E quando as séries chegam ao Brasil?

Sit.Com quarta-feira, 05 de dezembro de 2012

Eu não sei vocês, mas eu sempre tive um grande problema com as traduções. Principalmente com as traduções do SBT, que na maioria das vezes resolve extrapolar e não somente dar um nome traduzido a série, mas também um sub-título. É claro que isso não acontece apenas com séries, mas como essa coluna é sobre séries, obviamente irei falar apenas sobre elas.

Pois bem, não é apenas o SBT que exibe séries gringas, mas a Globo tem a decência de deixar como está, tipo traduzindo 24 Hours pra 24 Horas e deixando Lost como Lost. Se bem que teve o Lie To Me que ficou como Minta Se Puder. Mas, se Lost tivesse sido exibido pelo SBT, a série se chamaria: Perdidos em uma ilha muito louca. Tá, eu sei que não é o SBT que decide a tradução dos nomes, mas as vezes parece, levando em conta que ele fica com as piores. Tipo One Tree Hill, que virou Lances da Vida, The Dead Zone, que virou O Vidente, ou Gilmore Girls, que se tornou Tal Mãe, Tal Filha.

E aí, temos as que não tem tradução, mas o SBT resolve dar um subtítulo, tipo: Smallville: As Aventuras do Superboy, Everwood: Uma Segunda Chance, The O.C.: Um Estranho no Paraíso e Veronica Mars: A Jovem Espiã. Porra, pra que, meu irmão?

Ou a galera que traduz acha que brasileiro é muito burro, ou realmente a galera que traduz é do cão e faz isso só pra incomodar a gente, tipo isso:

Mas todos esse já citados, dão pra passar, mas existem alguns que te causam 3 derrames só de ouvir a tradução, tipo Nip/Tuck, que virou Estética e o clássico Fresh Prince of Bel-air, que se tornou Um Maluco no Pedaço. E vocês assistem essas merdas dubladas e ainda se amarram, incentivando essa galerinha do mal a continuar cometendo essas atrocidades. Palmas pra vocês. E aproveito pra pedir perdão pelo vídeo com os pseudo humoristas, mas naquele vídeo, eles mandaram bem. Não acham? Fodam-se vocês.

Leia mais em: , , , , , , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Full House vira Três é Demais, 90210 vira Barrados no Baile, o trem é bacana demais. Realmente não vejo muito bem como acompanhar uma série decentemente por emissoras nacionais, cara.

  • a

    nunca vi tanta merda escrita num post so

  • Paulo

    hehe. Todos amam o jô

  • Jonas

    Os titulos podem ser fracos mas a tradução dos personagens de um maluco do pedaço, eu a patroa e as crianças e até chaves eram muito boas.

  • Jo

    Cê quis dizer dublagem? Pq eu não tava falando sobre isso no texto, não sei se você percebeu.

  • Jo

    Agora é moda.

  • Matuhatin

    Tem aquela famosa do “Memento” pra “Amnésia”, que não tem nada demais, sendo que o protagonista deixa claro em várias situações que o que ele tem NÃO é amnésia!
    “Epic movie”, que já tem clichê gringo no nome, virou “Deu a louca em Hollywood” (mais imbecil ainda). Pelo menos o filme também é uma bosta.
    Uma das melhores que já vi não fazia parte desses clichês. “It’s kind of a funny story” virou “Se enlouquecer não se apaixone”. Por que? Simplesmente porque tinha o ator do recente sucesso “Se beber não case”. É mole?

  • Tá certo que alguns nomes ficam toscos e tal, mas você queria o quê? Que tudo tivesse uma tradução certinha? Por favor, né…
    Also, pessoalmente, eu acho que os títulos e sub-títulos que você citou aí se adequam com os seriados em questão.

  • Matuhatin

    Algumas alterações também acho normais. Tipo “Minta se puder” ou até acréscimos como a de Everwood. Mas “As aventuras do superboy”, PQP! E várias outras do tipo…
    Mas meu velho. Se você quer ser levado a sério, não dá pra ficar com essa viadagem de palavrinha em inglês. Coisa de bichona louca, que merece uma pisa pra tomar tenência. Só uma dica.

  • Jader Heleno

    Esse cara ai não é o maluco do pânico??

busca

confira

quem?

baconfrito