The Gamers

Filmes bons que passam batidos terça-feira, 26 de Abril de 2011

 Tarde da noite num dormitório da faculdade, quatro geeks socialmente fracassados imergem em um mundo de fantasia criado por eles mesmos. Seus personagens viajam através de reinos perdidos, ruínas antigas e na natureza esquecida, para resolver um misterioso quebra-cabeça que pode fazer a diferença entre a vida e a morte. Quem é A Sombra? Onde a Princesa está escondida? Algum deles irá conseguir um encontro? E quanto tempo eles tem até os vizinhos chamarem a polícia?

Filme sobre RPG… Nem sei se o Pizurk assistiu, mas ele alega ser genial: É o que descobriremos se vocês me seguirem nessa fantástica aventura nesse post.

Em uma recente discussão no chat do Bacon (group1185561@groupsim.com), estávamos debatendo acerca de nerds, RPGs, se é possível cair para cima e bebida (É claro), e as conclusões que chegamos são: Que o Kirk precisa dormir mais, que o Pizurk é nerd mas não gosta que seja chamado assim [Nota do editor: Bosta de boi. Sou um nerd e não tenho vergonha disso. Tenho vergonha desses imbecis que nem sabem quem é Lobo e se dizem nerds.], que eu não entendo muito bem de átomos e que RPG é coisa de nerd sem vida social, ou seja, debatemos os mesmos clichês que o filme trata.

O filme é um enorme bolo de clichês dos RPGs: Emboscadas, o mestre fodendo com os personagens dos amigos, debate de regras, NPCs, status, etc., alternando entre o jogo em si, com direito à fantasias, “armas” e todo o resto, e a “vida real”, com a mesa, montes de folhas, livros de regras e sei lá mais o que.

Eis algo que soará contraditório, mas faz sentido: O filme não tem história. Basicamente, são 4 caras (Mais o mestre) jogando RPG. Claro que o jogo em si tem história, mas acreditem, está bem longe de ser uma aventura épica: Não afirmo com 100% de certeza, mas creio que o jogo vá apenas até o level 10 e, bem, quem joga RPG pode explicar isso melhor que eu.

A imagem do filme é horrível: A imagem é digna de uma webcam de 0.7 mp. Felizmente, o som é bom e o roteiro também, afinal, não necessariamente roteiro e história são a mesma coisa… O que estraga o filme é o final (Que o Pizurk também achou foda), mas isso vocês terão de ver por si mesmos: O filme está liberado na íntegra no site da produtora, a Dead Gentlemen.

O que faz esse filme valer à pena são, definitivamente, os personagens, tanto os do RPG quanto os “reais”: Inevitavelmente você irá reconhecer algum amigo seu alí, e inevitavelmente irá querer surrar algum deles, principalmente se você costuma ser mestre de jogos. Enfim, é um bom filme, desde que você goste de RPG.

The Gamers

The Gamers (48 minutos – Comédia)
Lançamento: 2002
Direção: Matt Vancil
Roteiro: Matt Vancil
Elenco: Emily Olson, Matt Cameron, Matt Shimkus, Phil M. Price, Nathan Rice, Justin McGregor, Chris Duppenthaler, Mark Thomason e Evan Shimono

Leia mais em: , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • luiz h. feliciano

    Por coincidencia , assisti mês passado no YouTube…

    É excelente!!! Lembrei imediatamente dos interminaveis logos de RPG com amigos de alguns anos atrás….Hehehe

  • Todo jogador de RPG, ou que ao menos tenha noção, precisa ver isto. É um filme excelente, você ri o tempo todo.

busca

confira

quem?

baconfrito