Festa da Salsicha (Sausage Party)

Cinema segunda-feira, 06 de fevereiro de 2017

Numa animação que não é pra crianças [Como se todas fossem], um grupo de salsichas vai buscar sua história, e vai fazer um monte de piadas de baixo calão no caminho. Ou é muito bom, ou é muito ruim. Esse tipo de filme não costuma ter meio termo. Você foi avisado.

 Sutil.

Você tem fantasias eróticas com comida? Gostaria de aprender o que seria se toda comida que estive disponível em um supermercado estivesse viva, sentisse dor, tivesse sonhos, desejos e fosse crente? Primeiro: Seu doente! Segundo: Seus desejos foram realizados. O que pode ser explicado como uma viagem de ácido e peiote foi realizado no longa Festa da Salsicha. Isso recheado com piadas de duplo sentido, sujas, racistas e pra quem tem o humor parece um saco de lixo (Negro e sujo).

 Cozinhar nunca foi um ato tão sádico.

O enredo consiste, além de alimentos vivos, em uma religião criada pelos alimentos, que consiste na ideia de que as pessoas que os levam para o grande lá fora, ou sei lá como eles traduziram isso. O que foi mostrado também no trailer é que eles não fazem a mínima idéia que eles são torturados, aka preparados pelos seus deuses, e isso é explicado de uma forma que parece que alguém usa chapéu de papel alumínio e com muito palavrões. Então, o grupo formado por um Lavash, um Bagel, um Pão de Cachorro Quente e uma Salsicha é formado (A droga de Hollywood deve ser muito boa).

 Drogas? Que drogas?

O enredo é divertido, cheio de humor doentio, drogas, e referências. Mas é complicado se você não gosta disso, mas se você não gosta disso e foi ver um filme chamado “FESTA DA SALSICHA” daí tem mais é que se foder mesmo. O filme não oferece muitas surpresas, e um final também que já foi bastante explorado, o que ele oferece é o humor stonner e fudido, voz de pessoas famosas em comida, uma musiquinha babacamente boa e cenas que dificilmente vão sair da sua cabeça.

 Imagina se eles soubesse o que pessoas fazem com pepinos.

A animação é ótima, mas os personagens são meio viajados. Por exemplo: A Pão de Salsicha é extremamente estranha pra mim, não importa o quanto eu fume e assista o filme. O personagem do Seth Rogen é o único com o qual consegui me identificar de verdade no começo, mas depois os outros personagens melhoram.

 Ela é familiarizada com o assunto.

Essa porcaria foi nomeada para prêmios, e não foi Framboesa de Ouro. E considerando que é um filme de besteirol, seja de animação ou não, isso é uma proeza, além de ser o primeiro filme de animação para maiores de 18 anos liberado no EUA [Nota do editor: Não foi não]. Então, se você não tem uma vara enorme estacionada na bunda (Tradução: Fica facilmente ofendido) vale a pena ver.

Festa da Salsicha

Sausage Party (89 minutos – Animação, Comedia)
Lançamento: EUA, 2016
Direção: Greg Tiernan e Conrad Vernon
Roteiro: Kyle Hunter, Ariel Shaffir, Seth Rogen, Evan Goldberg, Seth Rogen, Evan Goldberg e Jonah Hill
Elenco: James Franco, Paul Rudd, Kristen Wiig, Salma Hayek, Seth Rogen, Jonah Hill, Edward Norton, Bill Hader, Michael Cera e Danny McBride

Jão é o tipo de pessoa que se anima fácil com qualquer piada escatológica. Você também é? Que bosta, hein? Mas pode escrever e mandar pra cá, que se for bom razoável é publicado.

Leia mais em: , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito