HQ Tech

Nona Arte quarta-feira, 09 de março de 2011

Ô beleza de Carnaval… O Pizurk virou purpurina, ninguém mais da equipe dá sinal de vida, todos os leitores devem estar desenvolvendo cirrose em alguma praia distante… Ninguém tá lendo essa bagaça mesmo, acho que vou debizar a coluna da semana. TvTropes, Cracked e 4chan, estou chegando, meus amo-

Opa, tudo bem aí? Não tinha te visto, desculpe. Resolveu não viajar durante o Carnaval, assim como eu? Saiba que, a partir deste momento, eu te odeio. Se não houvesse ninguém lendo o site, eu não me sentiria culpado em debizar a coluna. Agora que minha consciência voltou a funcionar por sua causa, me sentirei culpado caso a Nona Arte da semana não seja publicada.

Bom, vejamos… Uma coluna sobre HQs e Carnaval? Não dá, parei de ler HQs nacionais há quase uma década, e não me lembro de nada do Milo Manara que aborde esse tema. HQs e personagens femininas? De novo, meu conhecimento não vai além de Aline, do Adão Iturrusgarai, algumas obras de Manara e conhecer umas dezenas de personagens gostosas. HQs e… Peraí, chegou um e-mail aqui, me dá um minuto. Pronto. Era uma propaganda da Campus Party advertindo sobre o uso de camisinhas no Carnaval. Campus Party… Tecnologia… Acho que tenho um tema para a coluna da semana. Vamos ver se isso dá em alguma coisa.

Todos nós já lemos HQs (E, se você não leu, o que está fazendo aqui, além de colocar peso na minha consciência?). E, se tem alguma coisa que é quase obrigatória nessa mídia, além de mulheres gostosas usando trajes mínimos, é a presença de tecnologia incrivelmente avançada em relação à nossa realidade. Robôs gigantes, inteligências artificiais capazes de não só passar no Teste de Turing, como capazes de converncer o avaliador de que ELE é a máquina, teleportadores, dispositivos de invisibilidade, exoesqueletos capazes de fazer malabarismo com jamantas, comunicadores via holograma… A lista é simplesmente grande demais para qualquer página que não esteja na Wikipedia.

Agora, junte o mundo das HQs (Com realidades alternativas e tudo o mais) com o nosso. Não que você, nerd solitário (Não tente negar, você está lendo um coluna sobre quadrinhos, num site chamado Bacon Frito, durante o Carnaval – NO BRASIL) e com a imaginação hiperativa, já não faça diariamente. No entanto, para um grupo que, supostamente, deseja nosso bem, eles certamente estão escondendo muita coisa boa que, em nossas mãos, melhorariam a sociedade e contribuiriam de modo inimaginável para o avanço da ciência. Não falo de objetos ou habilidades mágicos/místicos; isso não passa de história da carochinha.

Os autodenominados heróis dizem que se esforçam pelo nosso bem, lutam por nossa liberdade e querem o melhor para nós. No entanto, só usam suas habilidades e poderes para combater criminosos. Quem vê algum Lanterna Verde usando seu anel para criar açudes e poços na África, Tony Stark desenvolvendo veículos limpos e eficientes ou o Azulão misturando cimento para construir casas decentes em favelas? São todos uns exibidos, não se enganem.

Até semana que vem, e que Momo os abençoe.

Leia mais em: , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Caveira

    “Não que você, nerd solitário (Não tente negar, você está lendo um coluna sobre quadrinhos, num site chamado Bacon Frito, durante o Carnaval – NO BRASIL)”

    me senti muito forever alone agora é/

busca

confira

quem?

baconfrito