Bem-vindos à terra de ninguém

Música terça-feira, 19 de maio de 2015 – 6 comentários

Em 30 de abril de 2015 morreu Ben E. King, e em 14 de maio, B. B. King. O primeiro em Nova Jersey, o segundo em Las Vegas: Talvez isso diga alguma coisa se você for americano ou já morou nas terras de Tio Sam. E não, não eram a mesma pessoa… Vou deixar passar a piada racista dessa vez.

 Ou talvez não.

continue lendo »

CDS #190 – The Whale Has Swallowed Me (Hugh Laurie)

Clipe da Semana domingo, 31 de março de 2013 – 0 comentários

Em 2011, o ator inglês Hugh Laurie lançou seu disco de estréia, chamado Let Them Talk. É basicamente um disco de blues. Ou antes, de clássicos do blues, como Swanee River, por exemplo, a canção oficial do estado da Flórida, ou The Battle of Jericho, uma conhecida spiritual song (Uma música religiosa). Aliás, essa que trago a vocês hoje também é assim. Ela menciona a história bíblica de Jonas e a baleia (Como diz na primera frase, “they say the whale swallowed Jonah…”), e conta uma história em primeira pessoa de alguém que talvez tenha ido parar no estômago do bicho, ou talvez apenas se sinta assim. A origem da música, confesso, este autor não vos pôde informar, mas achei essa gravação mais antiga dela, por J. B. Lenoir e Freddy Below. continue lendo »

Do blues e do jazz

Música quinta-feira, 08 de dezembro de 2011 – 8 comentários

Eu estava em uma mesa, tomando uma cerveja com pessoas amigas, quando uma delas atira uma pergunta, mais ou menos nos seguintes termos: “Mas afinal cara, qual a diferença entre blues e jazz?” continue lendo »

Lynyrd Skynyrd

Música quarta-feira, 06 de julho de 2011 – 8 comentários

Em 1964 na cidade de Jacksonville, Flórida, cinco amigos se juntaram e resolveram fazer jams sessions numa barraca no quintal de casa. Eram eles: Bob Burns (Bateria), Gary Rossington (Guitarra), Ronnie Van Zant (Vocal), Allen Collins (Guitarra) e Larry Junstrom (Baixo). O primeiro nome escolhido pelo quinteto foi My Backyard, seguido de vários outros como Noble Five, Wildcats, Sons of Satan, Conqueror Worm, e One Percent. Cada show que faziam, levavam uma a vaia e resolviam mudar o nome da banda. Um dia, Ronnie resolveu anunciar a banda como Lynyrd Skynyrd, um anagrama para Leonard Skinner, treinador da escola que pegava no pé dos caras por eles serem cabeludos. Essa foi a bem humorada maneira que eles encontraram de homenagear o babaca. Por acaso, eles não foram tão vaiados nesse dia e esse foi o nome que ficou.

continue lendo »

Rock and Roll: Seis Décadas (Parte 1 – Anos 50)

Música segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 – 7 comentários

Estamos no início de 2011. Há mais ou menos sessenta anos, o rock and roll, provavelmente o tipo de música mais difundido aqui no terceiro planeta, apareceu. Não, espera, “apareceu” não. Isso dá a impressão que ele surgiu de repente. Não foi assim. Foi um processo gradativo e é difícil dizer qual o começo. Foi em algum lugar bem no final dos anos 40 e início dos anos 50 que aquela combinação de blues, country, jazz e gospel tomou forma e foi notado. Pra complicar mais, elementos do rock and roll podem ser ouvidos em algumas gravações de country dos anos 30 e de blues, dos anos 20.

 continue lendo »

A cura para dor: Morphine!

Música quarta-feira, 19 de janeiro de 2011 – 5 comentários

From Boston, Massachusetts; we are Morphine, at your service. Era assim que Mark Sandman sempre abria os shows de sua banda, que de convencional tinha muito pouco, quase nada mesmo.

 Dana Colley, Sandman e Billy Conway!

Era julho de 1999. Uma pequena banda americana de status cult subia num palco na Itália, ainda desconhecendo a surpresa que o destino lhes reservava. A incomum formação (Batera, duplo sax e baixão-slide de duas cordas) despejava sobre o público seu costumeiro jorro de música madrugadeira quando o compositor, letrista e frontman da banda, Mark Sandman resolveu contar uma piada. Não mais que de repente, Sandman cai no palco, nocauteado por um ataque cardíaco, aos 47 anos. Saiu do palco direto pro necrotério. Coisas da vida. E o pior: Nem terminou a piada. continue lendo »

Putas Vomitadas

Música segunda-feira, 06 de dezembro de 2010 – 2 comentários

Gostamos das cores de suas roupas, do jeito delas andarem, da crueldade de certas caras. Vez por outra, vemos um rosto de beleza quase pura, total e completamente feminina. Elas levam vantagem sobre a gente: Planejam melhor as coisas, são mais organizadas. Enquanto nós vemos futebol, tomamos cerveja ou jogamos poker, elas, as mulheres, pensam na gente, concentradas, estudiosas, decididas: A nos aceitar, a nos descartar, a nos trocar, a nos matar ou simplesmente nos abandonar. No fim das contas, pouco importa; seja lá o que decidirem, a gente acaba mesmo na solidão e na loucura. Há sempre uma mulher para te salvar de outra e assim que ela o salva está pronta pra te destruir… continue lendo »

Canções para cortar os pulsos: A Música de Tom Waits

Música terça-feira, 23 de novembro de 2010 – 3 comentários

Pra Tom Waits, todo homem fica feliz com um copo de bourbon, uma mulher com cabelos oxigenados e uma lata de feijões quando a solidão bate fundo. É um alvo baixo, devemos confessar, mas quem disse que não é verdade?

 Capitão Borderline?

continue lendo »

Guia do Blues – Cap. VII – B. B. King

New Emo quinta-feira, 23 de setembro de 2010 – 1 comentário

Porra, capítulo sete já? Acho que vai ser infinito… Mas uma coisa é certa: EU ME PERDI NA CRONOLOGIA! MURÁRÁRÁRÁ! Ahh, que se foda, não é? continue lendo »

Guia do Blues – Cap. VI – Chuck Berry

New Emo quinta-feira, 02 de setembro de 2010 – 1 comentário

Vamos conversar sobre um MONSTRO?

É, mais um. Tipo, não do tipo vampiro, lobisomem do Blues… O cara é um CTHULHU mesmo. Do tipo que vai fazer uns três séculos de vida e ainda continua tocando. E estou falando sério. continue lendo »

busca

confira

quem?

baconfrito