Bacon Entrevista: Luis Challenger

Livros segunda-feira, 18 de julho de 2016

E seguindo com as entrevistas, na de hoje falarei um pouco com Luis Challenger, um autor no Wattpad que escreve algumas histórias que fogem do que se espera pro gênero que ele escolheu explorar. Sem mais enrolações, confiram abaixo:

Santhyago: A entrevista vai ser pra um site chamado Bacon Frito. Você por acaso é vegetariano?

Luis Challenger: kkkkkk. Não mesmo. Mas por que o nome?

Aqueles momentos que a ideia surge do que você está comendo na hora. Mas se não é vegetariano, perfeito. Se for, também não seria problema. :v
Mas vamos lá, me conta um pouco sobre quem é o Luis fora do Wattpad. Nome, idade, o que faz da vida, onde mora, essas coisas.

Então… Meu pseudônimo é Luis Challenger, não digo meu nome nem sob tortura… kkkkkk. Gosto de usar pseudônimo por “N” razões e uma delas é minha liberdade… Com responsabilidade, claro. Ver minha cara estampada num lugar que não combina muito comigo, ou seja, como “escritor” é estranho… Muito estranho.

Entendi. Então o desafio que faz parte do seu nome envolve também manter segredo sobre sua identidade?

Sim… Não sei o que será do meu futuro na escrita… Se der na minha telha e ver que não vou avançar, mesmo que eu lute contra a maré, eu desisto de tudo, fecho tudo e vou embora…

É a sua garantia contra imprevistos, então. E sobre sua escrita, como é o processo de criar uma história?

Você também é escritor, então vamos à loucura… Vamos ver se me entende….

Sou sim, então apresenta essa loucura aí que é o seu jeito de criar.

Vejo a “História” na minha frente… Quando escrevo contos eróticos, não penso apenas em “cenas de sexo”, palavras eróticas e vamos para o finalmente… Há sempre uma história… Sexo não é só penetração e acabou… É uma relação… Entre duas ou mais pessoas… Para escrever isso, tem que fazer o leitor entender isso… Sentir isso… O romance que escrevo agora, que envolve uma agência de publicidade, amizade e amores é também baseado em relacionamentos… Um pouco da realidade com a fantasia… É escrever a fantasia como se tivesse acontecido… Alguns escritores escrevem sobre um mundo ou sobre uma história que gostaria de vivenciar…

Então suas histórias tem um grande teor biográfico.

Também… Mas tenho histórias fantasiosas na minha cabeça, que nunca aconteceram… Parece que há um mundo na minha mente.

E pra passar este mundo pro papel, como é? O texto sai fácil ou é daqueles que sofrem ao escrever?

Depende do dia… É o que acontece no meu dia-a-dia que influi na minha escrita. Eu até tenho uma história completa na minha cabeça, mas se alguém me chatear ou se eu me aborrecer ou sei lá, algo de ruim acontecer, não rola escrita, e olha que este ano eu coloquei a palavra “incansável” na minha frente, para que eu persista, a todo custo, na escrita.

Nesses casos, o anonimato não consegue te prevenir do que sente ao escrever.

O anonimato sou eu sem freio… Já escrevi quando estive puto da vida, quando um amigo morreu e quando eu estive revoltado com o futuro incerto.

Esses fatos afetaram a maneira que escreve?

Às vezes, me fez me sentir muito mal, me deixou péssimo às vezes… Quando isso acontece, não escrevo, dou um tempo e deixo minha mente voltar em “sintonia”. Escrever é como uma terapia para mim…

Uma ótima terapia, por sinal. Não há lugar melhor para colocar anseios e frustrações como no papel.

É relaxante… Se sua vida está “morna” ou uma “merda”, é ótimo sentar-se e escrever algo que te dê prazer… Criar personagens, sentimentos, histórias… É meio louco, mas faz bem.

Ah sim, agora tenho que te fazer uma pergunta a lá Professor Carvalho, de Pokémon.
Você é:
( ) Um garoto
( ) Uma garota
Debaixo do manto do anonimato, acredito que essa dúvida seja normal.

Ah, sim… Sou garoto… Kkkk. O mundo do Wattpad é dominado por mulheres, é até uma guerra desleal, sei lá. Elas só leem histórias de outras garotas…

Sim, principalmente na categoria de histórias eróticas da qual você escreve, as chamadas histórias Hot.

E fica pior se não escreve os “clichês”: CEO bruto, mulher idiota, princesa, cara fodão, rico… Na boa, nada contra, mas curto histórias a lá Charles Bukowski.

E a aceitação do publico por um estilo assim diferente do que estão acostumados a ler, como tem sido?

Uma das coisas que mais fico… Deixa eu ver a palavra… “Indignado” é escrever e não ter um retorno esperado… Não ter comentários… Acho que o Wattpad é povoado por fantasmas.

Uma grande parte são fantasmas mesmo. E o publico feminino, aparece com frequência?

Eu comecei este mês um livro de contos eróticos… Tem quase mil visualizações e um comentário. Isso é desmotivador. Eu acho que não escrevo o que as pessoas querem ler…

Em um mês mil leituras? Isso é um grande retorno. Meu livro depois de dois meses nem chegou a mil ainda, e olha que eu publicava toda semana capítulos. Agora já está finalizado.

Mas, acho que grande parte são leitoras mesmo… E alguns poucos homens, mas como não comentam nada, não tenho como saber.

Entendi… E fala um pouco sobre os livros que tem no Wattpad.

Tenho livros de contos eróticos, que curto escrever porque… Porque sim, eu gosto de criar histórias diferentes, que pode fazer meus leitores sentirem prazer por meio de palavras, imaginando… Isso é surreal. Comecei um livro romance policial… Estilo agente secreto que leva porrada, tiro, perde pessoas e com capítulos nada clichês. Tenho outro livro de contos, crônicas, em que misturo um pouco de tudo… Mistério, suspense, romance, fantasmas.

E quais já estão finalizados?

Filha de uma paixão“, um romance hot que surgiu de uma matéria que eu lia no jornal há um tempo… Que dava a notícia do padrasto que se apaixona por uma das filhas da mulher… E já existem tantos livros com o tema de “enteada e padrasto safado” que criei uma história de amor com sexo e suspense… Tive bom retorno e leitura… Acho que mais tarde posso prolongar essa história, que só tem cinco capítulos. “Dirigindo sem rumo pela vida” é um suspense hot, se é que existe isso, “Cartas do passado ensinam o futuro” um conto longo… Romance. “Traições em Família” é um romance policial… Quase acabando ou o livro acaba comigo. Os outros, no início…

“Cartas do passado” foi escrito por causa dos desafios do Wattpad? Lembro que teve um sobre cartas há uns meses atrás.

Sim… Nunca participei de nada e me arrisquei… Sem retorno também… Acho que depois eu volto a trabalhar nele… Às vezes, acho que escrevo apenas para mim, tenho dois mil seguidores que não conversam comigo. Quer dizer, por causa do Wattpad, fiz maravilhosas amizades, mais amigos que leitores que leem o que escrevo. Dizem que escritores só escrevem um livro bom na vida e acho que estou só nos testes.

Isso de um livro bom na vida é relativo. Muitas vezes, o autor não consegue aceitar que o que escreve é bom, isso é o primeiro passo para que os outros gostem do que escreve. E quais são os autores que te inspiram a escrever? Você citou o Bukowski antes.

Bukowski, se estivesse vivo, eu o atormentaria… Queria um mestre como ele para aprender sobre escrever, sabe. Martha Medeiros, uma cronista genial… Adoro os livros dela. E de escritores de contos e crônicas, textos curtos que dizem muito, Luís Fernando Veríssimo. Há tantos que fico perdido. J.D. Salinger também.

As crônicas do Veríssimo são muito boas, adoro a visão que ele tem das coisas e como a coloca no papel. Nada de autores de contos eróticos para inspirar e ajudar a escrever os seus?

Não muitos, eu leio alguns do Wattpad, maioria mulher, mas escrevo diferente delas. Baixei uma porrada de livros eróticos, e gostei da Anaïs Nin.

As histórias dela são curtas, mas objetivas. Diretas e sem exagero. Eu vejo que, apesar de escrever histórias eróticas, seu estilo não se encaixa muito no de autores desse meio. Qual sua opinião sobre essas histórias Hots que tanto enchem o Wattpad?

História Hot no Wattpad deixou má fama. Erros toscos de português, histórias que não tem começo, sentido, pé, cabeça. Não são todas as histórias, mas a maioria. Acho que escritor teria que escrever sobre tudo, escrever sobre sexo sem ter romance, mistério ou algo que prenda o leitor, isso para mim é água morna, escrever é estar apaixonado, excitado, com sentimentos a flor da pele. Você escreve entusiasmado e não só por escrever, relatar… Acho que alguns escrevem mais para ter visualização do que por mostrar que tem talento para o Hot… Mas, há algumas autoras ali que fico de queixo caído quando eu as leio, escrevem tão bem que dá gosto de tentar superá-las…

Alguma que queira citar?

Tem a Bárbara Nunes, conhece?

Não pelo nome, mas já tinha ouvido falar da história que ela escreve, agora que olhei o perfil dela no Wattpad

O chato do Wattpad é que tem tantas histórias boas e quase não temos tempo de usufruir, eu mesmo parei de escrever para terminar a leitura de um livro que me prendeu.

Alguns autores e seus livros tem esse efeito mesmo.

Acabei tendo a certeza de que quero ser escritor… Kkkkkk

E seu contato com o publico que te lê, é algo que valha a pena ser citado? Recebeu mensagens de pessoas te ofendendo? Por ser um autor de contos eróticos, uma categoria dominada por mulheres, nunca ninguém veio te ofender com coisas estilo te chamar de gordo punheteiro que só escreve Hot por não ter namorada? Tenho visto que os haters têm crescido nesta plataforma.

Escrever contos eróticos, não sei se foi uma boa para mim, não escrevi para chamar atenção, ou para ter mais seguidores… Eu só queria escrever para que gostassem desse tipo de leitura, tão mal representado… Parece que há uma maldição… Se o cara escreve contos ele não tem qualidade literária… Enfim, são tantos os preconceitos que eu leio que me faz pensar em ser mais recluso… Mas há sim leitores que são fãs de carteirinha, comentam e gostam do que escrevo… Esses eu sou super agradecido.

São tão raros que quando um gosta da história, é como se estivesse ganhando um presente.

Cara, eu ler que uma pessoa virou um “fã” do que escrevo? É surreal. kkkk. Eu sou daqueles escritores secretos, que nem a família desconfia que escreva. Eu tinha um livro de contos eróticos, o meu primeiro, com quase 900 mil visualizações e vários comentários… A maioria gostava e elogiava, mas os que criticavam… PQP, eu deveria ter tirado uns prints… Mas, acabou que meu livro foi retirado do Wattpad, sem mais nem menos… Até hoje não sei bem o que eu fiz de errado…

Retirado? Eu só vi isso acontecer por causa de denuncias e quebra de diretrizes. Foi algum desses motivos?

Não tive resposta até hoje… Disseram que infringi o regulamento, mas não deram a resposta… Eu havia mudado a capa do livro, colocando uma foto de uma mulher dentro do mar… Talvez meu erro foi mudar a capa. Mas, fiquei sem saber, sem resposta… Parei de escrever um tempo, me senti um criminoso, horrível a sensação.

Bom, sem nenhuma resposta fica difícil mesmo de saber. E o que te motivou a voltar a escrever depois deste episódio?

É terapia, sabe? Kkkkkk. Posso dizer que é viciante… Não gosto mais de ter histórias na minha mente… Tenho que compartilhar… Se gostarem ou não, não tenho certeza, mas escrevo mesmo assim…

Santhyago: Algum conselho que queira deixar para futuros escritores?

Luis Challenger: Quem sou eu para dar conselho? Mas, enfim… Humildade sempre… Nós não somos deuses… Erramos… E quando nos aconselham, criticam, comentam… Respire fundo se não gostou, mas veja se vale a pena a trombada que recebeu… Não desista, persista… Escreva com paixão e não por modismo… Leia, leia de tudo, escritor é como antropólogo e se tiver preconceitos, haverá barreiras em seu processo de escrita… Escrever todos escrevem… Escrever com amor, com sentimento, escrever para os outros… É sacrifício… Escrever é tentar milhares de vezes e acertar poucas… Enfim… Só isso… Kkkkkk.

E encerro por aqui a entrevista hoje. Para conferir as historias que ele escreve, só clicar nos links que estão pela entrevista ou conferir direto no perfil do autor.

Esta é a segunda parte da série Bacon Entrevista: Wattpaders; as demais entrevistas você encontra neste link aqui.

Leia mais em: , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Danka Maia

    Gostei da entrevista. Embora não goste de hot como leitora, em muitas situações no que tange em geral a vida do escritor ,concordei com ele. Sucesso aos dois! Beijocas!

busca

confira

quem?

baconfrito