Lançamentos de Jogos da Semana – 12/10 ~ 18/10

Games quinta-feira, 16 de outubro de 2008 – 3 comentários

Dead Space (PC, Playstation 3 e Xbox 360)
Nessa semana a Eletronics Arts traz um ótimo jogo de survival horror. O gênero está cheio de jogos em que você acaba em um ambiente hostil cheio de monstros e Dead Space não é exceção, mas desde o começo do jogo você nota que ele é diferente.
A espaçonave de mineração USG Ishimura (uma pequena nave que minera planetas inteiros) perde o contato com a base e o engenheiro Isaac Clark é enviado com mais algumas pessoas em uma missão de rotina para restabelecer o sistema de comunicação, mas logo ao chegar na nave fica claro que algo errado aconteceu. Você é separado do resto do seu time pelo que foi a tripulação do Ishimura, que se transformou em monstros chamados Necromorphs.
O jogo tem vários detalhes interessantes, como a ausência de mostradores de informação na tela, sua vida é mostrada através de um cano em suas costas e a munição é mostrada em um visor na sua arma. Os menus também não abrem novas telas e sim um holograma, que aparece na frente do seu personagem.
Inimigos inteligentes, boa história, ótimo som e gráfico, gameplay realmente assustador e um interessante sistema de batalha, focado em estrategicamente desmembrar os inimigos (fala se isso não soa extremamente macho?). Ainda que as missões sejam um tanto quanto repetitivas, Dead Space definitivamente é um jogo que merece atenção.

Saints Row 2 (PC, Playstation 3 e Xbox 360)
Quando o primeiro Saints Row foi lançado a dois anos ele era uma alternativa aos fãs de GTA na nova geração enquanto não era lançado o próprio Grand Theft Auto IV. Enquanto este se preocupou em trazer mais maturidade ao gênero, Saints Row 2 não está nem um pouco preocupado com isso e é uma opção de GTA 4 imoral.
Começando com um extenso editor de personagem, um sistema de combate gratificante, liberdade para destruir o que você deseja, uma boa variedade de coisas a fazer, bom modo cooperativo e até uma invasão de zumbis, vei.
A inteligência artificial do jogo é bem fraca, as missões são repetivas mas o jogo parece, no mínimo, interessante.

Lançamentos de Jogos da Semana – 05/10 ~ 11/10

Games quarta-feira, 08 de outubro de 2008 – 0 comentários

Jogo com ano no nome da EA e RPG da Disney? Me recuso a escrever sobre isso. Então, um preview… Diferente.

Pop Cutie! Street Fashion Simulation (Nintendo DS)
A Koei está trazendo para o ocidente esse jogo originalmente lançado no Japão para Playstation. Não que o público deste jogo se importe com isso.
Véi, nesse jogo você sai pela rua e ao conversar com as pessoas você pega idéias que, ao voltar para a sua loja, você pode juntar e fazer roupas FASHION!

MA-RA-VI-LHO-SO!

Depois disso você vende suas roupas na sua boutique (e você nunca esperava ver boutique em um texto do Ato ou Efeito) e pode ver nas ruas se as pessoas aderiram à sua moda ou se estão seguindo a vaca da sua concorrente.
Obviamente na estação seguinte você queima tudo e começa de novo.
Então, definitivamente, se você está procurando um simulador do mundo fashion com roupas inspiradas no mercado japonês… Você é um cara muito estranho.

Lançamentos de Jogos da Semana – 28/09 ~ 04/10

Games quarta-feira, 01 de outubro de 2008 – 2 comentários

Harvest Moon: Tree of Tranquility (Wii)
A franquia de jogos hentai suavizados para crianças completa dez anos e chega de presente o novo Harvest Moon. Na verdade, ele foi lançado no Japão em 1996 e nos EUA em 1997, o que seriam onze ou doze anos, e mostra que a Natsume é péssima com datas. Mas estou fugindo do assunto.
Nunca ouviu falar de Harvest Moon? Como eu disse em outro LJS:

Se você nunca jogou Harvest Moon você não teve infância, ou um Playstation. Harvest Moon é uma série em que você é um fazendeiro, véi, e depois de plantar mandioca você sai pela cidade a catar menininhas (ou seria o contrário?). Ainda que o jogo não tenha beijos. E seja infantil.

Desta vez você pode plantar a mandioca usando o Remote como enxada! Mas como você com certeza vai fazer isso dezenas de vezes, o jogo permite que você faça os comando apenas pelos botões. Ou seja, você vai fazer uma vez e depois, meh
Agora os festivais têm minigames que depois são adicionados aos menus para jogar com seus amigos. Além dos animais comuns da franquia (vacas, ovelhas e galinhas), você pode ter animais mais exóticos, como avestruzes. Seu animal de estimação, que sempre foi um cachorro, agora pode ser vários outros animais, incluindo pandas e guaxinins. Aham, guaxinins.
Ainda que tenha grande chance de ser apenas mais do mesmo, esse Harvest Moon parece ao menos um tanto interessante.

Sonic Chronicles: The Dark Brotherhood (Nintendo DS)
Um RPG de Sonic feito pela BioWare tinha tudo para ser bom. Tinha.
Ainda que o jogo seja bonito e os personagens bem balanceados, ele não passa de um RPG para noobs, com quest simplificadas ao máximo e sistema de batalha simples e enjoativo (todos os ataques especiais são baseados em uma simplificação de Elite Beat Agents).
A história é bem clichê no começo, ainda que surpreenda no final.
Fãs com certeza irão comprar e dizer que o Sonic está bem representado ali, mas todo mundo sabe que jogo do Sonic bom é quando ele corre para a direita e passa por loops.

Silent Hill: Homecoming (Playstation 3 e Xbox 360)
O Silent Hill: Homecoming chega às lojas essa semana e está… diferente.
O personagem agora anda mais rápido e o combate é mais frenético, mas isso acabou transformando o jogo de uma experiência psicológica tensa a um jogo de ação com bons gráficos e efeitos sonoros.
Faltou ou alguma limitação da sua liberdade de controle ou melhorar o aspecto de terror do jogo para compensar.

Lançamentos de Jogos da Semana – 21/09 ~ 27/09

Games quinta-feira, 25 de setembro de 2008 – 3 comentários

de Blob (Wii)
Oh noes, o mundo perdeu toda a sua cor e está cinza. Então surge nesse cenário de história das Meninas Super Poderosas o… Blob.
Você é uma… Mancha ou bola de tinta… Eu acho… E precisa retornar a cor de Chroma City.
Originalmente um projeto de estudantes, de Blob aparenta ser um ótimo jogo de plataforma 3D em que você controla Blob que pode se tornar um pincel andante e ir pintando a cidade (em ambientes bem livres) por onde passa, o que é algo bastante criativo. Você luta contra o relógio e pode ir adicionando tempo completando missões.

Disgaea DS (Nintendo DS)
Essa ótima série está vindo aos portáteis. Como eu disse algumas semanas atrás, no lançamento de Disgaea 3:

Disgaea é uma série de RPG de estratégia voltado para o público hardcore, com níveis indo a 9999 (chefes em níveis muito menores, sendo o chefe opcional de nível mais alto do segundo jogo tendo nível 5000) e marcado por um ótimo humor.

Disgaea DS é um port do primeiro Disgaea de Playstation 2 para o Nintendo DS, prepare-se para perder muitas horas da sua vida nesse ótimo jogo que chega agora no console da Nintendo.

Megaman 9 (Playstation 3, Wii, Xbox 360)
Definitivamente, Megaman 9 é o tipo de jogo que olha para o hardware e cospe nele. Megaman 9 é o novo título da série Megaman e foi feito pensando nos fãs mais antigos com gráficos que se fossem mais simples rodariam na minha calculadora e um jogo com uma dificuldade raríssima no mercado hoje.
O jogo não é difícil. Ele é sádico. Os níveis são arquitetados para aumentar as vendas de Wii Remotes.
Além das oito fases, o jogo ainda tem um sistema de Conquistas (que no Xbox 360 realmente libera conquistas, no resto é apenas visto no menu do jogo) e no futuro será possível comprar conteúdo extra através do próprio jogo.
Para os fãs e para quem quer se lembra da infância ou ainda para quem quer ver o que é um jogo difícil, Megaman 9 está disponível para compra por U$10,00 no WiiWare, Xbox Live Arcade ou na Playstation Network. Todas versões são praticamente iguais, com mudanças quase imperceptíveis nos gráficos.

Donos de Playstation 3, vocês compraram seu videogame para isto.

O AOE já falou sobre o jogo aqui e também já colocamos o trailer.

Lego Batman (PC, Playstation 2, Playstation 3, PSP, Nintendo DS, Wii, Xbox 360)
Mais um jogo Lego Coisa que sai para todas plataformas imagináveis baseado em algum filme. Não que os outros tenham sido ruins, mas sei lá, pessoalmente não me chama mais atenção.
E não, embora obviamente tenha sido lançado para aproveitar o lançamento do filme, o jogo não segue a história do filme, muito menos algum arco específico nos quadrinhos.
Você pode ver o trailer que o théo colocou a algum tempo.

Samba de Amigo (Wii)
Quem disse para eles que isso era Samba? Que história é essa de MARACAS NO SAMBA? E esse macaco MEXICANO?
Este que foi um dos primeiros jogos de ritmo popular, no Dreamcast, chega agora ao Wii. Nele você usa um par de Wii Remotes e balança em músicas que definitivamente não são Samba.
Divertido? Talvez. Mas eu morro de medo desse macaco. Sério.
Ah, e um DJ daqui sampleou o tema desse jogo em uma referência extremamente nerd. Importante vocês saberem disso não?

Wario Land: Shake It! (Wii)
Ainda que fã de WarioWare, nunca gostei muito do Wario Land, este jogo porém parece bem interessante. Neste jogo de plataforma 2D você joga com o Remote deitado usando o botão 1 e 2, além disso existem várias ações que você usa balançando o controle e os gráficos são muito bonitos, diferentes e coloridos.
As reviews dizem que ele é um pouco curto e fácil, mas que tem um ótimo replay value (o tipo de jogo que você joga de novo e de novo).

Também nesta semana:
Kirby Super Star Ultra (Nintendo DS): Um remake do Kirby Super Star, com vários pequenos jogos da… coisa rosa favorita dos gamers. Os gráficos foram melhorados e foi adicionado alguns minigames que usam a tela de toque.
Lost in Blue: Shipwrecked (Wii): Um novo jogo da série Lost in Blue, agora sobre náufragos, véi. Alguém contou para eles que TODOS os anteriores já eram sobre isso?
Rhapsody: A Musical Adventure (Nintendo DS): Port de um jogo de Playstation, esse charmoso J-RPG mistura música às batalhas, e ainda que seja fácil, tenha cutscene demais e não tenha sido um clássico na época, definitivamente o jogo tem o seu charme.
SimCity Creator (Nintendo DS e Wii): SimCity, no DS e no Wii. Não que seja ruim, possivelmente este vai ser o melhor SimCity para console desde o Super NES e o jogo explora o Wii Remote.
Time Hollow (Nintendo DS): Um Adventure para DS em que você pode criar portais para ver o passado. As reviews japonesas foram desfavoráveis, mas eu tenho boas expectativas.

Lançamentos de Jogos da Semana – 14/09 ~ 20/09

Games quarta-feira, 17 de setembro de 2008 – 3 comentários

Rock Band 2 (Xbox 360 e em breve Playstation 2, Playstation 3 e Wii)
Essa semana o Rock Band 2 chega ao console da Microsoft algumas semanas antes dos outros. Como esperado de uma seqüência lançada depois de apenas 10 meses não há nenhuma grande novidade além da massiva lista de músicas e algumas melhorias mínimas no gameplay (partes faladas das músicas perdoa mais e alguns solos de guitarra).
A lista final de músicas o théo já colocou aqui, e além dessas músicas, todas músicas compradas no Rock Band continuam no Rock Band 2 e você pode importar 55 das 58 músicas do Rock Band por uma taxa de U$5,00 (paga-se apenas uma vez).

Star Wars: The Force Unleashed (Playstation 2, Playstation 3, PSP, Wii e Xbox 360)
Jogo multiplataforma da LucasArts de Star Wars? Que novidade… Ao menos Force Unleashed tem uma nova mecânica e física para controlar a Força que parece bem interessante, além de que usar o Wii Remote como sabre de luz era o sonho de muita gente. Mas o jogo ficou um ruim.
Não que seja um mal jogo, a história é boa, situa-se entre o episódio 3 e 4, e o combate, em algumas versões (como o Wii), é bom, mas quase todas as versões tem mapas pouco inspirados, combates e chefes chatos, o jogo é curto (de por volta de oito horas a meras três horas no DS) e falta muito polimento. Não foi dessa vez.

Dragon Quest IV: Chapters of the Chosen (Nintendo DS)
Um remake que não é um caça-níquel motherfucker. Dragon Quest IV é um jogo de NES que teve um remake para Playstation e agora um remake deste para Nintendo DS. A tradução foi refeita, com direito a dialetos por regiões, os gráficos levemente melhorados e a palheta de cores ficou mais colorida. Além disso, o cenário ocupa ambas as telas (o que ficou bem bonito) e durante a batalha a informação sobre os personagens aparece da tela de cima, aliviando a quantidade de informações.
A história é bem interessante, ainda que comece devagar.
Ainda que no terceiro remake, Dragon Quest IV: Chapters of the Chosen não deixa de ser um bom título.

Warhammer Online: Age of Reckoning (PC)
Mais um tentando entrando na fila para tirar o título de World of Warcraft. Lixo.
WAR (sigla extremamente marketeira inventada por eles, o certo seria WO:AoR) é do estúdio Mythic que é da EA. O jogo roda em volta dos Realms e da guerra entre a Ordem e a Destruição. Quests e batalhas contam no desempenho da guerra e as cidades reflatem o estado do Realm, prosperando na vitória, empobrecendo na derrota.
Ainda que essa história de Realms seja legal, o jogo vai ser tão chato quanto World of Warcraft. Isso por causa do problema crônico dos MMORPGs hoje: não há emoção na batalha. Cada luta é um chutando o outro e vence quem tinha a maior bota no começo.

Lançamentos de Jogos da Semana – 07/09 ~ 13/09

Games quarta-feira, 10 de setembro de 2008 – 7 comentários

Spore (PC e Mac)
Se você ainda não sabe o que é Spore, definitivamente você não merece viver. Ainda assim, vou citar o que eu disse no lançamento do Editor de Criaturas:

Spore é um jogo da Maxis que simula a evolução. Você vai evoluindo sua criatura desde a etapa celular, passando pelos mares, caça, aldeias, cidades, civilizações até atingir o nível espacial. Além desse passeio épico o jogo tem editores muito poderosos e intuitivos para tudo, como criaturas, vegetação, construções, veículos e até planetas em estágios avançados do jogo.

E finalmente, depois de anos e anos de espera o jogo considerado duas vezes como o Melhor da E3 chega às prateleiras.
Durante o jogo você passa por varias fases, a fase celular (que lembra o jogo Flow), a fase de criatura (lembrando um jogo de ação), a fase de tribo, fase de civilização e fase espacial. Ainda que isoladamente cada uma das fases não possa ser consideradas incríveis, o conjunto da obra, a maneira que são encaixadas e o enorme charme do jogo faz com que seja um ótimo jogo, que com certeza vale cada centavo.

Spore Creatures (Nintendo DS)
Seguindo o vácuo do Spore, a Maxis vai lançar partes do Spore em outras plataformas, sendo a primeira delas o Nintendo DS.
No DS você joga a etapa de criatura em um mundo 3D com personagens em 2D, graficamente muito diferente da versão para PC/Mac, lembrando um pouco Paper Mario. Nele o seu irmão mais novo é seqüestrado por aliens, e você começa uma jornada para salva-lo.
O criador de criaturas dá uma liberdade considerável para criar suas criaturas, mas o jogo em sí não consegue atrair muito e é bem infantilizado.
Donos de Nintendo DS que também tenham um Wii podem baixar o demo de Spore Creatures no Nintendo Channel.

Lock’s Quest (Nintendo DS)
Estou esperando a algum tempo por esse jogo.
Em Lock’s Quest você é Lock, um Archineer, parte arquiteto, parte engenheiro, que cria construções como muros, armadilhas e torres para evitar que os inimigos alcancem os Source Artefacts.
Não tem muito o que falar, mas o conceito é interessante. Pode ser um lixo, mas espero que seja algo decente.

Viva Piñata: Pocket Paradise (Nintendo DS)
Eu falei de Viva Piñata na semana passada:

Neste jogo extremamente tanga da Rare, você é um jardineiro novato com um pequeno pedaço de terra. Conforme você melhora o seu jardim, Piñatas (animais fofos, coloridos e com doce dentro) chegam. Por exemplo, você planta cenouras e chega ao seu jardim alguns Bunnycombs, que depois de um tempo são caçados por Pretztails que brutalmente quebram os pobres Bunnycombs para comer os doces de dentro deles, traumatizando a criança jogando para sempre.
Ainda que a idéia seja simples o jogo é bem mais profundo do que parece.

Pocket Paradise tenta trazer a mesma experiencia de Viva Piñata para os portáteis, mantendo o conteúdo (inclusive adicionando alguma Piñatas a mais), adequando os gráficos ao hardware do DS e usando a tela de toque que o hardware do DS proporciona.
Se cumprir essa promessa, Viva Piñata: Pocket Paradise tem tudo para ser um ótimo jogo.

Lançamentos de Jogos da Semana – 31/08 ~ 06/09

Games quarta-feira, 03 de setembro de 2008 – 3 comentários

Mercenaries 2: World in Flames (PC, Playstation 2, Playstation 3, Xbox 360)
O negócio aqui é destruição. Simples e pura. Em Mercenaries 2 você pode destruir praticamente tudo, e se você gosta de explosões o jogo é perfeito.
Mas tem seus (muitos) defeitos. A história é um tanto quanto simples, o jogo tem diversos bugs de inteligência artificial e escolhas de design estranhas, como quedas ridículas tirando vida e tanques que podem bater em carros e não recebem danos mas recebem danos ao bater em hidrantes. Fora que os inimigos sempre falam as mesmas frases automáticas durante o jogo inteiro, irritante.
Não que o jogo não seja divertido; para cada bug que você encontra, sempre tem algo para ser explodido. Um bom jogo, mas infelizmente sem polimento.
Ignore a versão de Playstation 2, ela foi horrivelmente mal feita e tem gráfico pior que o jogo anterior.

Viva Piñata: Trouble in Paradise (Xbox 360)
Viva Piñata: Trouble in Paradise é a continuação de Viva Piñata. Neste jogo extremamente tanga da Rare, você é um jardineiro novato com um pequeno pedaço de terra. Conforme você melhora o seu jardim, Piñatas (animais fofos, coloridos e com doce dentro) chegam. Por exemplo, você planta cenouras e chega ao seu jardim alguns Bunnycombs, que depois de um tempo são caçados por Pretztails que brutalmente quebram os pobres Bunnycombs para comer os doces de dentro deles, traumatizando a criança jogando para sempre.
Ainda que a idéia seja simples o jogo é bem mais profundo do que parece.
Nessa nova versão da Rare você pode sequestrar piñatas do deserto ou do gelo para o seu jardim, indo para essas regiões e colocando armadilhas. Ainda que você não possa criar jardins nessas regiões, você com o tempo tem acesso a gelo e areia para criar habitats para suas piñatas capituradas. Também foi adicionado um modo multiplayer, tanto local quanto online.
Trouble in Paradise é apenas mais do mesmo, se você é um tanga que gostou do primeiro mas sentiu falta de um modo online ou quer jogar com novas piñatas o jogo está ai, se não sentiu falta disso o jogo é simplesmente o mesmo.

Também nessa semana: Guitar Praise.

E semana que vem a espera acaba, finalmente chega Spore.

Lançamentos de Jogos da Semana – 24/08 ~ 30/08

Games terça-feira, 26 de agosto de 2008 – 8 comentários

Alguém me explica qual o critério adotado para publicar jogos? Esse semana está cheia de lançamentos, com gosto de J-RPG (RPG japonês) para Xbox 360 com Infinite Undiscovery e Tales of Vesperia, já o Playstation 3 recebe o extremamente hardcore Disgaea 3. O DS começa já o que pode ser um ótimo mês com Harvest Moon: Island of Hapiness.

Nota: N+ debizou semana passada, mas deve chegar essa semana.

Disgaea 3: Absence of Justice (Playstation 3)
A ótima série Disgaea chega ao seu terceiro título. Disgaea é uma série de RPG de estratégia voltado para o público hardcore, com níveis indo a 9999 (chefes em níveis muito menores, sendo o chefe opcional de nível mais alto do segundo jogo tendo nível 5000) e marcado por um ótimo humor.
Disgaea 3 segue a tradição de desonrar o hardware em que está com gráficos que você diria que rodam no Playstation 2 (assim como os dois primeiros você diria que rodam no Playstation), ainda que os efeitos dos ataques sejam mais complexos. O cenário é em 3D e os personagens em 2D.
O personagem central agora é Mao, o mais honrado estudante da Evil Academy, a escola onde os demônios mais maus, preguiçosos e rudes são recompensados. Mao é o filho do diretor e quer derrota-lo para assumir o seu título de Overlord, então ele resolve ser tornar um herói para atingir seu objetivo.
O gameplay está com ainda mais opções, por exemplo: além de empilhar personagens em torres, o ataque das torres ficou bem diferente e mais forte, recomendo ver o vídeo abaixo para ver bem mais sobre.
Batalhas fantásticas, diálogos hilarios, gráfico simples e personagens marcantes, é disso que se trata a série e essa versão está cheia disso.

Harvest Moon: Island of Hapiness (Nintendo DS)
Harvest Moon, pai dos jogos hentai, está de volta! Se você nunca jogou Harvest Moon você não teve infância, ou um Playstation. Harvest Moon é uma série em que você é um fazendeiro, véi, e depois de plantar mandioca você sai pela cidade catar menininhas (ou seria o contrário?). Ainda que o jogo não tenha beijos. E seja infantil.
Em Harvest Moon: Island of Hapiness você é um náufrago que acaba chegando em uma ilha. Conforme você melhora sua fazenda e cidade outros sobreviventes e desbravadores vão se juntando à sua cidade. Como sempre você pode também namorar seis garotas (ou garotos, caso você seja mulher, ou tanga).
A Natsume promete que o jogo voltou às origens e que deve agradar os fãs da série. Porém alguns disseram que o jogo é bugado e pior que Rune Factory.
Resta torcer.

Infinite Undiscovery (Xbox 360)
Dos criadores da série Star Ocean a Square Enix traz Infinite Undiscovery, seu novo Action RPG exclusivo para o Xbox 360. O mundo de Infinite Undiscovery está com vários problemas naturais depois que a Order of the Chains prende fisicamente a lua a um ponto fixo como parte do plano de seu líder se tornar um deus. No meio do caos surge Sigmund, um jovem garoto que rapidamente é adorado pelo povo e se torna líder da resistência. Esse não é o personagem principal, e sim Capell é fisicamente parecido com Sigmund e acaba preso pela ordem por engano.
Como é de se esperar da Square Enix, os gráficos estão ótimos (ainda que reportado queda de frame rate em alguns momentos do combate) e a história parece bastante promissora. O sistema de combate é simples porém bem feito, evitando que os combates se tornem mundanos.
Ainda que eu não acredite que seja um título a se tornar lendário, Infinite Undiscovery merece atenção.

Tales of Vesperia (Xbox 360)
Mais um título da série Tales, Tales of Vesperia chega exclusivo para o Xbox 360. Os gráficos tem uma aparência de ilustrações e ainda que não tenham tantos detalhes são bonitos. O sistema de batalha segue o mesmo raciocínio do resto da série, ou seja, entra na batalha e luta em tempo real, às vezes parecendo mais um jogo de luta que um RPG.
História um pouco clichê, mas o seu papel real ali é servir de fundo para os desenvolvimento dos personagens, que são bem feitos e marcantes.
Com mais de 60 horas de jogo, Tales of Vesperia é um ótimo título da série que chega a 10 anos no ocidente.

Também essa semana:
Mario Super Sluggers (Wii): Mais um jogo de esporte do Mario, dessa vez baseball.
MLB Power Pros 2008 (Nintendo DS): Um ótimo jogo de Baseball. Se você gostar de baseball….
From the Abyss (Nintendo DS): Mais um Dungeon Crawler Genérico.
Digimon World Championship (Nintendo DS): Mais um jogo meh de uma franquia que já está fraca.
Tiger Woods PGA Tour 09 (Playstation 2, Playstation 3, PSP, Wii, Xbox 360): Mais um jogo da EA Sports com ano no nome. Pelo menos fizeram um vídeo muito legal.
The Sims 2 Apartment Life (PC): The Sims. Precisa falar mais algo?
The Sims 2 Apartment Pets (Nintendo DS): The Sims em um portátil, precisa falar algo?

Lançamentos de Jogos da Semana – 17/08 ~ 23/08

Games quarta-feira, 20 de agosto de 2008 – 0 comentários

Too Human (Xbox 360)
Too Human é um título que está em anunciado há dez anos e, depois de tanta espera, ele chega decepcionando muitos. Too Human é uma mistura entre ficção científica e mitologia nórdica, neste mundo você toma o papel de Baldur, um dos deuses que decidem ajudar os humanos em uma guerra contra as máquinas. A história é bem interessante, tem seus pontos fortes, a dublagem e o som também estão muitos bons.
O jogo conta com um sistema de combate interessante que usa ambos analógicos do controle para a batalha, ocupando os dois analógicos o jogo tira o controle do jogador sobre a câmera, que acaba sendo um tanto quanto fraca, com momentos do jogo que ela simplesmente não sabe o que fazer e fica girando.
O sistema de classes é bem interessante, sendo que cada classe é uma maneira completamente diferente de jogar, mas esse sistema tem suas fraquezas. Vários poderes das classes claramente são para jogar em um grupo de pessoas, porém o único modo multiplayer é um multiplayer cooperativo offline de duas pessoas, nem utilizando todos os controles. Classes como Bioengineer, que tem poderes de cura, se tornam simplesmente inúteis.
Outro problema grave do jogo é que ele não dá uma sensação de conquista ou vitória. Toda vez que você ganha um nível todos os inimigos do jogo são escalados para este nível, ficando mais fortes, o que torna subir de nível inútil. Quando você morre uma valkaria desce dos céus e te revive no exato mesmo lugar sem nenhum tipo de penalidade, a morte nesse jogo não influi em nada.
Para quem gosta de jogos de loot, como Diablo, você estará bem servido em Too Human que tem um número enorme de itens a serem encontrados.
Considerando o tempo de desenvolvimento e a expectativa em cima de Too Human, ele é um título de primeira linha porém extremamente mediano. Serve para distrair enquanto nada mais forte é lançado.

Commando: Steel Disaster (Nintendo DS)
Viciados em Metal Slug e que conseguiram já enjoar do novo Metal Slug 7 japonês ou ainda está esperando a versão americana, esse semana lança Commando: Steel Disaster para alimentar o seu vício. Commando: Steel Disaster copia o estilo, gameplay e tem até o mesmo estilo de arte do Metal Slug.
Ainda que seja uma cópia descarada, o jogo parece ser interessante, principalmente para aqueles que nunca se cansam dos jogos de correr e atirar. Simplesmente finja que foi apenas uma homenagem e não uma cópia e divirta-se.

Lançamentos de Jogos da Semana – 10/08 ~ 16/08

Games terça-feira, 12 de agosto de 2008 – 6 comentários

Bangai-O Spirits (Nintendo DS)
Bangai-O Spirits é um jogo de tiro 2D seqüência de Bangai-O para Dreamcast.
Em Bangai-O Spirits você controla um robo por batalhas com quantidades monstruosas de projéteis em que você precisa rapidamente responder aos ataques. O jogo tem 160 níveis e um editor de níveis em que você transforma seus níveis criados em sons e pega níveis novos através do microfone do DS.
Embora bem recebido pela crítica, os fãs de Bangai-O de Dreamcast ficaram decepcionados com o jogo, porque os níveis são muito mais curtos que antes e o jogo fica na mesmice de começa a fase, solta varios tiros, vê coisas explodindo, repete.
Ainda assim, o jogo parece bastante interessante.

N+ (Nintendo DS)
A data de lançamento do N+ para Nintendo DS é meio incerta, deve ser entre essa semana e a próxima.
N+ é a versão de console de um popular jogo criado em flash chamado N. N+ é um jogo de plataforma visualmente muito simples e com poucos elementos compondo as níveis. Apesar dessa aparência simples, N+ possui mais de 300 níveis sempre muito criativos e absolutamente difíceis, que depois de te darem raiva do jogo acabam te deixando com sede para mais.
Além de um modo solo com 200 níveis, o jogo conta com um modo cooperativo com 100 níveis e um modo competitivo com 50 níveis. Você pode também criar seus próprios níveis e baixar níveis criados por outros usuários pela internet.
Difícil e viciante, vale a pena experimentar esse jogo. A versão para PC é gratuita (e com menos conteúdo) e você pode pegar no site oficial.

busca

confira

quem?

baconfrito