Como Agarrar Um Milionário (How To Marry A Millionaire)

Cinema terça-feira, 20 de dezembro de 2011

 “Em Nova York, Schatze Page (Lauren Bacall), Pola Debevoise (Marilyn Monroe) e Loco Dempsey (Betty Grable), três modelos cansadas de namorados sem dinheiro, alugam em Manhattan um elegante apartamento com o objetivo de arrumarem maridos ricos. Mas a situação se complica quando o dinheiro vai acabando e elas começam a se interessar por homens sem dinheiro.”

Piriguete existe desde que o mundo é mundo, não é mesmo? A diferença é que hoje elas não tem a metade da classe das antigas. E bem, antigamente as mulheres eram criadas para o casamento e sorte significava casar com um bom partido. Logo, pra mim é muito mais compreensível porque as mulheres buscavam um marido rico naquela época. Mas, nesse filme em especial, essa caçada toma uma forma divertida e muito bacana, nos fazendo esquecer da parte repugnante das interesseiras. Sinceramente? Como Agarrar Um Milionário é um dos meus filmes preferidos e sem dúvidas, um clássico das lendárias Lauren Bacall, Marilyn Monroe e Betty Grable.

O filme começa com Schatze alugando um luxuoso apartamento mobiliado. Com um plano em mente, ela fica ainda mais satisfeita quando descobre que o dono do apartamento está foragido por sonegar impostos, e logo dá a notícia à amiga Pola. A loira, por sua vez, liga para a amiga Loco que também tem os mesmos interesses das outras duas: Arranjar um marido milionário. As três finalmente decidem morar juntas e colocar o plano de Schatze em prática, frequentando bons lugares e vestindo boas roupas. Mas com a vida de modelo não garantindo mais o alto padrão, elas rapidamente são obrigadas a vender os móveis do apartamento. E cada vez mais pobres, com o tempo esgotando, as três cocotas começam a entrar em pânico quando os partidões não aparecem.

 Bandidaxxx

Esse é um dos filmes mais divertidos que já assisti. Esqueça aqueles romances engraçadinhos! O negócio é ousado, principalmente para época, já que mostra uma protagonista separada e muito calculista. As piadas são leves mas bem feitas, e há uma modernidade legal nas personagens. O roteiro é bom, com destaque para a paixão de Schatze pelo milionário Tom Brookman (Que ela na realidade pensa ser um pé rapado), rendendo cenas memoráveis. Marilyn Monroe passa mais despercebida no longa, mas sua interpretação de uma míope (Pra não dizer cega) muitíssimo atrapalhada é o tipo de coisa que me faz compreender melhor o talento dela. Um excelente momento para ver uma Marilyn atriz e não o ícone de beleza e sensualidade.

Lauren Bacall também não fica atrás e mostra toda sua força como uma mulher magoada e ressentida com as rasteiras da vida. Abandonada pelo ex-marido frentista, ela decide se casar de novo, mas dessa vez com um homem milionário. Suas expressões e a voz rouca dão o tom de deboche necessário à Schatze. Gosto muito como ela tenta insistentemente controlar todas as situações e claro, não consegue. A cena final também é impagável! Já Betty Grable é a mais carismática e divertida de todas, com situações bizarras. A natureza sonhadora e infantil, escondida entre golpes inteligentes fazem dela a terceira estrela do filme.

O roteiro, adaptado do teatro, com reviravoltas, situações bem pensadas e desfecho engraçado torna Como Agarrar Um Milionário um clássico da década de 50. Foi um dos primeiros filmes filmados em CinemaScope e o belo figurino chegou a concorrer ao Oscar. Indiscutivelmente, uma excelente produção que reuniu três das maiores estrelas da época, sem precisar apelar para a sensualidade extrema ou o drama. Eu indico sempre para quem me pede um bom filme, por ter uma nota final ótima e ser um longa acessível. Vale à pena ter na coleção de DVDs ou até mesmo presentear alguém nesse Natal. Satisfação garantida!

Como Agarrar Um Milionário

How To Marry A Millionaire (98 minutos – Comédia)
Lançamento: EUA, 1953
Direção: Jean Negulesco
Roteiro: Nunally Johnson
Elenco: Lauren Bacall, Marilyn Monroe, Betty Grable e David Wayne

Leia mais em: , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito