Mídia vs. Estilo

Nona Arte quarta-feira, 27 de outubro de 2010 – 2 comentários

Há cerca de 200.000 anos atrás, iniciou-se aquilo que, hoje, é simultaneamente, um dos flagelos e uma das melhores coisas da humanidade: A comunicação. Se, por um lado, temos Neil Gaiman, Tolkien e Júlio Verne, do outro temos Stephanie Meyer, jornais povão de R$ 0,25 e pessoas que puxam papo sobre o tempo. Tudo isso é culpa de um homem das cavernas desconhecido que, um dia, ao voltar da caçada, resolveu contá-la usando terra e sangue. Comunicação verbal? À época, se resumia a apontar para as costas do outro e gritar “Hurr-durr-urrm-unga-bunga!”, que, traduzido para o português hodierno, significaria: “Olha para trás, feladaputa, tem um dentes-de-sabre atrás de você!”. continue lendo »

Das telinhas para as HQs

HQs sexta-feira, 22 de outubro de 2010 – 1 comentário

É comum, principalmente nos últimos anos, vermos quadrinhos sendo adaptados para a telona, e às vezes a telinha. Mas o sucesso de certas séries da televisão acabam levando o sucesso da TV para a arte sequencial em papel. continue lendo »

Heróis quase desconhecidos – Parte IV

HQs sexta-feira, 15 de outubro de 2010 – 0 comentários

Pra fechar os artigos dos heróis quase desconhecidos no Brasil, da DC Comics, vou abordar um universo paralelo existente desde 1997, mas que em nossas terras tropicais não foi visto a não ser em pequenas participações nos títulos publicados aqui. Estou falando do Universo Tangente. continue lendo »

Heróis quase desconhecidos – Parte III

HQs sexta-feira, 08 de outubro de 2010 – 0 comentários

Depois de um período conturbado resolvendo problemas particulares, voltemos a nossa passagem pelos heróis quase desconhecidos no Brasil, então vamos falar do combatente do crime Vigilante, que na DC comics já teve nada mais nada menos que 07 alter egos. continue lendo »

Watchmen e a revolução das HQs

Bíblia Nerd quarta-feira, 15 de setembro de 2010 – 4 comentários

Watchmen. Uma das minhas HQs prediletas, a qual eu vivo propagandeando e elogiando nas minhas colunas, junto com mais meia dúzia de congêneres. Possui um roteiro bem-feito, sem pontas soltas, uma história agradável e, em sua maior parte, crível e bem construída (Com a exceção do clímax. A adaptação para as telonas teve um final melhor, em minha nada modesta opinião). A arte é agradavelmente detalhada e bem feita.

Mas, não foi a arte, sozinha, que consagrou Watchmen como uma das melhores HQs do mundo, como um farol ao qual todas as histórias deveriam usar como guia. O que transformou Watchmen num fenômeno de crítica foi a visão realista dos personagens. continue lendo »

Heróis quase desconhecidos – Parte II

HQs segunda-feira, 30 de agosto de 2010 – 0 comentários

No último artigo, eu comentei sobre a dificuldade em identificar alguns personagens que só aparecem por aqui vez ou outra, participando em outras séries, e hoje vou continuar com essa saga dos heróis desconhecidos. Ou quase. continue lendo »

Heróis desconhecidos ou quase – Parte I

HQs sexta-feira, 27 de agosto de 2010 – 0 comentários

Se existe uma coisa que faz os leitores no Brasil sofrerem em ler os quadrinhos é encarar personagens geralmente novos e sem nenhuma origem especifica, ou explicação de onde é que saiu esse personagem. Isso acontece por que nem tudo que sai lá nos Estados Unidos é publicado aqui, então quando algum grande evento ocorre acabamos vemos personagens até então desconhecidos. continue lendo »

A dificuldade de se ler quadrinhos no Brasil

HQs sexta-feira, 20 de agosto de 2010 – 0 comentários

Ser leitor de quadrinhos no Brasil sempre foi de certa forma problemática. Além de muitos dos títulos não terem sido publicados em nosso país, também tínhamos alguns problemas como alterações da história e cortes, o que acabava deixando as histórias as vezes sem pé nem cabeça. continue lendo »

Os mortos se levantam, mais uma vez…

HQs sexta-feira, 13 de agosto de 2010 – 0 comentários

Zumbis! Mortos-vivos! Não importa a denominação, eles são seres “pop”. Em todas as mídias, o que não faltam são defuntos voltando a vida, seja na literatura, cinema ou TV, e como não poderia ser diferente, os quadrinhos também são tomados pelos mortos vivos uma vez ou outra. continue lendo »

Recomendo: Crise de Identidade

HQs sexta-feira, 09 de julho de 2010 – 2 comentários

Todos os anos, as grandes editoras de quadrinhos – Marvel e DC – procuram criar uma mega saga que promete mudar o statos quo de seus respectivos universos. O problema é que essas megas sagas costumam ter centenas ou pelo menos dezenas de títulos interligados e ao fim de tudo não mudam praticamente nada.

E, é lógico, nessas mega sagas nem metade dos títulos interligados chegam aqui no Brasil, mas a verdade é que esse tipo de evento só tem um objetivo: Vender. Se não fosse esse o motivo, não teríamos títulos e mais títulos ligados a um evento que no fim não mudou coisa nenhuma. continue lendo »

confira

quem?

baconfrito