Ajude o Bacon, seja escrevendo ou não

baconfrito terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Você, frequentador usuário leitor assíduo, já se pegou pensando: “Oh meu senhor Jesus lorde e salvador, esse blog site é muito legal, como eu poderia ajudá-lo a ser melhor ainda?” Se nunca aconteceu, parabéns, você é uma pessoa normal. Mas se agora, graças à minha generosa lembrança, você está pensando nisso, a hora é essa!

Seja um membro da equipe!

Tá vendo essa coluna ali do seu lado direito embaixo do “Quem?” [Se você não sabe qual é o lado direito saia já daqui!]? Pois bem, todos eles ali presentes já foram leitores. Sem excessão. Então, se o Yuri pode, você também pode! Mas não pense que é só alegria, pergunte à quem já tá aqui dentro: Eu sou chato, fico cobrando texto toda hora, por toda e qualquer via disponível, e exijo um nível acima da média. Por que se for pra ser na média, cê pode ir visitar o mediano.net, tranquilo? Mas eu acho que essa estratégia de primeiro assustar os possíveis interessados e depois falar dos benefícios não dá muito certo. Farei a seguir a lista dos benefícios, então:

 Melhor que Omelete.

Pronto. Agora as exigências:

– Mínimo de conhecimento do português, principalmente interpretação de texto [Por que se não tivesse leitura nem tava aqui]. Ironia e sarcasmo desejáveis. Quanto menos trabalho eu tiver pra revisar, melhor ainda.

– Exclusividade. Não que você não possa depois compartilhar seus textos em outros lugares, mas a ideia é que você os escreva pensando nisso aqui. Se for pra kibar alguém, eu kibo nego que é sucesso garantido.

– Comprometimento. De que adianta prometer deixar um texto pronto por semana e fazer um por mês? Além de encher o seu saco [O que automaticamente já ME deixa de saco cheio], cobranças costumam diminuir a qualidade da produção.

– Opinião. Sério, eu quero a sua opinião. Mas você tem que ter uma opinião contundente, não quero meias palavras. Você tem que me convencer de que aquilo é bom, não presta ou seja lá o que for que você tá falando.

Preencheu todos os requisitos? Maravilha, escreva seu texto sobre cinema, TV, música, jogos, quadrinhos ou literatura [Se fugir disso, não vou ler o texto e ainda vou te xingar] e mande para pizurk@baconfrito.com e eu avaliarei. Eu leio todos os e-mails, juro.

Agora, se o seu problema é o comprometimento, nós temos a solução:

Mande um texto sem compromisso!

Genial, não? Foi pra isso que eu criei a sessão Feijoada: Os leitores mandam seus textos, e se o texto for razoável, eu publico. Claro que a expectativa é a mesma com relação à textos de colaboradores ou leitores, a única diferença é que não há cobrança em relação a tempo: Cê pode mandar um texto na vida, um por mês ou quinze em uma semana, é uma escolha que só depende de você e da sua inspiração.

Mas ai tem aquelas pessoas que tem muita preguiça pra escrever um texto belo e garboso. Não se apoquente, todos foram lembrados nessa hora.

Responda ao questionário abaixo!

Se você não sabe/quer/pode escrever, pelo menos responde ae. Não leva mais do que 3 minutos [A menos que você leia muito lentamente], não dói e vai colaborar pra direcionar o nosso conteúdo à você e seus interesses [Mentira, o conteúdo vai continuar sendo produzido do mesmo jeito].

Leia mais em:

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Responda Isto Por Favor

    Cara, antes de preencher o formulario, me responda isso: SE por alguma chance eu fizesse parte do site, teria que ajudar o site a ficar no ar (pagar para o dominio ou o que chamam) ?

  • Não. Servidor e/ou domínio ficam por minha conta. Ser dono não é só alegria [Muito pelo contrário, mas leitores não precisam saber disso]

  • Willian

     Pizurk o texto pro Feijoada é pra mandar no seu email mesmo?

  • Bom, considerando que sou eu quem verifica o e-mail da bagaça, também pode ser.

busca

confira

quem?

baconfrito