Primeira edição do Kart dos Brothers

Publicidade sexta-feira, 10 de outubro de 2014 – 0 comentários

Depois de três anos de hiato, o Bacon está de volta na pista. De kart. E como não poderia deixar de ser, o Bolinha ficou pra trás. Tão pra trás que nem participou.

Tudo bem que o Bolinha participava dos Desafios Interblogs de Kart, e o negócio agora é o Kart dos Brothers, mas quem liga?

 continue lendo »

Porque o nacional é uma merda

baconfrito segunda-feira, 15 de setembro de 2014 – 4 comentários

Você já ouviu algo na linha de

É nacional, então já sabe né…

Uma frase no qual o discursante implica que se alguma coisa, qualquer coisa, é feita no Brasil esta será ruim ou pior que uma contraparte gringa. Você também já ouvi algo como

O mercado nacional tá crescendo e tem potencial pra crescer mais

O que, em muitas áreas (E não só áreas de entretenimento) é absolutamente verdade. Já há uns anos que vemos a expansão de diversas áreas, e novas coisas chegam em terras brasileiras a cada dia, várias delas ganhando até certa fama. E tem, finalmente, as coisas que são criadas por aqui, o que te leva à ouvir algo coisas tipo

Tem que valorizar o que é feito aqui. Chega de só dar valor pro que é americano importado.

Meu amigo, eu não apoio o mediocrismo. continue lendo »

Época de vacas magras

baconfrito segunda-feira, 08 de setembro de 2014 – 8 comentários

Antes de tudo: Um beijo, Pizurk.

Passando então pro que interessa, todos nós passamos por um período na vida em que ficamos sem fazer nada e que não chama desemprego: É quando não estamos lendo, assistindo, jogando e nem acompanhando nada, nenhuma série, nenhum jogo, nenhum livro, nada de nada. Não que não haja a vontade, o material e até mesmo o tempo necessário, mas tem vezes que não rola.

 O nome dela é Rola. É sério.

continue lendo »

OLX, pro Olavo, pro Luís, pro Xavier e pra você

Publicidade sábado, 21 de junho de 2014 – 0 comentários

Todo mundo tem em casa umas tralhas que tem dó de jogar fora. Mesmo sabendo que você nunca mais vai usar, fica aquela sensação, quase uma esperança, de que um dia você vai ficar rico vendendo aquele monte de coisa sem uso. Doce ilusão. Veja por exemplo o depoimento da nossa querida Aline [Revisado e corrigido pra ela não passar mais muita vergonha]:

Manja a pessoa jogar fora os DVDs de hentai dela?
Os CDs do Angra?
A Capricho com a Sandy na capa?
Aquela Superinteressante com a dieta do milênio que todo mundo comprou e finge que nunca aconteceu?
A coleção de bonequinhos do Cavaleiros do Zodíaco?
A mandala de quando a Madonna comecou a praticar cabala?
A pessoa diz que gosta de Arctic Monkeys mas ainda guarda o CD do Simple Plan?

Então, COMPREI TUDO desse tipo de pessoa.

E não vem com firula não que eu sei que cê tem um monte de tralha ae no seu quarto, só esperando algum evento cataclísmico ou sei lá, a vitória da Costa Rica na Copa do Mundo, pra passar esse Nintendinho pra frente, ou então completar sua coleção de bonequinhos action figures de My Little Pony. O problema é: Onde raios cê vai encontrar o que cê precisa, ou algum doido que tenha o que cê quer mas tá a fim de se livrar? Oras, isso é fácil: Vai na OLX Classificados que lá tá lotado de coisa. Tem carro, moto, videogame, disco, aparelho de som, revista, livro, carrinho de bebê, casa, bicho, celular, bicicleta, trator, se bobear até sua mãe tá lá. Vendendo blusa de crochê, seu mente poluída. E, como todo lugar onde a concorrência é maior, o preço tende a cair. O que é bom pra você se a ideia for comprar. Mas se você for vender, o negócio é ter algo único e exclusivo pros floquinhos de neve que vos cercam.

E eles tem um comercial à la Game of Thrones [Tá, só é clima medieval, mas cê entendeu]:

Lembrando que a cada minuto, bem mais de quatro coisas vendem. QUEM ENTENDEU ME ADD.

A bruxa está solta, mas você pode me ajudar a prendê-la

baconfrito sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 – 8 comentários

Sabe, a gente vive pedindo [E por “a gente”, leia-se “eu”] pra vocês salvarem integrarem a equipe do site. Infelizmente, é um ciclo que se repete pra caralho.

E eu notei que meus títulos estão cada vez piores. continue lendo »

Como um tiro certo, ele veio

baconfrito sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 – 2 comentários

Porra, aí tu vai, tu faz os bagüio, vê a porra toda, pra, no fim, dar tudo errado pelo simples motivo de que foda-se você. É um absurdo. Eu quero IBÁGENS.

 continue lendo »

Meu problema com os portáteis

Publicidade segunda-feira, 20 de janeiro de 2014 – 11 comentários

Provavelmente o juno já falou alguma coisa parecida com o que eu vou falar, mas como ele não tá ae na atividade desde 2009, eu acho que posso dar meu pitaco sobre, ainda mais porque foi só agora, no fim de 2013, que eu adentrei nesse mundo. continue lendo »

Já pensou nas inúmeras possibilidades de escolher o setlist do show da sua banda favorita, tipo o Metallica?

Publicidade quarta-feira, 15 de janeiro de 2014 – 3 comentários

Se não pensou, azar. Acompanha meu raciocínio aqui. Você gosta bastante de uma banda, sei lá, tipo o Metallica. Um monte de gente gosta. Eu gosto, e pra ter vendido mais de 100 milhões de discos, não deve ser só eu. E, se gosta minimamente, e tá na internet [Vai que seu amigo imprime esse humilde site pra você ler toda manhã, após sua caçada matinal em busca de pequenos mamíferos pra se alimentar?], deve estar sabendo que a banda tocará aqui no Brasil, em São Paulo, pela turnê By Request. Até ai tudo normal, músico ganha dinheiro é com show e não com álbum blá blá blá. Só tem uma pequena peculiaridade: Quem comprar ingresso receberá um link pra votar nas músicas que quer que toque no show. Maneiro, né? Não, não é maneiro, e eu vou te explicar o motivo.

 GIMME FUEL GIMME FIRE GIMME AHIGFADPLIGODGLDGHAJKHDGJKA

continue lendo »

Sobre a memória e a vida das referências

baconfrito sexta-feira, 10 de janeiro de 2014 – 0 comentários

Recentemente eu jogava Driver: San Francisco, que aliás é ótimo, recomendo muito. Bem, em uma das missões logo no começo do jogo o personagem, John Tanner, precisa perseguir e pegar dois larápios que roubaram a caixa de dízimos de uma igreja. Assim que ele incorpora no policial que dirige a viatura (É, o jogo tem suas esquisitices) e entende a situação, ele diz: “Esperei a minha vida toda pra dizer isso, mas… Nós estamos em uma missão de Deus”. Sacou? Não? Talvez em inglês: “We’re on a mission from God”. Ainda não?

Bem, esse é justamente o ponto desse texto. Vem comigo. continue lendo »

É natal, é natal

baconfrito segunda-feira, 23 de dezembro de 2013 – 0 comentários

Por falta de texto devido à inúmeros motivos, estamos de recesso até o dia 26. Obrigado e volte sempre.

confira

quem?

baconfrito