Você deveria escutar mais MATANZA

Música quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Existem verdades na vida que são inegáveis. Claro, se algo é verdade, e óbvio que ela é inegável. Meio pleonástico isso, mas é bom pra dar uma ênfase mto loka. Uma dessas verdades é: Matanza é uma das bandas mais fodas de todos os tempos. Se você reclama de não ter uma banda pra escutar nesse MP3 da 25 de março recheado de Pussycat Dolls é porque você não conhece a banda. Se você escuta Matanza, nunca pode dar a desculpa de que não tem nada pra ouvir. Matanza é bom de ouvir SEMPRE: Em um funeral, briga de bar, casamento e… Pera. Se você ouve Matanza, o que caralhos cê tá fazendo em um casamento, aguentando aquela gente fresca e longe de uma caneca de cerveja?

É um fato comprovado por pesquisadores que existem infinitos motivos pra você escutar mais Matanza. Aliás, você não deveria nem estar aqui, lendo esta merda: Você deveria estar entrando em uma briga de bar ao som dos caras. Mas como você seria morto, fique aí e concorde com tudo que eu vou falar. Porque, convenhamos: Mais raro que uma banda brasileira BOA é eu elogiar alguma coisa. Mas, nesse caso, isso é obrigação. Ergam os copos pra ler essa merda.

Se você lê o Bacon tempo suficiente pra acompanhar o trabalho dos ex-estagiários (Pensando bem, estagiário é aquele que só faz merda, e como isso é tudo que a gente faz, não sei se esse “ex” tá certo, mas foda-se) lembra que o primeiro texto do Harry foi sobre Johnny Cash, que dispensa apresentações. Boa parte do trabalho dos trutas do Matanza foi feito inspirado no Cash. E isso é inegável, já que eles lançaram um álbum com adaptações das músicas dele, chamado To Hell With Johnny Cash. Influências são algo IMPORTANTE. Se eles fossem influenciados pelos Beatles, seriam uns tangas. Cash viveu, em tempos da sua vida, na ilegalidade. E isso é foda pra caralho.

 Legenda? PRA QUÊ?

Já falei pra vocês que Matanza tem, também, um traço IRLANDÊS? Cês sabem o que vem da Irlanda? Sim, irlandesas! E a melhor cerveja do mundo: Guinness. Se você discordar disso, você desmerecerá o ar que você respira. Até vegetarianos merecem mais direitos humanitários do que você. Por falar em cerveja, a banda tem uma PORRADA de músicas sobre o tema. O que é mais importante do que o bar? Nada, é claro. O que você faria antes do diabo vir pegar você, depois de morto, pra te mandar pro inferno? Beber, é óbvio. Os caras tratam a vida como algo passageiro: Foda-se o amanhã, não quero viver pra sempre. Quero beber e pau no seu cu. É, você aí no canto, pensando que aguenta meu soco. Vem pra briga, filho da puta.

E foi importante eu ter falado sobre cerveja. Falar de cerveja é sempre bom, inclusive. Jimmy, o vocalista, caga pros fãs. E ele tá certo, tem mais é que cagar mesmo. Fã é tudo babaca. De qualquer jeito, é dele a frase “Tô cagando pros meus fãs. Sou músico, não sou modelo de vida” – o cara teve que parar de beber por causa de problemas de saúde e disse isso. E tá certo, não é porque você tem uma banda que tem que fazer tudo pensando nos fãs. Afinal, fã só serve pra encher o saco e xingar no Twitter.

Cê já parou pra pensar sobre tudo que você leu até agora? Quantas bandas nacionais você conhece que tratam dessas temáticas, tem um som foda e tão pouco se fodendo pro mundo? Uma.

 UAUAUAUA QUAAAAAAAAAAAL??????

Tanguinha, visto que você está fazendo papel de figurante em um texto sobre MATANZA, creio que você já saiba a resposta. Não tem banda igual a essa no país. Isso só mostra que se você escuta música nacional, atualmente, escuta merda. Quem ganharia em uma briga de rua: Matanza ou Cine? Aliás, se um desses coloridos entrasse em um show dos caras, eles seriam mortos e pendurados de ponta cabeça pelos intestinos, nas palavras do atillah. Ou algo do tipo.

Pra finalizar, cês lembram que eu falei que Matanza é uma banda que pode ser escutada em todos os tipos de situações e vocês concordaram? É claro que concordaram, cês sempre concordam. Pois então, isso só é possível por um motivo: Os caras mandam bem, simples assim. Se você estiver andando de carro, de moto ou de NAVIO PIRATA os caras vão ter uma faixa, pelo menos, que combina com o momento. Isso é extremamente importante. Eu não quero ficar PROCURANDO uma faixa perfeita pra escutar. Todas as faixas têm que ser boas, e uma tem que ser excepcional.

Se você não escutou o som dos trutas até hoje: Para com o que você estiver fazendo (É nessa hora que os CONTROLADORES DE VOO mandam os pilotos à puta que pariu) e escute qualquer coisa deles. E, de agora em diante, se te apresentarem uma banda de caras que são assexuados, choram, fazem clipes sem camiseta em câmera lenta e tomam CHOPE DE GROSELHA, tratem de responder: “Começa a escutar música de PIRATA, seu TANGA”. E dê um chute no saco dele. Abra uma cerveja logo em diante. Cuspa o primeiro gole na cara dele, inclusive.

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • FUCK YEAH!
    Matanza é uma das poucas bandas nacionais que ainda faz Rock de verdade…. e olhe que eles estão na estrada desde 1666!

    PS: K, mais do que nunca você incorporou o estilo de Jimmy nesse post. Apesar de tudo, ainda acho que Jimmy tem mais “pose marketeria” do que atitude sincera…

  • Agrese

    eu acho que o K é o Theo.

  • Lionheart

    Odeio seus textos e seu ponto de vista “K”, mas dessa vez, somente dessa vez, concordo em gênero, grau e número.

  • K

    @Jorge
    Marketing é almálgama do negócio.

    @Agrese
    Eu também. Maior malas os dois, hein?

    @Lionheart
    Agradeço a sinceridade. ;]

  • Opa

    Matanza tem um som muito bom, mas como disse o colega acima, tem uma certa pose marketeira.

    E indico outra banda foda pra caralho:
    VELHAS VIRGENS!!!!
    Banda independente q tá na estrada há muito tempo.
    E com a melhor temática ever: cerva + putaria.
    Música de cabraômi.

  • lol

    Essa banda é puro marketing, coitado de quem acredita mesmo nessa pose de macha deles ahuhauhauhauah

busca

confira

quem?

baconfrito