Destaques da Semana em DVD (16 à 20/02)

Cinema sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

rec [Rec:] Grande destaque do cinema de horror de 2008, [Rec], originalmente espanhol, chegou fazendo tanto sucesso que o os americanos em seguida já refilmaram o filme como Quarentena (ambos lançados nos cinemas brasileiros). Filmão de terror e suspense com a marca de Jaume Balaguero, cineasta espanhol que já engatilhou inúmeros filmes deste gênero nos últimos anos, um nome a ficar atento. Na trama, a repórter Ángela e seu câmera gravam um programa sobre o Corpo de Bombeiros de Barcelona, acompanhando uma chamada de emergência noturna. No local, encontram moradores apavorados com a velha senhora, que mora sozinha no andar de cima, gritando e atacando os vizinhos. Os bombeiros entram no apartamento, seguidos pelos repórteres. Mas o que era uma situação de rotina torna-se uma escalada de medo e terror, onde o que importa é continuar vivo – e seguir registrando tudo. Confira a resenha AQUI.

espelhos Espelhos do Medo: Grande decepção para mim, este segundo filme americano do cineasta francês Alexandre Aja, que havia feito o incrível Alta Tensão e a respeitável refilmagem, Viagem Maldita. Aqui, Aja caiu na desgraça do cinema americano de horror: refilmar filmes orientais. Na trama, que conta com Kiefer “Jack Bauer” Sutherland, durante o trabalho como segurança noturno em um shopping abandonado, ex-policial, com traumas e problemas familiares, descobre uma misteriosa manifestação nos espelhos de uma loja de departamentos e decide investigar a origem do acontecimento. Confira a resenha AQUI.

rock RocknRolla – A Grande Roubada: Parece que o diretor Guy Ritchie deve ser o caso de diretor de um gênero só, somente seus filmes de gângters, policias e figurinhas do submundo do crime parecem dar certo, não que este chegue perto da dinâmica e loucuras Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes, mas para quem havia feito Destino Insólito é uma evolução. Na trama, um chefão da nova máfia russa de Londres organiza uma grande transação ilegal, envolvendo milhões de libras esterlinas e atraindo todos os criminosos do submundo local. De um perigoso lorde do crime à uma contadora sensual, de um político corrupto a pequenos e ambiciosos ladrões, não há criminoso em Londres que não faça seus planos para usufruir do negócio. Inicia-se assim uma grande confusão, na qual representantes da velha e da nova escola do crime entram em confronto direto. Confira a resenha AQUI.

estranhos Os Estranhos: Não tão eficiente quanto Rec, este deve ter sido um dos mais competentes suspenses, (ou exercício de tensão) do cinema americano no ano passado, estréia do diretor Bryan Bertino, também, roteirista. Elenco econômico (Liv Tyler e Scott Speedman) e muita tensão embalados numa trama, aparentemente, real. Legítimo caso de quanto menos (efeitos e trucagens) gera mais (tensão, no caso). Na trama, quando o casal Kristen e James chegam à remota casa de veraneio dos pais de James, eles simplesmente querem descasar um pouco depois de uma noite difícil. Mas mal sabem eles que a noite está prestes a se tornar a pior de suas vidas quando três estranhos mascarados surgem em seu recanto aparentemente tranqüilo. Esses misteriosos estranhos têm um prazer doentio em aterrorizar o jovem casal, o que leva Kristen e James ao limite da sobrevivência, onde apenas seus instintos mais brutais podem salvar suas vidas.

traidor O Traidor: misto de Os Infiltrados com alguns recentes filmes que remetem à espionagem e terrorismo internacional, como O Reino e a trilogia Bourne, O Traidor parece ficar no meio do caminho, não acrescenta nada aos filmes citados acima, mas faz coro com os mesmos, no elenco o destaque é Don Cheadle. Na trama, ele é Samir Horn, um operador da CIA que trabalha secretamente contra um grupo de terroristas e acaba tornando-se suspeito de terrorismo. Em suas atividades, ele é investigado pelo agente do FBI Roy Clayton (Guy Pearce), que desconhece a identidade secreta de Horn.

fatal Fatal: Mais conhecida do público alternativo, este é o mais recente trabalho da cineasta Isabel Coixet (Minha Vida sem Mim e A Vida Secreta das Palavras), que passou em circuito restrito nos cinemas. Na trama, David Kepesh é um carismático professor universitário que, mesmo em torno dos 70 anos, exerce enorme fascínio sobre suas alunas. Embora alimente essa adoração, David impede que elas realmente entrem em sua vida. Quando conhece a bela e inteligente Consuela Castillo, no entanto, suas convicções mudam. Os dois iniciam um romance, mas ele está certo de que ela o deixará e desenvolve um ciúme obsessivo, que acaba por minar a relação. Dois anos depois, Consuela reaparece na vida de David com um pedido urgente. Confira a resenha AQUI.

174 Última Parada 174: Selecionado brasileiro para os indicados ao Oscar, não levou, possivelmente pela temática violenta (num ano no qual a Academia repudiou esta temática) e pela pouca expressão do filme, mesmo sendo dirigido por Bruno Barreto, que tem circulação nos EUA. A trama bastante famosa em função do noticiário televisivo já foi tema de um ducmentário, excelente, diga-se de passagem. Trata-se de uma versão ficcional da vida do ex-menor de rua, assaltante e sobrevivente da Chacina da Candelária Sandro (vivido primorosamente por Michel Gomes), que cometeu o seqüestro do ônibus da linha 174, em junho de 2000, no Rio de Janeiro.

segurando Segurando as Pontas: Inédito nos cinemas brasileiros, esta comédia com toques policiais talvez seja a primeira obra da trupe de Judd Apatow e Seth Rogen (O Virgem de 40, Ligeiramente Grávidos e Superbad – É Hoje) que não teve muita repercussão. Na trama, o preguiçoso e maconheiro Dale Denton só tem um motivo para visitar seu traficante Saul Silver, igualmente preguiçoso: comprar maconha, mais especificamente, um novo tipo, chamado Pineapple Express. Mas quando Dale passa a ser a única testemunha de um assassinato cometido por uma policial desonesta e o chefe do tráfico mais perigoso da cidade, ele entra em pânico e deixa sua “bituca” de Pineapple Express na cena do crime. Dale agora tem outra razão para visitar Saul: descobrir se a erva é tão rara a ponto de ser rastreada e levar até ele.

charlie Charlie – Um Grande Garoto: Também inédito nos cinemas, chegando diretamente em dvd, esta comédia adolescente de 2007, com Robert Downey Jr., Hope Davis e Anton Yelchin (Alpha Dog e Star Trek) no elenco. Na trama, Charlie Bartlett é um adolescente rico e inteligente que foi expulso de quase todas as escolas da cidade e agora está matriculado na escola pública local, sob o comando do diretor Gardner. No início, Charlie tem sérias dificuldades em se adaptar, mas ele logo se torna um excelente ouvinte que dá os conselhos adequados àqueles que precisam. Conforme Charlie torna-se amigo e influencia emocionalmente quase todos os alunos, toda a escola vai se transformando em um lugar muito diferente.

eumeu Eu, Meu Irmão e Nossa Namorada: com relativo sucesso de crítica, esta dramédia tem no seu elenco o grande destaque, Steve Carrel e Juliette Binoche. Na trama, Steve Carell é Dan Burns, é um viúvo com três filhas que escreve uma coluna de comportamento no jornal local. Sua vida sempre foi repleta de regras de conduta, mas ele passa a questioná-las ao se apaixonar por Marie (Juliette Binoche) quando viaja à casa onde vive sua unida família.

Leia mais em: , , , , , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito