa para este problema.

O Albergue II

Nicolas Cage é cotado para assumir o papel de Magnum nos cinemas

Cinema quinta-feira, 30 de agosto de 2007 – 2 comentários

Após a especulação sobre a escalação de George Clooney não se confirmar, agora o nome de Nicolas Cage é divulgado como possível ator a assumir o papel principal de Magnum, seriado oitentista, onde Tom Selleck (que nos últimos anos participou de Friends e uma série de filmes policiais feitos para tevê), é Magnum, um mulherengo ex-oficial do serviço de inteligência da Marinha americana que, após ter servido na Guerra do Vietnã, torna-se investigador particular no Havaí.

Será que Cage deixará crescer o bigode como Selleck?

Não que eu queira agourar a carreira de Nicolas Cage, nem menosprezar o seriado de Tom Selleck, mas Cage precisa urgentemente contratar outro agente, seus últimos filme foram péssimas escolhas: As Torres Gêmeas (patriotada americana), O Sacrifício (o título se refere a quem assiste o filme), Motoqueiro Fantasma (Cage com peruca franjinha) e o, ainda inédito, O Vidente (Cage roubando a peruca de Tom Hanks em O Código da Vinci). Esperança nos resta com a estréia da continuação de A Lenda do Tesouro, em janeiro, que pelo menos era um filme divertido.

Mais boatos sobre a Liga da Justiça

Cinema quarta-feira, 29 de agosto de 2007 – 1 comentário

Na verdade este projeto está sendo muito bem escondido pelo estúdio Warner, de concreto somente foi divulgado o início dos trabalhos para março de 2008 (para evitar que a produção esbarre na provável greve de atores, roteiristas e diretores marcada para o meio do ano que vem, isto também existe pra aquelas bandas de lá).

Dos boatos, nesta última semana:

  • Ainda não houve confirmação do nome de George Miller, (Mad Max) para assumir a direção;
  • Sobre a utilização de animação de captura, como em O Expresso Polar, foi mencionado que seria somente para certas sequências do filme;
  • O interesse da produção em utilizar o ator Tom Welling, que interpreta o personagem Clark Kent no seriado Smallville também na pelicula como o Superman. No entanto, o produtor de Smallvile, Alfred Gough, disse que o ator tem contrato até a oitava temporada com o seriado, que atualmente inicia seua sétima temporada, o que indicaria a impossibilidade dele se envolver na produção;

As confirmações somente o tempo trará!

Fotomontagem ilustrando Welling já com a roupa do Superman

Novo filme de Frank Miller ganha data de estréia nos EUA

Cinema quarta-feira, 29 de agosto de 2007 – 2 comentários

Atenção fãs de quadrinhos, a adaptação de The Spirit, de Will Eisner, roteirizada e dirigida por Frank Miller vai estrear no inverno americano de 2009 (16 de janeiro), as filmagens iniciam em outubro no Novo México. No elenco, Gabriel Macht (Em Má Companhia) viverá Spirit, ainda no elenco, Samuel L. Jackson e as belíssimas Eva Mendes (Motoqueiro Fantasma) e Scarlett Johansson (Match Point).

Teaser pôster oficial

No longa, Spirit é um detetive que combate o crime em Central City usando apenas seus punhos e perspicácia. Seu maior inimigo é Octopus (Este não é o nome do inimigo de Homem-Aranha?), um cruel vilão que jamais revela seu rosto.

David Duchovny recebe roteiro da continuação de Arquivo X

Cinema terça-feira, 28 de agosto de 2007 – 1 comentário

Atenção fãs de Arquivo X (eu, eu, eu), David Duchovny confirmou que ja leu o roteiro, porém, por motivos contratuais que exigem sigilo sobre a trama do filme, não pode comentar nada sobre a história (ahhhh). O roteiro de Chris Carter, criador do seriado, está sendo escondido à sete chaves, mas comenta-se que seria uma história isolada não envolvendo a conspiração de invasão alienígena. Como fã, o que importa é a existência deste segundo filme reunindo novamente Mulder e Scully (a atriz Gillian Anderson também está confirmada).

Enquanto isso, David Duchovny continua “comendo” quase todo o elenco feminino da divertida e pervertida série Californication.

Owen Wilson tenta se matar

Cinema segunda-feira, 27 de agosto de 2007 – 4 comentários

Owen Wilson, o protagonista de filmes como “Bater ou Correr”, “Sou Espião” e “Penetras Bons De Bico” (ô nominho feio pra filme…) tentou se matar na madrugada de domingo pra segunda.
De acordo com um comunicado do hospital, um parente de Owen o encontrou no chão de sua casa, completamente desmaiado, provavelmente por causa de pílulas para dormir.
A policia e o hospital se recusaram a dar mais informações, pelo menos até que o estado do ator se estabilize.
O ator, que está nas gravações de “Tropic Thunder”, tem 38 anos, e vive em Santa Monica, Califórnia.

Resenha – Espíritos 2 – Você Nunca Está Sozinho

Cinema sábado, 25 de agosto de 2007 – 3 comentários

Obviamente, com o sucesso do longa se esperaria uma continuação, mas não foi o que aconteceu. Este título Espíritos 2: Você nunca está Sozinho (os malditos subtítulos estão de volta), é ludibriação da distribuidora, o único fator que ambos os longa dividem são os diretores (os nomes indescritíveis Banjong Pisanthanakun e Parkpoom Wongpoom, quero vê-los repetir três vezes sem errar!).

Impressão minha ou a moça parece aquela atriz da novela das oito?

A surpresa está no argumento bizarro do roteiro: A relação de irmãs siamesas (com exposição de diversas fotos no curioso crédito do filme). Sabemos que, atualmente, somente uma sobreviveu após a cirurgia de separação durante a adolescência. São elas, Ploy e Pim, quem sobreviveu e casou com o amor da adolescência. No entanto, em sua volta a Tailândia devido á doença da mãe, Pim se hospeda na casa em que viveu com Ploy, e estranhos eventos colocam em xeque sua sanidade e vida.

Gêmea má e gêmea boa?

Durante uma hora, Espíritos 2 aposta no básico do suspense oriental, sustos com sons agudos em espelho, debaixo da cama e na inesquecível (no mau sentido) cena de banheira. Mesmo assim, o longa possui uma ambientação interessante na sombria casa de Pim, e nos constantes flashbacks que retratam a relação de Pim e Ploy quando crianças e quando adolescentes. O ritmo é meio cambaleante, como os sustos são previsíveis a trama demora a engrenar para a surpresa no ato final, porém, como produção a dupla de diretores evoluiu visivelmente, os planos e até a utilização de uma trilha lembrando canções de ninar contrasta com o está para surgir na telona.

Confesso que não esperava a reviravolta e, sinceramente, me agradou a maneira como ela ocorre, deixando um pouco de lado o sobrenatural e expondo uma obsessão e egoísmo, contrastando com o que sabíamos até aquele momento no filme.

Nem só de assustadoras meninas cabeludas vive o cinema oriental

Primeira Fila sexta-feira, 24 de agosto de 2007 – 9 comentários

Com a estréia de Espíritos 2 neste fim-de-semana, uma produção tailandesa, lembrei que o cinema oriental é, atualmente, o mais reconhecido em Festivais e Mostras pelo mundo. Obviamente, o gênero fantástico é o mais lembrado pelo grande público, mas já mostra sinais de cansaço há um bom tempo, até porque foi incorporado por Hollywood e as histórias não fogem á regra onde um espiríto (normalmente uma assustadora menina cabeluda) busca vingança contra seus malfeitores. No entanto, os bons diretores orientais conseguem garantir uma safra de filmes excelentes quase todos lançados nos cinemas (mesmo que em pequeno circuito) ou em DVD. Há uma diversidade imensa de gêneros, desde suspense, policial, filme de monstro até os consagrados dramas humanistas.

“Socorro! Lá vem outra assustadora menina cabeluda

O cinema do coreano Joon-Ho Bong estorou este ano com o lançamento de O Hospedeiro (que chega em DVD em setembro), um misto de aventura, monstro, comédia e drama, é uma releitura de diversos clichês muito bem armados pelo roteiro e dirigidos com maestria por Joon-Ho, que no Brasil também possui o suspense Memórias de um Assassino, já lançado em DVD.

Um dos melhores filmes de 2007

Outro diretor coreano bastante divulgado aqui no Brasil é Chan-Wook Park, do excelente Oldboy, que faz parte de uma trilogia sobre vingança, os outros dois são Mr. Vingança (o primeiro, inédito nos cinemas com lançamento previsto para Outubro) e Lady Vingança (o último filme da trilogia, lançado nos cinemas e com chegada prevista agora em setembro em DVD). Em comum, são filmes com uma estética bastante moderna e diversas cenas de ação espetaculares, não esquecendo os roteiros surpreendentes.

Final de cair o queixo

Já o chinês Johnnie To lembra Scorsese pela temática, o submundo de organizações criminosas, policiais e assassinos de aluguel. Seus últimos filmes lançados por aqui foram Eleição, Profissionais do Crime e Exilados (Eleição possui uma continuação, então acredito que em breve deve ser disponibilizado em DVD). Johnnie To faz um cinema policial muito bom, em nada perde para o cinema comercial americano, muito pelo contrário, To adiciona sequencias eletrizantes de ação e tiroteio como há muito não se vê em Hollywood.

Por último, mas não menos importante, está Yimou Zhang, com certeza o mais conhecido destes diretores que estou indicando. Yimou surgiu no contexto mundial com dramas humanistas como Caminho para Casa e Nenhum a Menos, filmes intimistas com questões socias da China que se modificava a uma década atrás. Depois disso, Yimou abraçou o gênero mais popular chinês, wuxia, aqueles filmes de aventura onde os personagens vencem as leis da física e voam, andam em arvóres e utilizam espadas para contar histórias de heroísmo, amores proibidos e, sobretudo, edificar as lendas culturais chinesas. Neste embalo, Yimou dirigiu Herói (fotografia soberba), O Clã das Adagas Voadoras e, por último, A Maldição da Flor Dourada (com estréia prevista para outubro nos cinemas). Nestes filmes há uma grande preocupação com a estética, fotografia, figurinos, por isto são belíssimos filmes.

Um dos filme mais belos do cinema

O mais importante nestas dicas é a procura pela diversidade de diferentes maneiras de uma história ser contada no cinema, atráves de diferentes culturas. Ainda há uma lista enorme de diretores orientais conhecidos que valem uma conferida como, por exemplo, Takeshi Miike (do qual Quentin Tarantino é fã), os irmãos Pang (que depois de Visões e Assombração foram para os EUA realizar Os Mensageiros, com estréia prevista para setembro) e Hideo Nakata (criador de O Chamado e O Grito e seus similares).

Veja o trailer de Hitman!

Cinema quinta-feira, 23 de agosto de 2007 – 3 comentários

Você viu aqui um pôster e o teaser trailer de Hitman, e até mesmo a sinopse. Aqui e aqui, você viu imagens. Faltou o trailer, né?

Então, fica aí com o trailer, quentinho. (heh)

E aí? DO CARÁI! A estréia prevista no Brasil, já sabe, dia 31 de Dezembro. Na boa, esse trailer me convenceu: O filme vai ser BOM.

Cloverfield recebe data de estréia no Brasil

Cinema quinta-feira, 23 de agosto de 2007 – 1 comentário

Cloverfield (ainda nome provisório), mais conhecido como o projeto de um filme de monstro do produtor J.J. Abrams (do seriado Alias, Lost e do filme Missão Impossível III), acaba de receber uma previsão de estréia para sua exibição aqui no Brasil em 1º de fevereiro (pouco tempo depois de sua estréia nos Eua, 18/01).

“Cara, cadê minha cabeça?”

Para quem não ouviu falar o filme é dirigido por Matt Reeves (do seriado Felicity), somente com câmeras digitais caseiras e a trama acompanha a história de Rob, que ganha uma festa de despedida de seus amigos já que está de mudança para o Japão (olha a homenagem ao mais conhecido monstro do cinema mundial, Godzilla), no entanto uma iminente tragédia está para acontecer nesta noite.

Abaixo, o teaser trailer legendado do filme:

confira

quem?

baconfrito