O Silêncio dos Inocentes (The Silence of the Lambs)

Bogart é TANGA! terça-feira, 27 de julho de 2010

Vejam só, e não é que a maioria dos meus leitores vai até poder bater um papo sobre o filme de hoje? Porque, claro, se você nunca ouviu falar em Hannibal Lecter deve ter caído aqui procurando mulher pelada por acidente, logo você pode clicar nesse X aí do seu navegador e pular da ponte de uma vez.

Sinopse: A inteligente trainee do FBI, Clarice Starling (Jodie Foster) é enviada a uma prisão para criminosos insanos a fim de contatar o doutor Hannibal “Canibal” Lecter (Anthony Hopkins). Sua missão é convencer o louco médico a ajudá-la a resolver o caso de um psicótico assassino em série.

A recém-formada agente do FBI, Clarice Starling, é designada para uma missão bastante complicada: Elaborar um perfil psicológico de um assassino em série com o famoso zumbi psiquiatra Hannibal Lecter, que está preso em uma unidade de segurança máxima. Por ser mulher, recém-formada e loira, os cuecas da sua jurisdição julgam que o trabalho é severo demais para a pobrezinha. Mas ela decide tentar resolver o caso a todo custo para provar a todos e a si mesma que pode vir a se tornar uma excelente policial.

Chegando à prisão de segurança máxima, que mais parece uma catacumba, Clarice conhece finalmente o tão popular detento, que possuía o estranho hábito de comer suas vítimas enquanto ainda estava solto. Lecter só se prontifica a cooperar com Clarice mediante algumas exigências, do tipo: Regalias como passeios, livros, boa comida e um bom bate-papo com a tira novata.

 “Ahm, você vem sempre aqui?”

Durante as conversas, o elegante velhinho vai descobrindo fatos da vida de Clarice, até mesmo os traumas mais pessoais, como a morte do pai, que também era policial. Clarice por sua vez vai ganhando pistas de como o assassino Buffalo Bill escolhe suas vítimas, qual o seu método de abordagem e etc.

A coisa fica preta quando Buffalo Bill sequestra a filha de uma senadora e a pressão para a captura do criminoso aumenta devido ao apelo político e popular. Clarice tem de agir rápido. Uma excelente pista surge quando a perícia encontra um tipo de casulo de mariposa dentro das bocas das vítimas, e a partir daí tem-se um novo caminho para investigação. É nesse ponto que a paciência com os jogos psicológicos de Lecter termina e a polícia decide transferir o criminoso. A partir daí vocês já estão querendo demais né?

 Sério, esse cara da medo

O Silêncio dos Inocentes, juntamente com Pulp Fiction, A Lista de Schindler, Os Bons Companheiros, Clube da Luta e Forrest Gump, entre outros representantes dos anos 90, foi responsável por dar uma injeção de ânimo em Hollywood, que vinha em decadência recorrente da fraca década de 80. Mas gosto sempre de ressaltar o filme em questão, por ser um modelo de suspense psicológico, e além disso ser um excelente filme policial, e lançar talvez o mais interessante e aterrorizador vilão da história do cinema, o já citado Hannibal Lecter. Hannibal é sem dúvida alguma o vilão que mais me fascina, seja pela sua elegância e requinte ou, por outro lado, uma mente manipuladora e sádica, fazendo dele um dos personagens mais complexos já criados no cinema, chegando ao ponto de torcemos para um criminoso se dar bem.

Outro ponto de destaque que já foi falado pelo Vassourada é o fato de O Silêncio dos Inocentes ter sido um dos três únicos filmes vencedores do Grand Slam, ou seja, vencedor do Oscar nas categorias de melhor filme, ator, atriz, diretor e roteiro adaptado, em 1992. Posteriormente surgiram mais três continuações, mas isso já é assunto para outro dia.

O Silêncio dos Inocentes

The Silence of the Lambs (118 minutos – Policial)
Lançamento: EUA, 1991
Direção: Jonathan Demme
Roteiro: Thomas Harris (romance), Ted Tally (roteiro)
Elenco: Anthony Hopkins, Jodie Foster, Scott Glenn, Ted Levine,

Leia mais em: , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Lionheart

    Clássico. Sem mais.

  • Willy

    Passando, e postando, por gostar muito da triologia envolvendo o Hannibal… Vale ressaltar que além da MARAVILHOSA interpretação do Antony… a verdade por trás desse Serial Killer, é que torna esse personagem tão marcante.
    Assim como Hannibal, Buffalo Bill e o doidão da Serra Eletrica, todos eles possuem um ponto em comum “Ed Gein”… o verdadeiro, único e macabro homem que serviu de inspiração para os autores criarem esse lindos e “fofos” personagens, que tanto adoramos… a verdadeira história é de assustar até o Zé do Caixão (salvo quando ele se olha no espelho)… Vale a pena uma pesquisa, para descobrir, que ele foi o primeiro Killer a vestir a pele das suas vítimas (Buffalo Bill), que foi o primeiro a criar máscaras com pele humana (o zuado da Serra Eletrica que eu me esqueci o nome) e por fim, foi um adorador de carne humana mal passada com batatas fritas (Tipo McDonald)… Além de fazer artesanato, aproveitando os restos dos corpos que manipulava..(o Homem reciclava gente!! que mal tem nisso?) Enfim, aposto que depois de conheçer a verdadeira história, vc’s vão olhar para esses personagens com mais respeito e talvez admiração..!! Grande Abraço, e Parabéns ao (deixa eu ir lá em cima ver o nome…) Yuri, que tem cara que tem 12 anos?? Esse filme não é para maiores de 16?? Mas já manda bem!! Parabéns!!
    Saudações Além-mar!!

  • @Willy
    Aí fera, eu tenho 21, só pra constar! A foto tá meio antiga mesmo, pedi pro Pzk trocar, mas….

  • Mi mi mi. Cê mandou essa foto não faz nem três meses.

busca

confira

quem?

baconfrito