[REC]³ Génesis

Cinema terça-feira, 07 de agosto de 2012 – 0 comentários

Primeiro tínhamos zumbis, depois descobrimos que não eram zumbis, mas demônios. E agora, sabemos que eles estão sendo comandados por uma força superior. Ah, e também sabemos que esses caras tão a fim de ganhar mais grana enrolando-nos com um filme tão fora de contexto quanto Rec 3. E só pra deixar bem claro, isto não é uma resenha, é apenas uma reclamação. Então sim, tem SPOILER pacarai.

continue lendo »

Estréias da semana – 03/09

Cinema quinta-feira, 02 de setembro de 2010 – 6 comentários

Como Cães e Gatos 2 – A Vingança de Kitty Galore (Cats & Dogs: The Revenge of Kitty Galore)
Com: James Marsden, Nick Nolte, Christina Applegate, Katt Williams, Bette Midler, Neil Patrick Harris, Sean Hayes, Wallace Shawn, Roger Moore, Joe Pantoliano
Cê viu o primeiro filme? Nem eu. Mas a disputa ente cães e gatos [Jura?] pelo domínio da Terra [E dos seres humanos, porque não?] continua.
Só não sei se alguém ae vai ver graça na bagaça. continue lendo »

[REC] 2 – Possuídos ([REC] 2)

Cinema quinta-feira, 02 de setembro de 2010 – 2 comentários

Pois então, todo filme de sucesso tem uma continuação. Pelo menos a grande maioria. Isso é foda, as continuações nunca são tão boas quanto o resto. Resident Evil foge à regra. Todos os filmes da série ficaram uma bosta. De qualquer jeito, cês já viram [REC], né? Ele é a origem espanhola do remake estadunidense chamado Quarentena. Eu sou mais o original, mas aí é tirar crédito dos caras. O remake não é ruim (E eu assisti ao remake PRIMEIRO, só depois fui ver o espanhol). Demorando ou não, o filme original recebeu uma continuação. Ficou do caralho. Não tanto quanto a primeira, mas ficou. continue lendo »

Estréias da semana – 13/08

Cinema quinta-feira, 12 de agosto de 2010 – 6 comentários

O Aprendiz de Feiticeiro (The Sorcerer’s Apprentice)
Com: Nicolas Cage, Jay Baruchel, Monica Bellucci, Alfred Molina, Ethan Peck, Teresa Palmer, Toby Kebbell, Alice Krige, Omar Benson Miller, Robert Capron
Balthazar Blake é um grande trambiqueiro feiticeiro que se vê obrigado a recrutar um rapaz normal como seu aprendiz. O objetivo é dar-lhe o melhor ensinamento possível para ajudar a defender Nova York do seu arquinimigo, Maxim Horvath.
Nunca na história desse país se viu um baguio tão clichê. continue lendo »

Destaques da Semana em DVD (16 à 20/02)

Cinema sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009 – 0 comentários

 [Rec:] Grande destaque do cinema de horror de 2008, [Rec], originalmente espanhol, chegou fazendo tanto sucesso que o os americanos em seguida já refilmaram o filme como Quarentena (ambos lançados nos cinemas brasileiros). Filmão de terror e suspense com a marca de Jaume Balaguero, cineasta espanhol que já engatilhou inúmeros filmes deste gênero nos últimos anos, um nome a ficar atento. Na trama, a repórter Ángela e seu câmera gravam um programa sobre o Corpo de Bombeiros de Barcelona, acompanhando uma chamada de emergência noturna. No local, encontram moradores apavorados com a velha senhora, que mora sozinha no andar de cima, gritando e atacando os vizinhos. Os bombeiros entram no apartamento, seguidos pelos repórteres. Mas o que era uma situação de rotina torna-se uma escalada de medo e terror, onde o que importa é continuar vivo – e seguir registrando tudo. Confira a resenha AQUI. continue lendo »

Estréias da semana – 14/11

Cinema quinta-feira, 13 de novembro de 2008 – 5 comentários

[Rec] ([Rec])
Com: Manuela Velasco, Javier Botet, Manuel Bronchud, Martha Carbonell, Claudia Font, Vicente Gil, Maria Lanau, Carlos Lasarte, María Teresa Ortega, Pablo Rosso
Uma reporter, seu operador de câmera e uma pá de gente fica presa num prédio cheio de zumbis. E se quer saber mais, vai ler a resenha do Juno.
Cê precisa de mais pra ir ver esse filme logo? ZUMBIS!

Vicky Cristina Barcelona (Vicky Cristina Barcelona)
Com: Rebecca Hall, Scarlett Johansson, Christopher Evan Welch, Chris Messina, Patricia Clarkson, Kevin Dunn, Julio Perillán, Juan Quesada, Richard Salom, Maurice Sonnenberg
Vicky é uma paty moça sensível e delicada que vai se casar em breve. Cristina é uma piranha jovem interessada em novas experiências sexuais. E ambas vão passar férias em Barcelona. E acabam tendo um romance entre si e mais Juan Antonio, um pintor malandro, que tem problemas com a ex-mulher, Maria Elena. E alguém me explica por que os latinos sempre tem nomes compostos?
Scarlett Johansson sendo uma safada é algo que eu não pretendo perder.

O Traidor (Traitor)
Com: Don Cheadle, Guy Pearce, Saïd Taghmaoui, Neal McDonough, Aly Khan, Archie Panjabi, Raad Rawi, Hassam Ghancy, Mozhan Marnò, Adeel Akhtar
Roy Clayton é um agente do FBI que pega a liderança de uma investigação sobre uma conspiração motherfucker from hell internacional, e tudo aponta pra Samir Horn, que é um ex-Oficial de Operações Especiais dos Estados Unidos.
Meio Inimigo do Estado, mas parece ser interessante, depois que tiver visto os outros.

Garota Mimada (Wild Child)
Com: Emma Roberts, Lexi Ainsworth, Shelby Young, Johnny Pacar, Aidan Quinn, Natasha Richardson, Georgia King, Eleanor Turner-Moss, Ruby Thomas, Kimberley Nixon
Filme padrão sobre riquinha que é mandada pra escola rígida pra ver se vira gente, mostra Poppy sendo enviada pra Inglaterra, onde vai se foder na escola onde os alunos não gostam do seu comportamento, e ainda vai rodar na mão da diretora pentelha.
Filme pra quem gosta de RBD.

Sob a Mesma Lua (La Misma Luna)
Com: Kate del Castillo, Eugenio Derbez, Mário Almada, Adrian Alonso, Isaac Bravo, Ernesto D’Alessio, Los Tigres del Norte, Julie Dove, America Ferrera, J. Teddy Garces
Rosario é uma imigrante ilegal clássica, que sai do México pra ir trabalhar nos EUA, pra garantir o futuro do filho Carlitos Tevez. O moleque fica por conta da vó, só que a véia bate as botas, fazendo com que o pirralho vá atrás da mãe.
Versão mais dramática de filmes como Ninguém segura esse bebê.

Hugo – O Tesouro da Amazônia (Jungledyret Hugo: Fræk, flabet og fri)
Com: Jesper Klein, Kaya Brüel, Claus Ryskjær, Ole Fick, Anne Marie Helger, Søs Egelind, Dick Kaysø, Peter Frödin, Flemming Quist Møller, Nis Bank-Mikkelsen
Animação baseada numa série dinamarquesa muito popular por lá, que conta a história de um ser chamado Hugo, que eu não identifiquei, mas é amigo da raposa Rita [Não a Cadillac] e vai procurar uma ilha fodona, mas é preso pelos vilões malvados.
Animação tanga, evite se possível. O que vai ser complicado se você tiver irmãos, enteados ou primos pequenos

Rita Cadillac, A Lady do Povo (Rita Cadillac, A Lady do Povo)
Com: Rita Cadillac, Rogéria, Dráuzio Varella, Hector Babenco, Djalma Limonge Batista
Documentário sobre a vida de Rita Cadillac. Olha esse elenco. Mais trash impossível.
Vale como curiosidade.

[Rec]

Filmes bons que passam batidos quarta-feira, 29 de outubro de 2008 – 24 comentários

Olha só: fazia MESES que eu não botava um filme novo nessa seção, desde “El Orfanato” . Sabem por que isso acontece? Porque só tem filme de bosta por aí.

Sério, meu. Semana passada eu tava vendo o novo Indiana Jones e dormi na primeira cena de briga. Filme chato da porra. Eu simplesmente não tenho mais saco pra esses filmes com cena de carro batendo, perseguição de carro, carro voando, carro mergulhando ou carro virando nave espacial. Coisa chata do carái.

Devido à minha falta de paciência, acabo me envolvendo mais com filmes fora do esquemão hollywoodiano. Não que eu eu só goste de filmes alternativos, longe disso. Aliás, o especialista em cinema europeu aqui é o Pizurk, o Estagiário especialmente enviado para todos os filmes cabeça que o théo não quer assistir.

Portanto, é com extrema satisfação que após este hiato de meses, hoje trago a vocês:

[Rec] (2007)

Cara, eu simplesmente amo a sensação de pegar um filme completamente sem expectativas e ser surpreendido por ele. [Rec] é um filme que começa devagar, parecendo mais uma bostinha na linha de Cloverfield, com aquele lance de fazer o filme com uma câmera só e sempre do ponto de vista de quem está filmando. E dá-lhe correria pra tudo que é lado.

Essa moda toda começou com a Bruxa de Blair (lembram?), que foi totalmente emocionante na época. Lógico que, pra variar, o hype matou o filme. Mas como já faz ANOS que eu não assisto trailer de filme me salvei e pude assistir a parada de forma neutra, me divertindo pra cacete com o negócio dos adolescentes perdidos na floresta.

Desde a Bruxa de Blair, essa fórmula de filme em primeira pessoa foi aperfeiçoada e acho que agora estamos num ponto estável, onde os filmes são feitos sem pretensão e deixando espaço para o lado mais criativo dos diretores. Isso gera experiências interessantes ocasionalmente, principalmente nos gêneros “suspense” e “horror”.

A maior qualidade de [Rec] é o seu ritmo. Ao invés de virar tudo de cabeça pra baixo DO NADA, o filme vai se construindo devagarinho, com a história passando do tédio total inicial (totalmente intencional) até te levar a se encolher na poltrona com o final. Normalmente os filmes vão me dando sono conforme vão se aproximando do fim. Com [Rec] aconteceu o contrário: comecei a assistir numa madrugada aí, pensando em só assistir o começo e ir dormir pra ver o resto no outro dia. Foi impossível parar depois dos primeiros 20 minutos.

“Meu, a gente vaisifudê nesse filme. Filma tudo aí, vlw.”

Também contribui muito a simplicidade do ambiente onde foi filmado; tudo se passa em dois ou três andares de um prédio pequeno, onde só mora gente boçal. Como os cenários se repetem com frequência é muito fácil acreditar e entrar no clima do filme, e você começa a se sentir parte daquele ambiente.

E eu realmente espero que você consiga “se entregar” para o filme, porque essa imersão é justamente o que vai te dar a maior diversão na sequência final. Os caras abusam do maior clichê do mundo para filmes de horror: sequências com luz apagada, onde os protagonistas precisam fugir da porra do lugar sem ver pra onde estão indo. Mas, puta merda, em [Rec] isso funciona que é uma maravilha.

Ah sim, vou dar um spoilerzinho final pra convencê-los a assistir [Rec]:

Boo!

É FILME DE ZUMBI, MANO!!

Não preciso dizer mais nada.

(Aviso aos desavisados: aparentemente [Rec] foi refilmado para o mercado americano como “Quarantine”. Não sejam otários e corram atrás do filme certo.)

[Rec]

[Rec] (85 minutos – Horror)
Lançamento: Espanha, 2007
Direção: Jaume Balagueró, Paco Plaza
Roteiro: Jaume Balagueró, Luis Berdejo
Elenco: Manuela Velasco, Ferran Terraza

confira

quem?

baconfrito