Como treinar seu dragão (How to train your dragon)

Cinema terça-feira, 16 de novembro de 2010

É, eu sei. Faz tempo que o filme foi lançado. Mas e daí? Só fui assisti-lo agora e bem, resolvi escrever uma resenha.

Bom, a primeira vez que li sobre o enredo dessa animação da Dreamworks pensei com meus botões: Mas isso é incrivelmente parecido com Eragon! Pra quem não sabe, Eragon é um livro. Mas foda-se o livro, a parada é que dentro dele há uma história sobre o primeiro Cavaleiro de Dragão e, adivinhe, é praticamente a mesma coisa do resumo de Como treinar seu dragão.

A história gira em torno de um adolescente viking chamado Hiccup, que vive na ilha de Berk, onde os combates dragões é um modo de vida. Depois que ele captura a raça mais poderosa com um canhão de disparo de bolas, Hiccup acaba por fazer amizade com o dragão. Esta relação vira seu mundo de cabeça para baixo enquanto ele se esforça para convencer sua tribo que não precisam ser matadores de dragão.

Ou seja, estava achando que ele ia ser meio parecido com Eragon, o que me encafifou. Mas no final nem fez diferença, o filme só se parece com o livro que falei no resumo, mesmo.

Vamos falar agora um pouco da história e seus personagens principais.

A história é sobre Hiccup, um típico geek garoto viking magrelo que gosta de construir engenhocas.

Logo no começo do filme vemos que ele tem uma quedinha pela garota mais bonita do colégio guerreira viking mais forte

e tem um pai grandão que sempre parece um pouco decepcionado por ele não ser um grande jogador de futebol americano/beisebol viking matador de dragões.

Daí pá, ele constroi uma engenhoca, consegue acertar o dragão mais oh-meu-deus-o-pesadelo-de-nossas-vidas, só que ninguém presencia isso e portanto, não acreditam no maldito nerd inútil.

Sim, já deu para perceber que o filme é meio clichê, não é? E essa é, na verdade, uma linha da Dreamworks, ser meio clichê ou então infantil. E o filme é os dois a maior parte do tempo. Porém, contudo, entretanto, todavia, exatamente por se mascarar de coisa óbvia e boba, ele prega umas boas peças no espectador. Primeiro que mesmo sendo aquele atual clichê do “nerd sem valor se tornando popular”, o Hiccup é absolutamente fofo e cativante. A Astrid (Menina mais bonita do colégio Guerreira viking mais forte) tem personalidade forte e não é aquela coisa chata de mocinha (Um viva à Dreamwork por raramente nos entediar com mocinhas típicas!) e é tipo a futura elite matadora de dragões.

Porém, uma das peças mais bem pregadas do filme foi o final. Sem sacanagem, fiquei embasbacada. Eles conseguiram ser ao mesmo tempo óbvios e, ainda assim, supreendentes. Te pega absolutamente desprevenido. Não posso falar muito mais que isso porque seria entregar o ouro e te privar da surpresa que eu tive.

Se fosse um filme da Pixar, provavelmente seria capaz de arrancar umas boas lágrimas de todo mundo, contudo, o filme consegue manter o tom leve mesmo em assuntos que poderiam ser mais… Dramáticos. Afinal, por que se preocupar? O céu é azul, tudo dá certo no final e o nerd sempre fica com a menina mais foda!

Outra coisa, a trilha sonora é muito bonita, embora em certas partes tenha estranhamente me lembrado de Coração Valente, mas pode ser também apenas porque tem gaita de foles, quem sabe?

De qualquer forma, páre de ler essa resenha e vá assistir o filme! Ele vale a pena, mesmo que seja só para passar o tempo. Cara, tem gatos cachorros dragões no filme!

Como treinar seu dragão

How to train your dragon (98 minutos – Animação)
Lançamento: Estados Unidos, 2010
Direção: Chris Sanders e Dean DeBlois
Roteiro: Adam F. Goldberg, Peter Tolan, Dean DeBlois e Chris Sanders
Elenco: (vozes de) Jay Baruchel, America Ferrera, Gerard Butler, Christopher Mintz-Plasse, Jonah Hill, Craig Ferguson

Leia mais em: , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Eu não li Eragon, só assisti (to esperando o Submarino me entregar o livro xD). E pelo que eu assisti, a história nao tem nada a ver heh
    Pelo título dá até pra pensar que sejam parecidos, mas nem é :P
    P.S. Quero assistir esse aí tb :D

  • André

    Possivelmente uma das melhores animações EVER, bem próximo de Wall-E e da série Toy Story…

  • Willian

    Como voce disse, tem varios cliches mas isso não deve tirar o credito da dreamworks. O que mais contou para eu gostar não foi o fato de ser algo novo, mas sim as palhaçadas que acontecem com os personagens. O comportamento do Toothless, me recuso a usar o nome em portugues, lembra muito o de um gato. Parece aquele gato do Simon’s cat, procurem no youtube.
    Quanto as compara-lo com as animações da pixar não creio que seja uma boa ideia, gosto mesmo da pixar, pois as animações da pixar são muito boas. A cada ano eles conseguem se superar. Vai ser dificil eles conseguirem superar o Toy Story 3, que considero um dos melhores lançamentos do ano, mas somente quando lançarem a proxima animação que vamos saber.
    A respeito do Eragon eu ainda quero comprar a coleção, vi apenas o filme, historia interessante.

busca

confira

quem?

baconfrito