Recomendo: Vale Tudo – O som e a fúria de Tim Maia

Analfabetismo Funcional terça-feira, 11 de Maio de 2010
 Em matéria de porra-loquismo, o Tim era PhD!

Uma das minhas maiores paixões literárias são as biografias. E nesses tempos em que esse “gênero” está em moda e lotando as livrarias, estou feliz como pinto no lixo! Para mim, o motivo do fascínio que as biografias geram é o seguinte: Nenhuma mente, por mais genial que seja, consegue criar um ficção tão boa quanto a vida real. Sobre isso tenho que citar uma excelente observação de Tom Clancy (Sim, o mesmo que dá nome aos jogos):

Qual a diferença entre a realidade e a ficção? A ficção tem de fazer sentido.

Lógico que isso não é suficiente para que toda biografia seja boa. Mas, digo com orgulho que o Brasil tem uma tradição de grandes biógrafos – notadamente Ruy Castro e Fernando Morais -, além de ter uma imensa quantidade de personagens interessantíssimos, passíveis de terem suas vidas escancaradas e sua privacidade jogada de lado, para o deleite dos leitores curiosos.

Dito isto, vamos ao livro: Vale Tudo – O som e a fúria de Tim Maia de Nelson Motta. O biografado dispensa apresentações. Nas últimas décadas, foi figura constante na mídia, parte por seu talento, outra parte pelas polêmicas que protagonizava. A propósito, o Harry fez um excelente post sobre o gordão (Vide GRANDE Tim), onde ele narra alguns de seus causos e cita algumas de suas pérolas como:

Fiz uma dieta rigorosa, cortei álcool, gorduras e açúcar. Em duas semanas perdi 14 dias.

A obra não só é feita de pérolas. É um belo documentário sobre a MPB, além de retratar a história de vida singular desse grande músico. Pra quem não sabe, o cara tinha uma banda com Erasmo e Roberto Carlos. A propósito, foi ele quem os ensinou a tocar violão. Depois foi pros Estados Unidos com 15 anos, sem um tostão no bolso e sem saber falar um “ai” de inglês. Voltou ao Brasil deportado, depois de ter conhecido várias prisões gringas.

Em seguida, vemos a ascensão profissional do “Reclamador Maia” e até os fatos e circunstâncias que o motivaram a escrever vários de seus sucessos. A história é fabulosa, muito bem pesquisada e escrita por Nelson Motta que, além de amigo pessoal de Tim, foi testemunha ocular de vários dos fatos relatados. Recomendo aos fãs de música, fãs de MPB, fãs do Tim e apaixonados por livros.

Vale Tudo – O som e a fúria de Tim Maia (Nelson Motta)


*Vale Tudo – O som e a fúria de Tim Maia*
Ano de Edição: 2007
Autor: Nelson Motta
Número de Páginas: 392
Editora: Objetiva

Leia mais em: , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Nunca li o livro, mas que o Tim é foda ngm tem dúvida. E a melhor e mais louca fase dele (a Racional) foi justamente quando ele parou de usar drogas.

  • Luis

    esse livro é otimo e pra melhor entendimento é bom ler tambem Noites Tropicais do Nelson tambem que é quase uma continuação de Vale Tudo, ou seria o contrario?

    o importante é que um completa o outro.

    Outra biografia que curto é a Casa dos Budas Ditosos

  • Luis

    Li recentemente. Sensacional! Tanto pelo ritmo do texto (méritos ao Nelson Motta), quanto pelo conteúdo (louvores à figuraça que era o Tim).

    “Mas que ficcionista seria capaz de criar um personagem como Tim Maia? E quem acreditaria?”

busca

confira

quem?

baconfrito