Namor – As Profundezas (Marvel)

Bíblia Nerd terça-feira, 24 de agosto de 2010 – 1 comentário

Essa semana a coluna Analfabetismo Funcional entra de férias, porque vou falar sobre HQ. Antes, porém, deixo registrado que, para mim, histórias em quadrinhos (Em sentido amplo) são enquadrados como literatura,assim como qualquer livro (Até mais que muito livrinho por aí…), mas isso é assunto pra outro artigo. continue lendo »

A dificuldade de se ler quadrinhos no Brasil

HQs sexta-feira, 20 de agosto de 2010 – 0 comentários

Ser leitor de quadrinhos no Brasil sempre foi de certa forma problemática. Além de muitos dos títulos não terem sido publicados em nosso país, também tínhamos alguns problemas como alterações da história e cortes, o que acabava deixando as histórias as vezes sem pé nem cabeça. continue lendo »

Fãs

Nona Arte quarta-feira, 18 de agosto de 2010 – 4 comentários

Fãs são uma raça curiosa. Não só os de quadrinhos (Esses têm mais fama de bizarros, mas essa não é a questão), mas os de livros, filmes ou jogos. Eles se diferenciam dos fanboys e dos meros admiradores por algo relativamente simples: A facilidade com que mudam da admiração extremada para o ódio irracional. Uma frase, uma idéia, um virar de olhos, qualquer coisa é passível de preencher o fã verdadeiro com ódio enregelante ou admiração pulsante. E lidar com qualquer uma dessas coisas é muito, MUITO difícil. continue lendo »

Os mortos se levantam, mais uma vez…

HQs sexta-feira, 13 de agosto de 2010 – 0 comentários

Zumbis! Mortos-vivos! Não importa a denominação, eles são seres “pop”. Em todas as mídias, o que não faltam são defuntos voltando a vida, seja na literatura, cinema ou TV, e como não poderia ser diferente, os quadrinhos também são tomados pelos mortos vivos uma vez ou outra. continue lendo »

Johnny Cash – Uma Biografia

HQs sexta-feira, 30 de julho de 2010 – 2 comentários

Uma das pessoas que eu mais admiro é John Ray Cash. O cantor, o solitário, o problemático, o homem que faz falta nessa geração ridícula. O homem de preto que nasceu no Arkansas e morreu no Tennessee, mas ainda ecoa nesse mundo. Não sei dizer exatamente o porquê dessa admiração. Pensei em dizer nas linhas acima que ele foi um exemplo pra todos nós, mas me soou muito enaltecedor, e eu não gosto de parecer tão tiete. Mas ao mesmo tempo me ocorre que sim, esse homem nos ensinou coisas.

Enfim. Isso é só uma pequena introdução para passar ao verdadeiro assunto daqui. continue lendo »

Por que os jogos antigos… #6

Webcomics terça-feira, 20 de julho de 2010 – 2 comentários

Pois é, como um milagre eu tô postando alguma coisa aqui pra vocês, mas assim que eu tiver o meu notebook isso vai mudar.

Mais uma Webcomic, pra te deixar puto por estar sendo fodido pela indústria de games atualmente. continue lendo »

Recomendo: Crise de Identidade

HQs sexta-feira, 09 de julho de 2010 – 2 comentários

Todos os anos, as grandes editoras de quadrinhos – Marvel e DC – procuram criar uma mega saga que promete mudar o statos quo de seus respectivos universos. O problema é que essas megas sagas costumam ter centenas ou pelo menos dezenas de títulos interligados e ao fim de tudo não mudam praticamente nada.

E, é lógico, nessas mega sagas nem metade dos títulos interligados chegam aqui no Brasil, mas a verdade é que esse tipo de evento só tem um objetivo: Vender. Se não fosse esse o motivo, não teríamos títulos e mais títulos ligados a um evento que no fim não mudou coisa nenhuma. continue lendo »

O Analista de Bagé (L&PM)

Bíblia Nerd sábado, 03 de julho de 2010 – 3 comentários

Estereótipos, como todos aqui devem saber, são uma parte inseparável do humor. Eles podem ser atribuídos a qualquer grupo de pessoas que possa, de algum modo, ser diferenciado/catalogado dos outros por alguma característica mais aparente. Alguns estereótipos, como o comumente associado aos nerds, possuem fundamento (Anti-social, pálido e viciado em informação); outros, como o da loura (Burra e, por vezes, promíscua) não possuem nada no qual se apoiar.

No Brasil, os estereótipos mais comuns são aqueles associados a regiões/estados: O cearense vive na seca, comendo calango com farinha; o paraibano é o cearense “cabra-macho sim senhor”; o baiano e o mineiro são preguiçosos; o nortista, índio. O carioca é malandro, o mato-grossense é um corno cantor de sertanejo, o acreano não existe e o gaúcho o que é? Bicha! continue lendo »

Quadrinhos Compactos – Parte V

HQs sexta-feira, 02 de julho de 2010 – 2 comentários

Pra fechar essa série, vamos falar da mais nova diversão em forma de quadrinhos compactos: As webcomics. Garanto que se você está lendo isso aqui com certeza conhece alguma. Nem que for só as do Ryotiras, indicado aqui pelo Pizurk.

Mas enfim, as webcomics começaram a aparecer na década de 90, sendo os quadrinhos distribuídos via FTP. Só que, com o acesso fácil, tanto a velocidade de conexão, bem como as formas de divulgações como os blogs, as webcomics começaram a ganhar cada vez mais força a partir do ano 2000, principalmente nesses últimos dois ou três anos. continue lendo »

Das linhas pros quadrinhos

Nona Arte quarta-feira, 30 de junho de 2010 – 7 comentários

Nesses longos anos em que eu escrevi pro Ato Ou Efeito/Bacon Frito, eu resenhei algumas dezenas de HQs para o deleite de vocês, queridos leitores. A esmagadora maioria consistia em obras já escritas para edição em quadrinhos. No entanto, DUAS resenhas fogem a essa regra. A primeira, publicada há quase um ano atrás, foi Criaturas da Noite, baseada em dois contos do livro Fumaça e Espelhos – Contos e Ilusões, de Neil Gaiman; a segunda exceção, publicada em abril desse ano, foi Delírios Cotidianos, do porra-louca do Charles Bukowski. Como vocês, argutos e sagazes leitores já devem ter percebido, o ponto que une essas duas HQs é bem simples: Ambas são adaptações de livros. continue lendo »

confira

quem?

baconfrito