O Mágico de Oz (The Wizard Of Oz)

Bogart é TANGA! quinta-feira, 07 de março de 2013 – 0 comentários

 A primeira vez que assisti O Mágico de Oz, lá com meus 8 anos de idade e por insistência da minha mãe, eu não entendi nada. Ela, coitada, ficou com cara de bolinho e não tocou mais no assunto. Hoje, no entanto, eu consigo ver o que rolou, afinal, este é mais um daqueles filmes “infantis” não recomendado para crianças. Eu poderia citar pelo menos mais dois exemplos de filmes semelhantes, como A Viagem de Chihiro e O Labirinto do Fauno, onde em todos eles são usados alegorias dessa fase, mas dificilmente uma criança conseguirá captar a mensagem. Pra mim, isso acaba sendo um ponto bem positivo, mas é preciso ser justa: Por mais que O Mágico de Oz seja um clássicão dos bons, ele não é para todos. Isso não quer dizer que você tem que ter doutorado pra entender, nada disso. Mas você vai precisar certamente curtir musicais e ter uma capacidade de interpretação média a alta (O que, com todo respeito, falta em pelo menos metade dos leitores dessa bodega). continue lendo »

O Mágico de Oz (Lyman Frank Baum)

Livros quarta-feira, 16 de novembro de 2011 – 2 comentários

Feriado é feriado, e eu, como todo bom procrastinador, aproveito meus feriados para fazer coisas que não fazem com que eu queira matar alguém, o que me levou (Hoje, dia 15) à ler o grande clássico O Mágico de Oz, e vou dizer, as coisas eram melhores antigamente porque as crianças não eram iludidas com histórias legais.

 Where the dogs of society howl.

continue lendo »

Lost Girls (Top Shelf Productions)

Bíblia Nerd sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010 – 1 comentário

Vocês, os três nerds malditos que ainda lêem essa coluna, devem, em sua maioria, ter ouvido ou lido durante os, digamos, primeiros dez anos de suas vidas, contos de fadas. Cinderela, Branca de Neve, Chapeuzinho Vermelho e companhia apareceram, em algum momento, em suas vidas, e você aceitava tudo aquilo sem problemas. Você era puro, inocente e ignorante dos males que assolam a humanidade. E então, você chegou à puberdade e, com os hormônios correndo alucinadamente pelas suas veias, começou a ver que, bom essas histórias são simplesmente legais demais para ser verdade. Culpa do politicamente correto, que transformou histórias podres, recheadas de crimes e imoralidade no que conhecemos. continue lendo »

“TOP 100 FILMES BACON FRITO” 70 – 66

Cinema segunda-feira, 21 de dezembro de 2009 – 4 comentários

70) A Outra História Americana

(Tony Kaye, 1998)

Pedro: Eu vejo American History X como um estudo da natureza humana. É o olhar do homem cuja identidade é baseada no ódio por algumas etnias. É entender os motivos (mesmo que não justificados) de sua raiva e atitudes. Mais do que isso, é também acompanhar duas transformações – “seu processo de cura” ao ser obrigado a conviver com o diferente e o processo de passagem de identidade através da história de seu irmão. Filmaço. continue lendo »

O Mágico de Oz (The Wizard of Oz) (2)

Bogart é TANGA! terça-feira, 10 de fevereiro de 2009 – 6 comentários

Baseado na história de L. Frank Baum, o filme O Mágico de Oz (de 1939) conta a história de Dorothy Gale e seu cachorro Totó. Um belo dia, depois de uma tentativa de fuga frustrada pra salvar seu cachorrinho das garras de uma vizinha xarope, um tornado passa pelo Kansas e leva a casa de Dorothy para além do arco-íris, na terra de Oz. Lá a menina passa por alguns perrengues ao tentar encontrar o grande Mágico de Oz, o único que pode mandá-la de volta pra casa. E no meio do caminho faz amizade com um espantalho, um homem de lata e um leão, todos desprovidos de alguma coisa e dispostos a acompanha-la na empreitada afim de ganhar uns presentes do Mágico.

continue lendo »

busca

confira

quem?

baconfrito