…e livrai-nos dos clichês, frag’em.

Nona Arte quarta-feira, 23 de março de 2011

Nos meus (Raros) tempos de puro ócio, naqueles momentos de completa inatividade, divago. Não que minha mente maldita não divague em situações comuns; semanas atrás, tive uma idéia para um livro de contos durante uma aula de Direito Falimentar suficientemente tediosa. Mas, nessas ocasiões, devido a umas tais de convenções sociais (Ou algo do tipo), não posso simplesmente fechar os olhos, me espreguiçar e deixar a imaginação correr solta.

Voltando à programação normal, um dia desses me vi delirando sobre a origem de tantos personagens com poderes e habilidades similares. Por qual razão tantos seres super humanos são tão parecidos em suas capacidades? Não acreditam em mim? Vejamos uma breve lista:

Superman e família, incluindo o maldito cão: Força, velocidade, resistência, velocidade e sentidos sobrehumanos, semi-invulnerabilidade, capacidade de vôo;
Mulher Maravilha: Força, velocidade, resistência, velocidade e reflexos sobrehumanos, capacidade de vôo;
Apollo (The Authority): Força e velocidade sobrehumanas, semi-invulnerabilidade;
Caçador de Marte/J’onn J’onnz: Força, velocidade, resistência, velocidade e sentidos sobrehumanos.

E estes são apenas alguns exemplos. Em qualquer grupo de seres super-poderosos dispostos a fazer o bem ou o mal, sempre há, pelo menos, alguém que se encaixa nesse perfil. Mas, por que essa onipresença do Homo robliefeldensis? Evolução explica.

De acordo com os setores menos delirantes de minha massa encefálica, o motivo é, de certo modo, simples: Resquícios psicológicos evolutivos. Evoluímos de ancestrais frágeis (No entanto, mais resistentes que nós), que não possuíam garras, presas, resistência, força, velocidade ou qualquer outro meio de defesa que não fosse atirar pedras ou escalar uma árvore, caso não estivesse em grupo. Desde que inventamos a escrita, temos um gosto insaciável por personagens capazes de fazer tudo aquilo que não podíamos.

Não podemos sair no mano-a-mano com um lobo? O personagem w irá derrotar uma alcatéia com um soco. Não somos capazes de fugir de um guepardo? A personagem x fará ele parecer aquele Chevette que você encontra todo dia a caminho da universidade, dirigindo a 30 Km/h na esquerda. Somos incapazes de voar? Amarre um cobertor ao redor do pescoço e desbrave os céus com y. A maioria dos personagens de quadrinhos não passam das ilusões, projetadas e aumentadas, de ser o macho (Ou fêmea, estamos numa democracia afinal de contas) alfa.

Ou isso, ou eu preciso encontrar algo melhor para fazer no meu tempo livre.

Leia mais em: , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Lucas

    você definitivamente precisa de algo melhor pra fazer com seu tempo livre.Quanto ao texto,faz sentido

busca

confira

quem?

baconfrito