Top 3 Autores – Neil Gaiman – Delírio dos Perpétuos

Nona Arte quarta-feira, 09 de fevereiro de 2011

Sabem, Sandman é, para mim, uma das melhores obras já escritas. Eu adoro a mídia em que foi escrita, o estilo da narrativa, o roteiro e os personagens. E, apesar de achar que Morpheus, protagonista da série, é um ótimo personagem, há mais alguém; alguém que merece o título de melhor personagem da série: Delírio dos Perpétuos.

Há, admito, personagens tão ou mais carismáticos, como Matthew, Merv Cabeça-de-Abóbora e Barnabé. Mas, sendo o único “espírito livre” em toda a série (fala e faz o que bem deseja, mesmo quando está sob controle, enquanto os outros, até mesmo Desejo, controlam os próprios impulsos para evitar a instauração do caos).

Para aqueles que não sabem, Delírio já foi Deleite. Por algum motivo não informado na série, Deleite, aos poucos, foi perdendo controle sobre sua personalidade, tornando-se Delírio. Há uma dica de que ela mudou devido a uma decepção amorosa, mas, pessoalmente, acho que o motivo é algo bem mais prosaico e fácil de explicar: drogas. Quando os seres vivos começaram a consumir drogas (Lembrem-se, os Perpétuos agem sobre os seres vivos, não importando se são humanos ou terráqueos. Além do mais, macacos, elefantes e algumas outras espécies de mamíferos são famosos por adorar um goró); quando as alucinações causadas por álcool, cogumelos e sálvia & Cia. Ltda. começaram a ser associadas a prazer (Também conhecido como… Deleite), a coitada da Deleite começou a se tornar o que é hoje. Como, na galeria de Destino, ela ainda é retratada como Deleite, suponho que, em algum ponto no futuro, ela voltará a seu estado inicial.

De modo estranho, Delírio parece ser, dentre os Perpétuos, a mais esperta, apesar de, muitas vezes, não saber o que está fazendo. É capaz de adivinhar acontecimentos futuros, e, à provável exceção de Morte, é o único ser no universo capaz de escapar dos caminhos do Jardim de Destino, além de saber a explicação para coisas que nem mesmo este tem resposta. Supostamente, ter todo o conhecimento do universo a enlouqueceu, o que pode ter sido um dos fatores (ou, mesmo, a causa principal, como é dado a entender algumas vezes) para ela deixar de ser Deleite.

Delírio é um dos personagens mais misteriosos de Sandman. Não sabemos seus gostos, origens, causas de sua mudança. Talvez o personagem, cuja personalidade e aparência nunca são claramente definidas, seja intencionalmente um espelho de sua própria história; um meta-personagem. No entanto, como pano de fundo, há uma mensagem clara, e ela é o que pôs Delíro aqui: seja qual for o preço, conhecimento liberta. Apesar de, na obra, essa mensagem ser mostrada através da insana lógica de Del (Muito conhecimento enlouquece, e loucura leva à liberdade; portanto, conhecimento o libertará), essa mensagem é um lema para qualquer um que queira ter uma boa vida.

Carpe diem, tempus fugit, tempus frangit, amem.

Leia mais em: , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito