Destaques da Semana em DVD (16 à 20/02)

Cinema sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009 – 0 comentários

 [Rec:] Grande destaque do cinema de horror de 2008, [Rec], originalmente espanhol, chegou fazendo tanto sucesso que o os americanos em seguida já refilmaram o filme como Quarentena (ambos lançados nos cinemas brasileiros). Filmão de terror e suspense com a marca de Jaume Balaguero, cineasta espanhol que já engatilhou inúmeros filmes deste gênero nos últimos anos, um nome a ficar atento. Na trama, a repórter Ángela e seu câmera gravam um programa sobre o Corpo de Bombeiros de Barcelona, acompanhando uma chamada de emergência noturna. No local, encontram moradores apavorados com a velha senhora, que mora sozinha no andar de cima, gritando e atacando os vizinhos. Os bombeiros entram no apartamento, seguidos pelos repórteres. Mas o que era uma situação de rotina torna-se uma escalada de medo e terror, onde o que importa é continuar vivo – e seguir registrando tudo. Confira a resenha AQUI. continue lendo »

Estréias da semana – 17/10

Cinema quinta-feira, 16 de outubro de 2008 – 1 comentário

Espelhos do Medo (Mirrors)
Com: Kiefer Sutherland, Paula Patton, Cameron Boyce, Erica Gluck, Amy Smart, Mary Beth Peil, John Shrapnel, Jason Flemyng, Tim Ahern, Julian Glover.
Depois de dar um tiro em um colega, Jack Bauer é afastado do departamento de polícia de Nova York, o que o leva a tomar uns goró frenéticamente e ficar puto. Pra ver se sai do buraco, o cara aceita uma vaga de vigia numa loja incendiada, onde começa a ver espirítos nos espelhos. E isso sóbrio!
Eu não vi, mas a minha filha o théo viu e falou que, se você não sentar perto do cara que cheira a CC [Vulgo do suor das axilas], o filme compensa 100%.

Na Mira do Chefe (In Bruges)
Com: Colin Farrell, Brendan Gleeson, Ralph Fiennes, Clemence Poesy, Jeremie Renier.
Matadores de aluguel são enviados de Londres pra executar um serviço em Bruges, na Bélgica [O que explica o nome original]. Só que, enquanto esperam a ligação do seu contato, vão dar uma de turistas e começam a presenciar coisas bizonhas… Outro filme que o théo recomenda!

Amigos, Amigos, Mulheres à Parte (My Best Friend’s Girl)
Com: Kate Hudson, Lizzy Caplan, Alec Baldwin, Dane Cook, Jason Biggs, Diora Baird, Diora Baird, Amanda Brooks, Taran Killam, Andrew Caldwell.
Um cara pede pra outro cara chamar a namorada de outro cara pra um encontro, que tá planejado pra dar errado. Tudo isso pra mostrar pra essa namorada que o cara com quem ela tá agora é ótimo. E as coisas não vão dar tão certas, ou melhor, erradas quanto o planejado. Foi o que eu entendi da sinopse. E o que ela quer dizer? Também não tenho certeza. Vá por sua conta e risco, porque parece uma daquelas comédias meia boca.

Corrida Mortal (Death Race)
Com: Jason Statham, Ian McShane, Tyrese Gibson, Joan Allen, Robin Shou, Janaya Stephens.
Numa penitenciária, Jensen Ames [Isso é nome de puta norueguesa!] corre com outros manés que foram presos, em uma espécie de Corrida Maluca num futuro alternativo, onde os detentos devem matar uns aos outros, não nos corredores com estiletes, mas com carros tunados e armados, num reality show muito melhor que todos os Big Brothers. Cê gosta de explosões e mortes e tá pouco se fudendo pra roteiro e essas frescuras? Vai na fé, malandro!

Espelhos do Medo (Mirrors)

Cinema quinta-feira, 16 de outubro de 2008 – 3 comentários

Filme com JACK BAUER, véi! Tem como ser ruim? Óbvio que não. Mas a sinopse não agrada…

Ben Carson (Kiefer Sutherland) já teve dias melhores. Faz quase um ano desde que o detetive de gênio inconstante foi suspenso do Departamento de Polícia de Nova York por ter atingido com um tiro outro policial infiltrado, um acidente que não lhe custou apenas o emprego, mas gerou o alcoolismo e a raiva que o distanciaram da mulher e dos filhos e o deixaram encolhido no sofá de sua irmã.

Desesperado para retomar sua vida e restabelecer os vínculos com a família, Carson aceita um emprego como vigia noturno nas ruínas do incêndio de uma loja de departamentos. O que antes era um símbolo de prosperidade e imponência agora está decadente na escuridão, como um navio fantasma, destruído por um grande incêndio que levou as vidas de muitos inocentes.

Enquanto patrulha os resquícios escurecidos e sombrios da loja, ele começa a notar algo sinistro nos espelhos enfeitados que adornam as paredes da loja. Há imagens horripilantes refletidas nos gigantescos espelhos que chocam Carson.

Além de projetarem imagens hediondas do passado, os espelhos parecem também manipular a realidade. Quando Carson vê seu próprio reflexo sendo torturado, ele sofre os efeitos físicos de suas visões fragmentadas. De repente, o ex-policial se descobre lutando contra seus próprios fantasmas e os demônios que seqüestraram seu reflexo, atormentando-o com convulsões, hemorragia espontânea e um estado de quase sufocamento.

Sua irmã Angela (Amy Smart), solidária porém cética, não dá importância a esses “pesadelos” bizarros, considerando-os conseqüência do estresse e da culpa pelo tiro acidental. Já a mulher de Carson, Amy (Paula Patton), uma objetiva médica legista, é menos indulgente. O comportamento cada vez mais estranho do marido a assusta, pois ela teme que ele coloque os filhos em perigo.

Mas uma ameaça muito mais mortal vem à tona, presa nos espelhos e superfícies refletidas que permeiam seu cotidiano. Quando Carson investiga o desaparecimento misterioso de um segurança da loja e sua possível ligação com suas visões pavorosas, ele percebe que uma força malévola e sobrenatural está usando seu reflexo como um meio de aterrorizar a ele e à família.

Se ele tem alguma esperança de salvar sua mulher e filhos de uma morte horrível, Carson terá de desvendar a verdade por trás dos espelhos e convencer Amy a ajudá-lo a combater a maior força maligna que já enfrentou.

Q ISSO.

O filme já começa arrepiante, mostrando logo de cara que não veio ao mundo pra ser só mais um suspense. Gênero decadente este, não? Sério, qual foi a última vez que você viu um Suspense, lançamento mesmo, decente? DECENTE? Bom, Espelhos do Medo é um misto de Suspense, Terror e Thriller, e vou te contar uma coisa: Puta filme empolgante.

Eu fui pra cabine com o pensamento “Porra, um suspense/terror com ESPELHOS. Grande bosta, eu nem devia estar nesse trânsito perturbador que me fez acordar às 6 da manhã pra ver um filme sobre ESPELHOS!”, o que me preparou pra assistir uma bomba. Eu sou CRENTE de que não fazem mais filmes de terror bons (tirando o cinema trash), principalmente suspense. Logo no início, como eu disse acima, o filme já me impressionou. Mas, ainda assim, nada demais. Depois de uns sustos, o ritmo foi aumentando, aumentando… até que, quando eu imaginei que o filme estava acabando, eu estava me decidindo se daria nota 6 ou 7. De repente, em uma EXPLOSÃO de êxtase, eu estava entre 9 ou 10. ISSO que é guardar o MELHOR pro final. Eu saí da sala falando todos os palavrões que eu conheço.

Esse filme não te deixa na mão se você está atrás de um filme BOM do gênero. Sangue moderado no desenrolar da trama, uma pitada de investigação, um puta suspense e, no fim, aquela vontade de vibrar, aquela vontade de assistir ao filme de novo. Puta que pariu, finalmente um filme não só bom, mas ESPETACULAR do gênero. Espelhos? São só outra visão que o filme passa. E eu acabo de usar uma frase do filme à favor do mesmo, o que me empolga ainda mais.

DAEW BANHEIRA DO GUGU! :amd: :amd: :amd:

A única explicação de você não gostar desse filme é que você é um tremendo TANGA. Ou você é crítico de cinema – aposto que a crítica vai falar mal do filme, os mesmos que falaram bem de Nome Próprio. Nesse fim de semana, muito que provavelmente estarei no cinema para rever essa beleza. Se você sentiu o mesmo, não se esqueça de DESABAFAR aí nos comentários.

Espelhos do Medo

Mirrors (111 minutos – Terror/Suspense)
Lançamento: EUA, 2008
Direção: Alexandre Aja
Roteiro: Gregory Levasseur, Alexandre Aja
Elenco: Kiefer Sutherland, Paula Patton, Amy Smart, Cameron Boyce

busca

confira

quem?

baconfrito