…e livrai-nos dos clichês, frag’em.

Nona Arte quarta-feira, 23 de março de 2011 – 1 comentário

Nos meus (Raros) tempos de puro ócio, naqueles momentos de completa inatividade, divago. Não que minha mente maldita não divague em situações comuns; semanas atrás, tive uma idéia para um livro de contos durante uma aula de Direito Falimentar suficientemente tediosa. Mas, nessas ocasiões, devido a umas tais de convenções sociais (Ou algo do tipo), não posso simplesmente fechar os olhos, me espreguiçar e deixar a imaginação correr solta. continue lendo »

The Pale Blue Target

Nona Arte quarta-feira, 16 de março de 2011 – 0 comentários

Como diria Nosso Senhor e Salvador Lobo, a Terra não passa de uma maldita bola de lama metida a besta. Comparada à esmagadora maioria dos planetas habitados mostrados em HQs, a Terra ainda está para chegar na Era do Graveto Ligeiramente Afiado, que dirá na da pedra. Outras civilizações encaram viagens interplanetárias como algo completamente rotineiro e trivial; nós achamos que um maldito iPad é a melhor idéia concebida desde o capacitor de fluxo. Nossa tecnologia é medíocre, os recursos naturais estão à beira da exaustão, o lixo cobre o planeta de pólo a pólo, sem contar a mediocridade intelectual da maioria da humanidade. continue lendo »

HQ Tech

Nona Arte quarta-feira, 09 de março de 2011 – 1 comentário

Ô beleza de Carnaval… O Pizurk virou purpurina, ninguém mais da equipe dá sinal de vida, todos os leitores devem estar desenvolvendo cirrose em alguma praia distante… Ninguém tá lendo essa bagaça mesmo, acho que vou debizar a coluna da semana. TvTropes, Cracked e 4chan, estou chegando, meus amo- continue lendo »

Curto e Grosso

Nona Arte quarta-feira, 02 de março de 2011 – 0 comentários

Título auto-explicativo. Vamos às rápidas, concisas e parcialmente racionalizadas reclamações: continue lendo »

HQs e Séries

Nona Arte quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011 – 3 comentários

Já mencionei aqui, anteriormente, que algumas séries não se sairiam mal em versão quadrinizada. E agora, sem criatividade para fazer uma coluna criativa e engraçada como vocês, queridos leitores, merecem, envergonho-me em dizer que, hoje, simplesmente mudarei o sentido da antiga coluna supracitada, e devanearei sobre três HQs que deveriam ser adaptadas para as telinhas. Iniciemos meu ordeal de vergonha com:
continue lendo »

Os nadas que mudaram tudo

Nona Arte quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011 – 5 comentários

Nos quadrinhos, estamos, de modo geral, acostumados a focar nossa atenção nos antagonistas e protagonistas, seus collants de cores berrantes e respectivos sidekicks, dar alguma atenção aos personagens secundários de algum peso na história (Parentes, amigos e o eventual personagem-não-tão-importante-mas-que-ajuda-o-herói-e/ou-sabe-a-identidade-do-mesmo) e ignorar completamente o resto. continue lendo »

Top 3 Autores – Neil Gaiman – Delírio dos Perpétuos

Nona Arte quarta-feira, 09 de fevereiro de 2011 – 5 comentários

Sabem, Sandman é, para mim, uma das melhores obras já escritas. Eu adoro a mídia em que foi escrita, o estilo da narrativa, o roteiro e os personagens. E, apesar de achar que Morpheus, protagonista da série, é um ótimo personagem, há mais alguém; alguém que merece o título de melhor personagem da série: Delírio dos Perpétuos.
continue lendo »

Top 3 Autores – Neil Gaiman – Richard Mayhew

Nona Arte quarta-feira, 02 de fevereiro de 2011 – 0 comentários

Todo mundo tem, ou já teve (Ou até mesmo é/já foi), um amigo-zé-ninguém. Sabe aquele colega que vive na dele, não fala com ninguém, é até gente boa, mas quando fala é um desastre atrás do outro? Aquele cara que você só se lembra (Se lembrar) por último na hora de chamar alguém para uma festa, ou seminário da escola/universidade? Aquele espécime particular de Homo sapiens sapiens cuja existência só é lembrada devido à Lei da Impenetrabilidade dos Corpos? Claro que não lembra. Se lembrasse, ele não seria o amigo-zé-ninguém. E, em Lugar Nenhum, o amigo-zé-ninguém é um herói. continue lendo »

Top 3 Autores – Neil Gaiman – Morpheus

Nona Arte quarta-feira, 26 de janeiro de 2011 – 2 comentários

Morpheus (Não confundam com Daniel Hall, o Segundo Aspecto de Sonho) é um personagem, no mínimo, interessante. Apesar de, no final das contas, ser um personagem heróico, ele possui muitos aspectos negativos em sua personalidade. Morpheus é lento para compreender humor de qualquer tipo, ocasionalmente insensível, preocupa-se com si mesmo de modo quase obsessivo (E não fisicamente, como a sua tia natureba que corre uma maratona todo dia e se alimenta de suco de couve e soja) e tem sérios problemas para esquecer ou perdoar uma desfeita. E isso é só uma faceta do Tecelão de Sonhos. continue lendo »

Top 3 Autores – Neil Gaiman

Nona Arte quarta-feira, 19 de janeiro de 2011 – 1 comentário

Qualquer leitor regular das minhas colunas (Ou mesmo aqueles que já leram meia dúzia de colunas que não façam parte de alguma série) sabe que eu sou um fanboy descarado do trabalho de Neil Gaiman. Numa das minhas prateleiras de livros, ao alcance da minha mão, encontram-se Coisas Frágeis, Os Filhos de Anansi, Fumaça e Espelhos – Contos e Ilusões e, claro, a aclamada série Sandman. continue lendo »

busca

confira

quem?

baconfrito