Quando telona e telinha colidem: Feud

Primeira Fila segunda-feira, 20 de Março de 2017 – 0 comentários

Em um dos muitos textos em que relembrei de forma nostálgica alguns filmes que marcaram minha vida, destaquei What Ever Happened to Baby Jane, protagonizado pelas divas Joan Crawford e Bette Davis, como um dos favoritos. O thriller marca a relação de dependência, rivalidade, ressentimento e violência entre duas irmãs. Enquanto Crawford dá vida à doce e desprotegida Blanche, que teve a carreira interrompida por um acidente que a deixou paraplégica, Davis é a afrontosa Baby Jane Hudson, prodígio infantil que, com o tempo, ficou esquecida e caiu no ostracismo. continue lendo »

American Horror Story (Coven): O relato de uma decepção

Televisão sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2014 – 0 comentários

Eu sempre defendi American Horror Story com unhas e dentes. Com todas as incongruências e excessos, a qualidade do seriado do FX residia justamente nas personalidades que contavam a história e nas escalações. Isso é fundamental em antologias. Como uma temporada é independente da outra, os autores precisam manter o público fiel não apenas à história que está sendo contada no momento, mas à todas que eles pretendem contar. Com AHS não é diferente. A primeira temporada, Murder House, teve uma estrutura sensacional e sem pontas soltas. Os bons atores surpreenderam, assim como a qualidade da maior parte dos personagens. E apesar de ter odiado a protagonista a ponto de querer matá-la com minhas próprias mãos, assisti a todos os episódios em inacreditáveis dois dias.

Asylum pecou pela confusão de elementos. Nazismo, ETs, terapias psiquiátricas desumanas, zumbis, possessão e um assassino em série de mulheres transformaram a segunda temporada em caos. Em contrapartida, o mistério acerca da identidade do grande vilão, BloodyFace, personagens interessantes, o melhor elenco possível e participações especiais movimentaram o público. Foi muito fácil, para mim, relevar o mix bizarro de horror quando tinha na tela Zachary Quinto, Jessica Lange, Lily Rabe, James Cromwell e Joseph Fiennes em papéis de destaque. O mesmo não aconteceu com a terceira temporada, Coven.

Pepper: Amor verdadeiro, amor eterno.

continue lendo »

American Horror Story: Coven – Primeiras impressões

Televisão sexta-feira, 25 de outubro de 2013 – 0 comentários

Já tive o deleite de assistir os dois primeiros episódios de American Horror Story: Coven. E só posso dizer que, meu deus, a humanidade precisa fazer mais seriados como esse. A season premiere, Bitchcraft, é um tapa na cara porque revela, sem frescuras, os plots principais, que darão o tom da trama. Vai muito além do clichê das bruxarias. Estou ansiosa pelo o que está por vir. Desde que não sejam aliens nazistas que comem criancinhas. Temos uma coleção bastante simpática, diversa e interessante de bruxas na Hogwarts de New Orleans. Taissa Farmiga, Emma Roberts, Gabourey Sidibe e Jamie Brewer estão ótimas, assim como suas respectivas personagens. O carisma, aliás, transborda das últimas duas. Esse texto tem alguns pequenos/médios spoilers, mas nada que comprometa as surpresas que te aguardam. Eu acho. continue lendo »

Finalmente, teasers reveladores de American Horror Story!

Televisão quinta-feira, 26 de setembro de 2013 – 7 comentários

Dia 9 de outubro acaba minha quest. Vou poder parar de fingir que amo todas as séries que eu tenho assistido (E odiado). American Horror Story: Coven, assunto de praticamente todos os meus textos do Bacon, estará de volta. Vocês vão ter que me engolir!!!11!

Ao longo dos últimos meses eu tenho sido torturada pela ansiedade e pelos teasers com umas mulheres louconas flutuando com as caras na parede e mulheres com rabo de cobra. Sempre embalados por House of The Rising Sun, na sombria versão de Lauren O’Connel. Mas nada era revelado em relação ao plot, tudo o que os fãs ficavam sabendo tinha a ver com entrevistas dadas pelo criador, Ryan Murphy, e uma ou outra dica do elenco. continue lendo »

American Horror Story: Madness Ends (Season Finale)

Televisão sexta-feira, 08 de Fevereiro de 2013 – 1 comentário

ESSE TEXTO É RECHEADO DE SPOILERS. LEIA APENAS SE ASSISTIU AO EPISÓDIO OU SE QUISER SE POUPAR DA EXPERIÊNCIA.

Ah, American Horror Story. Finalmente você acabou. Agora posso retomar minha vida social. Antes de começar os comentários sobre o último episódio gostaria de fazer dois agradecimentos: Pedro, sem você nada disso seria possível. Obrigada por ceder a televisão e as cervejas. Não precisa ficar saudoso da minha tirania, continuaremos assistindo apenas as séries que eu quiser. Obrigada, Ryan Murphy, por proporcionar uma ótima temporada sem a Connie Britton e com muito horror. Foram 12 episódios inesquecíveis. Estarei esperando ansiosamente o retorno. continue lendo »

Alegrias e Decepções [Ou: Banshee e American Horror Story]

Sit.Com quarta-feira, 06 de Fevereiro de 2013 – 0 comentários

Pois bem, essa semana eu comecei a assistir Banshee e também tomei coragem para terminar de assistir American Horror Story: Asylum. O resultado foi de fogos e ascos. Fogos para Banshee e os episódios 11, 12 e 13 de American Horror Story e asco para o resto da seriezinha de horror.

continue lendo »

American Horror Story, ou o dom que Ryan Murphy tem para estragar até as coisas boas

Televisão terça-feira, 21 de agosto de 2012 – 7 comentários

Pois bem, como bom vagabundo que sou, passo grande parte do dia assistindo séries. Como não tenho com quem comentar, pois minha mulher não atura e a atenção da minha filha se resume a Pingu, Dora, a aventureira, Toy Story e Vingadores, vou molestar a paciência de vocês reclamando dessa série aí.

continue lendo »

busca

confira

quem?

baconfrito