Cartoon Network e a geração das crianças pensantes (Ou não)

Televisão segunda-feira, 11 de abril de 2016 – 0 comentários

Apesar da insistência dos tios velhos, mais conhecidos como Loney, por essas áreas, o Cartoon Network não acabou após o “fim’ dos Cartoon Cartoons. Houve uma época difícil por causa do Ben 10? Sim, mas o canal já levantou, sacudiu a poeira, deu a volta por cima e mostrou que podia ser ainda melhor. Os novos desenhos originais do Cartoon Network vão além do esperado, mostram situações complicadas da vida de forma que as crianças consigam entender e com isso fazem com que as elas pensem mais fora da casinha. E isso é bom? Claro que é. Tudo bem que foi meio estranho quando minha filha assistiu um episódio de O Incrível Mundo de Gumball e veio me perguntar se o sentido da vida era comer ou ser comido, mas a mensagem estava lá, foi passada e foi engraçada também.

continue lendo »

The Walking Dead – 99% vacilo e 1% favorável

Televisão terça-feira, 05 de abril de 2016 – 0 comentários

O nome desse texto poderia ser The Walking Dead – Matador de Expectativas, mas acho que esse aí encaixa-se melhor à realidade da série. Chegamos a mais um polêmico final de temporada de The Walking Dead e mais uma vez fizeram caquinha para prender (Desnecessariamente, diga-se de passagem) o púbico da série para a próxima temporada. Ou, no popular, usaram de cliffhanger barato e clichê e estragaram o que poderia ser a melhor cena da série até o momento.

 continue lendo »

Flash e Supergirl – Uma Morte Lenta e Dolorosa

Televisão segunda-feira, 04 de abril de 2016 – 0 comentários

Eu consumo muita porcaria. Eu sei disso, vocês sabem disso, não há problema algum nisso. Aliás, o primeiro passo para combater um vício é aceitar que você tem um vício. E eu fiz isso recentemente e estou me desapegando aos poucos das séries ruins que me causam câncer. Recentemente Lúcifer, Colony e Agente Carter foram pro saco e ainda tem mais umas cinco pra irem pro lixo, mas não é tão fácil quanto aparenta, principalmente quando se trata de séries baseadas em quadrinhos. Eu sei, eu consegui me livrar de Lúcifer, mas também, quem não consegue se livrar daquilo? E olha que eu nem precisei ir na igreja. CHUPA EDIR MACEDO! Eu inclusive forcei-me a tentar assistir Arrow e Supergirl algumas vezes e se teve uma coisa boa nesse crossover entre Flash e Supergirl, foi que eu desisti de tentar assistir Supergirl. Obrigado roteiristas.

Corre que é ruim!

continue lendo »

Arquivo X – Já se foi o disco voador

Televisão terça-feira, 29 de março de 2016 – 1 comentário

Arquivo X voltou com Mulder, Scully Mussum e Zacarias e companhia, apresentou novos bons personagens, deixou todo mundo bolado com uma conspiração bizarra, criou um episódio que pode ser tido como o mais WTF de toda a série e foi embora deixando todo mundo chupando dedo e com uma única pergunta na cabeça: QQ TAH CONTECENO MULDER?

 continue lendo »

Sobre os programas de calouros

Música, Televisão quarta-feira, 23 de março de 2016 – 0 comentários

Tem dois tipos de programas de calouros. Caso você seja muito jovem e não saiba o que a expressão quer dizer, são aqueles programas (Ou, às vezes, apenas quadros dentro dum programa) de gente supostamente talentosa na cantoria. E tem dois tipos dele: Os que topam criar um um espetáculo em volta da parada e os que procuram mostrar a escalada para o sucesso.

 À essa altura, a coisa que mais me impressiona é o Raul Gil ainda estar vivo.

continue lendo »

American Crime Story: Botox v. John Travolta

Televisão segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016 – 0 comentários

Sabem aqueles caras que fazem das tripas coração para a menina terminar o namoro, só para não ficarem com fama de babaca? Assim é Ryan Murphy, que tentou encerrar nosso relacionamento de 5 anos dilacerando American Horror Story de vez. Eu até pensei em não dar bandeira, me afastar, mas, como boa fã de crimes, não resisti ao apelo de American Crime Story: The People v. O.J. Simpson, série recém estreada no canal FX, que mostra os bastidores de um dos mais sensacionais e imprevisíveis julgamentos que os Estados Unidos já viram. Não vai ser dessa vez que você vai se livrar de mim, honey. Tente de novo ano que vem. continue lendo »

The Magicians

Televisão segunda-feira, 18 de janeiro de 2016 – 0 comentários

Eu gosto de séries focadas no sobrenatural. Eu não sei por que, mas eu gosto. Eu sempre assisto qualquer porcaria que tenha uma pegada sobrenatural. As vezes eu não passo do 2° episódio, como aconteceu com South of Hell, e as vezes eu assisto por mais de 10 anos mesmo sabendo que aquilo virou uma gigantesca porcaria, olá Supernatural. E é por causa dessa minha fraqueza por séries sobrenaturais que eu assisti The Magicians, que eu já gostei, embora tenha muita coisa pra dar errado, a começar por ser do SyFy.

 continue lendo »

Angel From Hell

Televisão sexta-feira, 15 de janeiro de 2016 – 0 comentários

E se você tivesse de boa andando por aí e trombasse com uma tia louca que, aparentemente, faz mágicas nas ruas em troca de uns trocados (Hã, hã?) e que sabe muita coisa sobre a sua vida? E se você tivesse tranquilão tomando um café com os brother e essa mesma tia louca aparecesse e começasse a puxar papo, virando inclusive truta dos seus brother? E se essa tia de repente, do nada, dissesse que você está sendo traído e que tudo o que ela quer é que você faça as escolhas certas e que ela está aqui para te ajudar a fazer as escolhas certas porque ela não é nada menos do que o seu anjo da guarda? Pois é, eu também sairia correndo e ligaria pra polícia. O problema é que a tia louca/anjo da guarda é a grandiosamente carismática Jane Lynch, que você certamente conhece de Glee ou de Two and a Half Men.

 continue lendo »

E The Walking Dead mais uma vez assinou o diploma de trouxa do Jo

Televisão sexta-feira, 04 de dezembro de 2015 – 1 comentário

A gente tem um nome pra isso, lá na minha terra: Mulher de malandro. A piranha que leva surra mas visita na cadeia. Fã é tudo uma bosta mesmo.

 continue lendo »

Ash vs Evil Dead acertou em cheio onde Um Drink No Inferno errou feio, errou rude

Televisão terça-feira, 01 de dezembro de 2015 – 1 comentário

Evil Dead, ou Uma Noite Alucinante, e Um Drink No Inferno são clássicos do terror (?) tosco e recentemente ambas ganharam séries. Uma abraçou completamente o lado tosco e presenteou os fãs com algo que não víamos há muito tempo, enquanto a outra rebootou-se e tentou levar-se a sério, caindo em uma espiral de tédio e refluxo que nem Danny Trejo pode tira-la.

 continue lendo »

confira

quem?

baconfrito