Proibido para maiores de 1995

Cinema segunda-feira, 17 de Março de 2014

BooOOOOOOOoooooOOooom diiiiiiiiiiaaaa gente bonita! Como vãos os senhoritos e senhoritas? Aproveitando que fiquei sem internet nesses últimos dias, aproveitei para rever alguns dos clássicos da Disney. Sim, eu tenho 12 anos e sou a Aline. E poxa que coxa, façamos um post sobre como antigamente as coisas eram muito mais legais.


Além de A Pequena Sereia, entram na lista também O Cão e a Raposa, Robin Hood, Tarzan, Tigrão, O Filme (Sim, o do Ursinho Puff), Mulan e, claro, O Rei Leão… E sim, todos já sabemos que é triste o Mufasa morrer, mas já faz quase 20 anos, superem isso. A questão é que reassisti a coisa toda, lembrei de uns trechos que já tinha esquecido, dei risada das mesmas coisas que ria há anos e me dei conta de como era um troço muito menos… Mercenários.

Claro que eu não penso que tudo era muito legal, bonito, heroico e inocente em plena década de 40 60 70 90, mas era uma abordagem diferente. A Disney vinha fazendo filmes desde o final da década de 30, com Branca de Neve, com um máximo de quatro anos entre eles, e bem, vocês sabem como é a Disney: Histórias bonitinhas e com finais felizes, várias e várias músicas, piadas inocentes e mensagens subliminares uma “moral da história”.

 Ou quase.

Se é pra botar um nome só na fogueira, este nome é Bob Iger. O atual presidente, chefe executivo, presidente administrativo e diretor de operações da porra toda é, basicamente, o culpado por tudo que a Disney é e o que deixou de ser. Esse cara comprou Os Muppets, a Marvel e Star Wars. Esse cara praticamente matou todos os NOVE estúdios de animação, animação em 3D, estúdios de música e teatro. E foi esse cara que permitiu que acabassem com Zapping Zone pra criarem o ainda mais estúpido, burro e insuportável The U-Mix Show. Ele não foi diretamente responsável pelo fim da Fox Kids, mas já tava no barco, e a merda do Disney XD é coisa dele.

Caso não esteja claro, vou explicar num parágrafo à parte: A Disney não faz mais o que faz de melhor – animações clássicas – por decisão dele. Pelo contrário, temos várias e várias animações em 3D cada vez mais genéricas, tanto por parte da Disney quanto pela Pixar, feitas pra ganhar prêmios e lotar redes sociais com gifs. Sim, é isso mesmo, cês deviam prestar mais atenção na DreamWorks… Mesmo tendo de tolerar mais TRÊS Kung Fu Panda.

 Relaxaram? Tão mais tranquilos agora? Então continuemos.

E esse é o grande ponto: A desistência das animações por parte da empresa que praticamente fundou a porra toda. Não teria problema se o trabalho atual estivesse à altura, mas não está. Detona Ralph é legal, mas não te diverte que nem o Capitão Gancho ou o Iago de Alladin (O papagaio, seu burro). Frozen virou uma febre foda mas é muito melhor assistir O Corcunda de Notre Dame ou Avatar Pocahontas. Me diz o que a Disney fez nos últimos anos que se compara à Hércules. O Galinho Chicken Little? Bolt? Dou um tiro na minha própria cara se alguém disser Enrolados.

 Ou vocês acham que este é o melhor desenho dos últimos anos à toa?

Há de se admitir que as últimas animações tradicionais também não foram tão bem. Planeta do Tesouro é bem meia boca (Mas o jogo de PS1 é maneiro), Irmão Urso é legal mas ninguém liga muito e A Princesa e o Sapo é um bom exemplo de um filme subestimado porém ainda assim subaproveitado. Porra, Nova Orleans, jazz, macumba… Porra, foda-se que a piranha é suja negra, aproveita a chance e faz um troço foda. E aposto que cê nem sabia que saiu O Ursinho Pooh (Essa mania de merda de mudar o nome dos personagens), um filme finalmente reunindo os três livros clássicos. Aí eu reclamo dessas merdas e é porque eu sou racista velho.

E vou confessar aos senhores: Este post devia ser completamente diferente. Saca quando cê acha que gostou de alguma coisa, começa a falar sobre o quão maneira ela é e, na metade do caminho, se dá conta de que a coisa é uma merda gigantesca? Então. A Fox Kids eu aguentei. High School Musical eu aguentei. Aguentei também a Demi Lovato, a Selena Gomes, os Jonas Brothers, o Zack e o Cody, Hanna Montana, o fim da LucasArts e até mesmo a Alice do Tim Burton, mas ver parte da minha infância ser assassinada assim é demais. E eu sei que isso soa babaca e clichê, mas ei, é da Disney que estamos falando.

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito