As mulheres de Gillian Flynn – Libby Day (Lugares Escuros)

Livros segunda-feira, 25 de Abril de 2016 – 0 comentários

Lugares Escuros foi o segundo romance de Gillian Flynn, publicado em 2009. Se comecei falando de Garota Exemplar pela popularidade do longa homônimo, sobre este eu alerto: Leiam o livro. SÓ O LIVRO. SÓ-O-LIVRO! Apesar de ser estrelado pela linda, musa, maravilhosa Charlize Theron, é melhor evitar a fadiga, porque é uma grande porcaria.

O thriller, cuja adaptação cinematográfica, eu insisto, é desastrosa, conta a história da bela, desbocada e do bar, Libby Day. A pequena menina ruiva que testemunhou a morte brutal de sua família e condenou o irmão mais velho, Ben 10 Day, à prisão perpetua quando atestou, perante ao júri, que o rapaz, então com 15 anos, havia assassinado mãe e irmãs. Fria, desajustada e cleptomaníaca na vida adulta, tem que enfrentar o passado ao ser convencida a investigar mais a fundo o drama familiar. O pavor de reencontrar o irmão, a quem era apegada na infância, e a culpa por, talvez, ter sido levada a acreditar que havia visto algo do qual já não tem tanta certeza, confere à protagonista alguma coisa de humanidade, assim como as raras relações interpessoais que o livro nos permite conhecer. continue lendo »

Peido de Ogro

Livros segunda-feira, 18 de Abril de 2016 – 0 comentários

Eu não tenho nada. De verdade. Eu não tenho assunto. Não tenho um tema ao qual dedicar um texto, não tenho do que reclamar ou debater ou mostrar. Nada. E já faz um tempo, como creio que deu para notar. Eu não estou feliz com isso porque bem, eu tenho uma quantidade mínima para escrever pra isso aqui (Quantidade mínima que não atinjo há meses) e porque eu gosto de escrever. Eu quero escrever. Só não tenho sobre o que escrever.

Desde que entrei no Bacon falei várias vezes de temas relacionado à escrita em si: Falta de inspiração, falta de tempo, preguiça, bloqueio, cansaço, internet com problema. Quase esgotei o tema, provavelmente. Ou melhor, acho que vou fazer isto agora. continue lendo »

As mulheres de Gillian Flynn – Amy Dune (Garota Exemplar)

Livros quarta-feira, 13 de Abril de 2016 – 0 comentários

Nunca admirei personagens femininas tipicamente fortes do universo literário, nem de qualquer outro lugar. As heroínas perfeitas, de coração puro, nobre, abnegadazzzZZZZzzz. Acho-as chatas. Quanto mais complexa, problemática e twisted inside – tipo eu – melhor. Carrie, de Stephen King, foi a primeirona. Criou, em mim, um fascínio absurdo com a história da menina encurralada que ascende, poderosa, contra os inimigos. Literalmente tocando o terror sobre tudo e todos, incendiando sua pequena cidade e fazendo carros voarem. Annie Wilkes, de Louca Obsessão, um dos meus livros favoritos do King, tem sobre si a aura do mal e da loucura, mas é impossível não criar ainda que um resquício de empatia, com a solitária e misteriosa enfermeira, apaixonada platonicamente por seu autor favorito Paul Sheldon. Após resgatá-lo de um acidente, ela o leva para casa e o mantém em cárcere privado, exausta da solidão e da vida medíocre que leva. O plot angustiante e claustrofóbico azeda ainda mais quando ela descobre que sua personagem favorita, Misery Chastain, será assassinada no livro seguinte. Tão doentias quanto as ações de Wilkes, é o fato de ninguém olhar por ela, deixando que seus demônios a assumam.

Warning: Cuidado com as influências literárias alheias, George R.R. Martin. Existem muitas Anne Wilkes espalhadas por aí. continue lendo »

Baconews (21-25/03/2016) – Erros, erros e mais erros

Cinema, HQs, Livros, Música, Televisão sexta-feira, 25 de Março de 2016 – 0 comentários

Uma série do Capitão Britânia (Televisão)

A ilustradora britânica Ciara McAvoy revelou em seu Twitter que uma série do Capitão Britânia está em desenvolvimento. A pergunta que não quer calar é: Ele está com a Fox ou com a Marvel? Se estiver com a Fox, ela vai fazer mais caquinha com o universo X? Porque o Capitão é irmão da Psylocke, que dará as caras em X-Men – Apocalipse e como a Fox não quer misturar seus filmes com suas séries, isso está me cheirando a caquinha. Entramos em contato com um encanador para tentar entender melhor o que a Fox está planejando e tudo o que ele nos disse foi: Essa privada está entupida.

 continue lendo »

Dinossauros, Asimov e Deus Ex

Cinema, Games, Livros quarta-feira, 16 de Março de 2016 – 1 comentário

Apesar de Assim Falou Zaratustra estar na minha cabeceira há meses (E já há meses intocado) resolvi reler Asimov, mais precisamente Sonhos de Robô, uma coletânea de contos que acabam por exemplificar um pouco de tudo que o autor fez em termos de ficção científica. Um excelente livro para se ler como introdução pra o filme Eu, Robô, diga-se de passagem, à parte do livro homônimo. E venho, já há uns dias, jogando novamente Deus Ex: Human Revolution.

 continue lendo »

O Fracasso e o Triunfo de Rei Nicolau I

Contos sexta-feira, 29 de Janeiro de 2016 – 0 comentários

Era um daqueles dias em que o mundo inteiro parece estar triste. O céu estava fechado e uma fina e persistente chuva insistia em molhar os pedestres, que apertavam-se debaixo de marquises como se o que estive caindo do céu fosse DST e não apenas água. Nicolau olhava para esta cena pela janela quase que completamente embaçada de seu apartamento no quinto andar do edifício Klaus 46, mas não estava prestando atenção no que acontecia diante de seus olhos. Nicolau estava perdido em pensamentos, planejava o futuro e tentava em vão não lembrar dos lamentáveis acontecimentos da noite anterior. Nicolau era um jovem adulto de 26, cabelos pretos, barba curta, olhos castanhos, enfim, era um rapaz bonito e elegante, apesar de naquele momento estar trajando apenas uma cueca frouxa azul. Tomava um café preto com pouco açúcar e esperava suas torradas ficarem prontas, coisa que já tinha acontecido cerca de cinco minutos atrás. Para a sorte de Nicolau, a torradeira que sua mãe havia dado de presente era daquelas que desliga após cuspir as torradas. Se tem uma característica que todos percebem em Nicolau é que ele é bastante distraído. O apartamento de Nicolau era um apartamento completamente comum, meio tedioso e desinteressante, do tipo que se tivesse que conviver em sociedade com outros apartamentos seria completamente rejeitado até mesmo pelas kitnets. Paredes brancas, carpete preto na sala e no quarto e azulejos azuis na cozinha e no banheiro. Era como uma viagem no tempo para 1982.

 continue lendo »

O Marido do Doutor Pompeu: Crônica a Crônica

Livros quarta-feira, 23 de dezembro de 2015 – 0 comentários

Em 1987, quase trinta anos atrás, saía O Marido do Doutor Pompeu, um dos muitos e muitos livros de quem provavelmente é o mais famoso cronista que este país já teve: Luís Fernando Veríssimo. Os temas são, claro, variados, mas ao mesmo tempo os mesmos que o autor gosta tanto de tocar, entre eles o relacionamento entre homens e mulheres, as frescuras de uma sociedade que quer status, e claro, o futebol. Querem uma frase extremamente babaca? Quase trinta anos depois do lançamento, o livro ainda continua atual.

 continue lendo »

Propaganda Enganosa

Games, Livros, Música, Televisão segunda-feira, 07 de dezembro de 2015 – 0 comentários

Sabe uma coisa que me fode? Carros clássicos em clipes safados de música. Que nem no CDS dessa semana. Não pelo carro em si, eu gosto de carros, mas porque eu sei que qualquer um desses músicos bunda mole não dirige um carro desses. Porque eu sei que o carro que tá alí foi alugado, emprestado ou até roubado, mas só está alí de enfeite. De fato, o carro praticamente não é usado, quando muito fazendo as vezes de sofá pra nego pagar de foda no clipe. Eu ficaria fodido da vida se nego pisasse na porta do meu conversível pra subir nele, ou se uma piranha qualquer ficasse se esfregando no capô cheio de espuma pra parecer sexy. Desce daí, minha filha, tá riscando a pintura.

 Sabe nem lavar um caE ESSA HAVAIANAS AÍ?

continue lendo »

Exploring Calvin and Hobbes

HQs, Livros terça-feira, 13 de outubro de 2015 – 0 comentários

Em 2014, em Ohio, nos EUA, no Billy Ireland Cartoon Library & Museum, aconteceu uma exibição sobre Calvin and Hobbes (Jamais me acostumei com Calvin e Haroldo), com tirinhas originais, materiais, capas, livros. Dessa exibição, saiu um livro retratando a exibição em si, mas mais importante que isso, com uma entrevista inédita com Bill Watterson. Vamos falar sobre isso.

 continue lendo »

Vejam todos minha biblioteca

Livros quarta-feira, 02 de setembro de 2015 – 0 comentários

NOOOOO DIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIAAEMQUEEEEEEEEEEEEEUUUUUUUUUUUU SAÍÍÍÍÍÍÍÍ´DE CAAAaaAAASAAAAAAA, MINHA MÃE ME DIIIIÇE, FILHU VÊÊEMK.

 continue lendo »

Página 5 de 53« Primeira...34567...102030...Última »

busca

confira

quem?

baconfrito