X-Men – A Batalha do Átomo

HQs terça-feira, 19 de Abril de 2016

Que as revistas dos X-Men sempre foram um puta samba do mutante doido ninguém duvida, mas o que ninguém esperava é que tudo fosse ficar tão maluco após Vingadores VS X-Men. Viagens no tempo e realidades alternativas sempre estiveram presentes nas HQs dos mutantes, e quase sempre funcionaram muito bem. Dias de um Futuro Esquecido, apesar do filme de mesmo nome ser lamentável, é um clássico e tem que ser lido por qualquer um que tenha um mínimo interesse em quadrinhos. Era do Apocalipse foi um dos maiores e melhores eventos que eu já li na minha vida e Batalha do Átomo… Bem, Batalha do Átomo é complicado.

O negócio é o seguinte, após a treta entre Vingadores e X-Men, Ciclope, que estava certo, sai como o grande vilão da bagaça e resolve reunir seu próprio bando e começar a tão esperada, e que nunca aconteceu, revolução mutante. O problema é que o Fera não tava gostando nada disso e via o ex amigo e líder como um terrorista mutante, coisa que era reforçada pelo apoio de Magneto e Emma Frost RAINHA JEAN GREY NADINHA, e resolve voltar no tempo e levar os cinco X-Men originais para o futuro. Ou presente, sei lá.

Sim, Ciclopinho, Anjinho, Ferinha, Homenzinho de Neve Gelo e Nadinha Jeanzinha vem para o presente e ganham revista própria, a Novíssimos X-Men, e são liderados e ensinados por Kitty Pryde. Confesso que no começo eu torci o bico pra essa idéia. Era uma desculpa esfarrapada que a Marvel encontrou pra trazer a Jean Grey de volta a vida sem precisar trazê-la de volta a vida, se é que vocês me entendem. Mas confesso que ver os 5 originais tentando adaptar-se aos tempos modernos me agradou e o fato de Kitty Pryde ser a tutora deles ajudou bastante.

Mas vamos ao que interessa. Ter os 5 X-Men originais no presente é algo que não agrada todo mundo, alguns querem mandá-los de volta, enquanto outros acham que eles devem permanecer aqui. Sendo assim equipes se separam, incluindo a dos cinco originais, e a treta só piora quando um grupo de X-Men do futuro chega dizendo que se a molecada não voltar pro tempo que pertencem vai rolar muita merda.

Pois é, X-Men do passado, do presente e do futuro unem-se e separam-se e embolam na porrada. Pode parecer ruim, mas é bom. Pode parecer complicado, mas só complica mesmo quando a verdadeira equipe de X-Men do futuro volta no tempo e diz que aquela equipe que dizia ser os X-Men do futuro na verdade é a Irmandade de Mutantes do futuro. Se já não tivesse dando merda o suficiente, a S.H.I.E.L.D. ainda entra no meio e quase começa uma guerra contra os mutantes. Tudo isso pra no final descobrirmos que a merda já tinha sido feita e que o Tempo tava puto e não queria esses merdinhas desses cinco originais de volta, tornando-os paradoxos e que se foda.

Apesar de não parecer, Batalha do Átomo é sim um bom arco dos mutantes e um exemplo clássico de crossover, onde todo mundo se enfrenta e depois se une contra um mal maior. É um prato cheio pros saudosistas dos anos 90 ou pra quem é mais novo e curte um porradeiro sem sentido no estilo Batman V Superman. Que? Eu tinha que dizer alguma coisa.

Leia mais em: , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito