Quer virar um escravo e se divertir conosco?

baconfrito sexta-feira, 04 de outubro de 2013

É interessante pensar que já estou aqui há mais de três anos. Foram tantas coisas, tantas gentes… É meio estranho também ver a diferença entre a época que entrei e agora: O Bacon era muito mais uma cria do AOE do que é hoje. Não renegando as origens, é claro, só dizendo que somos melhores porque eles acabaram e nós não. Mas então, nesses três anos as coisas mudaram bastante, quer fazer parte das próximas mudanças?

 Apelativo? Talvez, mas ainda relacionado com o tema.

Cês podem pensar que aquela última frase alí em cima é só uma frase idiota com um ligeiro galanteio para os senhores, mas não né. Quero dizer, ainda é uma frase idiota, mas as coisas por aqui sempre mudam com gente nova. Seguinte: Vamos te sacanear, te zoar, te bullingnar (O “g” é mudo), jogar ovo e farinha no seu cabelo e, se bobear, é até capaz do Pizurk te pagar uma cerveja e te mostrar a coleção de camisinhas com gosto dele [Nota do editor: Cara, eu queria. Mas reza a lenda que eu sou péssimo pra lidar com público. Muito grosso.]. MAS ISSO É OUTRA HISTÓRIA. O ponto é que a gente vai te tratar mal, te humilhar em praça virtual pública e tudo mais, e sabe por que?

Porque apenas os fortes sobrevivem.

E esse é chis (Sim, “chis”) da questão. Se você sobreviver, vai ser divertido. Sério mesmo. Quero dizer, tem a produção mínima de quatro textos mensais e tem de nos aguentar, com todas nossas piadas idiotas, zoeragens internas e eventuais chiliques de toda a equipe, MAS EI, dentro de uns meses você já se acostuma e passa a fazer as mesmas coisas. Cê não ganha nada fazendo parte da equipe, além de uma suposta e teórica satisfação pessoal, alguns amigos, algumas tretas e horas de diversão inútil. Não prometo que todo mundo aqui é legal, nem que tem bom gosto e nem que toma banho, mas garanto: Somos chatos, defendemos nossas opiniões de merda e não somos frescos.

 Nem engraçados.

Aquela barra bonita, ao lado do logo do site, que eu não sei se é marrom ou vermelha [Nota do editor 2: Claro que é vermelha, cara], define o nossos tópicos: Cinema, jogos, quadrinhos, cinema, livros, cinema, música, televisão e cinema. Gostamos de cinema porque é só sentar e não fazer mais nada… E TV é muito mainstream. Você pode escrever sobre qualquer um destes tópicos, e, claro, há milhões de temas e prismas diferentes em cada um deles. Numa outra frase idiota? O único limite é o seu próprio limite. E a qualidade do texto. Porque assim, não tem de ser só bem escrito (E isso inclui da gramática ao sentido), mas tem de ser exclusivo e original. Em outras palavras, cê tem que escrever bem e escrever de verdade.

Vou fazer este parágrafo separado pra deixar tudo claro: Ao enviar a porra do teu texto pra avalição, cê concorda com os termos de que fará QUATRO TEXTOS mensalmente e que os fará de BOM GRADO. Cê não precisa gostar do que escreveu, não precisa ter a opinião que deu e não precisa fazer média com ninguém. Você pode mentir, usar falácias e dizer idiotices. Você pode, praticamente, fazer o texto que fizer conquanto que siga as regras. Se você não dá conta, não perca seu tempo e nem o nosso tempo. Ao mandar seu texto pra avaliação você contrai um compromisso. HONRE ESTA MERDA.

Cê viu alí em cima a palavra “avaliação“. Quando eu digo “escrever bem” a gente fala sério. Não que os textos não tenham erros, mas deixemos duas coisas claras antes: Erro de digitação não é, de fato, erro; e aqui no Bacon a escrita não é formal, é relaxada e personalizada, então fodasse se cê acha que tá tudo errado niçaqui. Dito isso, manjem a explicação do processo de seleção e avaliação:

Você vai mandar um texto, sobre o tema que você quiser (Dentro dos tópicos do Bacon, óbviamente), com o posicionamento que você quiser e escrito do jeito que você quiser. Sério, a liberdade é quase que total. Esse texto deve ter ao menos 15 linhas e no máximo 30 não tem limitação nenhuma dentro do tema. Não precisa se preocupar com formatação, imagem e os caralhos, mas se quiser acertar tudo isso, não tem problema nenhum. Também não precisa ser num tipo de arquivo específico e nem nada disso.

Você deve mandar esse texto, seja em anexo, seja no corpo da mensagem mesmo ou ainda um link com o arquivo, para pizurk@baconfrito.com. Ele será avaliado pelo Pizurk, é claro, e por mais gentes. Os melhores serão selecionados e passarão para uma próxima fase, mas esta é surpresa, senão fica muito fácil.

Não somos bonzinhos. E gente feia não tem a obrigação de ser gente boa, FODA-SE O SEU RECALQUE. A questão é que não há firulas na avaliação: Vamos falar o que está bom e o que está ruim, vamos jogar o que você escreveu na sua cara, vamos pedir explicações aprofundadas se necessário e tudo mais. A pancada começa assim que começa o processo seletivo, do qual você aceitou participar incondicionalmente ao mandar o texto. Como eu disse: Só os fortes sobrevivem.

Mas NÃO ENTRE EM PÂNICO não tenha medo. Esse é o grande segredo. Errou, não ficou satisfeito, discorda do que falamos sobre sua obra? Rebata. Argumente, defenda o que você fez e/ou considere o que falamos e refaça a porra toda, conserte o que fez de errado. Você pode mandar quantos textos quiser, e vamos avaliá-los do mesmo jeito, desde que haja evolução de um pro outro. E se você ficar ofendido e/ou não gostar do que falamos e decidir abandonar a porra toda, bem, cê não servia pro trabalho mesmo.

 Já aviso: Aqui tem mais carioca que qualquer outra coisa… Até o menino das selvas é carioca.

Pois então, você leu tudo isso, achou legal, tem um ligeiro eriçamento sexual ao ser sacaneado e acha que tem todas as características requisitadas para o cargo? Não tenha medo e mande a porra do texto. A gente vai reclamar da quantidade de trabalho se um monte de gente mandar, mas na verdade só estaremos nos fazendo de difícil (Difíceis?). Você pode até não ter notado, mas todas as dicas para ir bem (Ao menos na avaliação) estão aí em cima. E não, você não precisa sequer ler o Bacon pra participar… Vai te ajudar um pouco se for, claro, mas não é obrigatório: Certas coisas só se aprende na prática, e isso significa dizer que se você conhece alguém que possa se interessar, mostre essa porra pra ele.

Alí na barra lateral tem o e-mail de todo mundo, cê pode pedir dica pra eles, bem como tirar dúvidas com o Pizurk. Os comentários tão aí também e vocês podem usá-los à vontade, basta abaixar a tampa quando terminarem. E ainda, caso você tenha uma ideia legal prum texto, mas não tem como cumprir prazos e metas, cê pode mandar um texto pro Feijoada sem compromisso algum. Somos chatos pra caralho, é verdade, mas ainda fazemos isso aqui pra vocês, logo sua opinião é muito importante para nós vocês podem esfregar na nossa cara, no nosso próprio site, que falamos merda sobre alguma coisa. E isso, meus jovens, não se vê todo dia.

Leia mais em:

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • A verdade é que a água bateu na bunda e a gente tá necessitado de gente que escreva.

  • JustLittleSofs

    Trabalhar sem remuneração? Okay.

  • Sim, trabalho voluntário. Coisa bem comum. É o que toda a equipe do site faz.

  • Biianca

    Vou fazer um texto sobre o jogo do Deadpool. Ou será que já tem? Acho que não..

  • WandersonSantana

    E ter que aturar Aline, Pizurk e cia? Não sei se vale a pena não hein…

  • Chama crowdsourcing. O dia que você tiver um site e quiser mantê-lo atualizado todo dia você vai entender melhor.

  • Tem não. No máximo teve um texto sobre outra coisa do Higgor xingando o Deadpool.

  • Essa é a parte legal, cara!

  • Jo

    Você nunca será tão amado em toda a sua vida.

  • Rafael

    Alguma chance do site abir um espaço jornalistico/esportivo/zueiro? Sei que a galera que escreve aqui é muito “cult”(gay) pra falar disso, então poderia eu me candidatar a escrever sobre tal.. Acesso essa pocilga todo dia, nao gostaria que o site morresse.

  • Morrer pode ficar tranquilo que não vai.

    Inclusive, tou com planos de expandir pra essa área. Mas ai seria outro site, e só pra quem é do Bacon mesmo.

  • Arthur Arantes Souza

    Só um palpite e o Pizurk pode me matar. Mas essas coisas entram em Tv. Eu mesmo já escrevi sobre futebol.

  • Rafael

    Beleza então.. A hora que rolar eu me inscrevo..

  • FooFighter

    “(…) concerte o que fez de errado.”
    ConSerte você seu jumento!!!

    Lá vou eu perder meu tempo e achar que meu excesso verborrágico vai me levar a algum lugar!!!

  • Não creio que eu deixei passar isso.

    Agora cê imagina o resto…

  • Loney

    Muito burro mesmo. tsc tsc

  • K_

    Recomendo, principalmente para trabalhar perto do nariz do Pizurk. É tão bom que dá falta de ar.

  • FILHO DA PUTA TRAIDOR HEREGE CANGACEIRO CORNO MANSO MOCRÉIA

  • K_

    Sdds

  • Esmegma do SLAG em 3 sabores

    nãoli nemlerey

  • FooFighter

    Até quando vai a 1ª fase de seleção mesmo?

  • Teoricamente, não tem data pra terminar. Na prática, não tem data pra terminar.

busca

confira

quem?

baconfrito