Sobre a memória e a vida das referências

baconfrito sexta-feira, 10 de Janeiro de 2014 – 0 comentários

Recentemente eu jogava Driver: San Francisco, que aliás é ótimo, recomendo muito. Bem, em uma das missões logo no começo do jogo o personagem, John Tanner, precisa perseguir e pegar dois larápios que roubaram a caixa de dízimos de uma igreja. Assim que ele incorpora no policial que dirige a viatura (É, o jogo tem suas esquisitices) e entende a situação, ele diz: “Esperei a minha vida toda pra dizer isso, mas… Nós estamos em uma missão de Deus”. Sacou? Não? Talvez em inglês: “We’re on a mission from God”. Ainda não?

Bem, esse é justamente o ponto desse texto. Vem comigo. continue lendo »

Falta de Referências

New Emo quinta-feira, 09 de setembro de 2010 – 4 comentários

Não, o título não tem nada a ver com referências bibliográficas aka ABNT vaitomarnocu. E falando nisso, já teve sua dose diária de Matanza?. Ao lado do ácido ascórbico, do maleato de dexclorfeniramina, e outras dorgas mais, faz milagres. Tipo, se levantar às 5 da matina de uma segunda com disposição pra brigar. Ou então dar um foda-se e dormir novamente.

Mas tem outra coisa que opera milagres, irmão!. É o Transformice. Us rato, manolowwhn! Jogar esse troço nem por uns 15 minutos por dia deve fazer tanto efeito quanto essas coisas ae em cima JUNTAS. continue lendo »

Referência

Nona Arte quarta-feira, 08 de Abril de 2009 – 4 comentários

É sábado de tarde. Você, amado leitor, está no meio de duas decisões de grande importância: se chatear assistindo o programa do Luciano Huck ou mergulhar de cabeça no tédio quase tangível que está o fim de semana. Você não tem grana para preencher sua face de etanol, ir pra uma churrascaria rodízio/festa ou praticar tiro ao alvo em vegetarianos bebês. Todo o dinheiro que você tem, incluindo as moedas perdidas no sofá, dá exatamente o preço de uma entrada de cinema. Então, com a esperança à sua frente, você vai ao cinema e vê que, sei lá, [Filme de cavaleiros genérico/aleatório] está em cartaz. Você compra a entrada, entra na sala de projeção e assiste o filme. Mais na frente, no entanto, durante uma cena de luta, você vê que no desenrolar da ação aparece no fundo da imagem, por alguns poucos segundos, uma mão saindo da água com uma espada, e um jovem cavaleiro recebendo-a. É nessa hora que seu cérebro explode e o pensamento voa: RÁÁÁÁÁÁ!PEGADINHA DO MALANDRO! Isso foi uma referência à história do Rei Arthur! Meia hora depois, aparece um cavaleiro, e, diante de uma proposta que ofende seu código de honra, ele solta um Ni! E a torcida vai à loucura com a referência a Monty Python e o Cálice Sagrado!
continue lendo »

busca

confira

quem?

baconfrito