Novidades sobre o novo Jurassic Park

Cinema sexta-feira, 30 de Maio de 2014

Então, caso você não sabia, foi confirmado o novo Jurassic Park, e o filme já está em produção. O filme se chamará Jurassic World e provavelmente terá um subtítulo idiota aqui no Brasil, mas o que importa é que a série está de volta, depois de quase 15 anos desde o último filme. E não só é um dos meus livros favoritos, como uma das séries que eu mais assisti na vida.

Se você procurar na internet, verá que não tem muito tempo que sairam vários spoilers sobre o filme e várias coisas já foram divulgadas (Ou ao menos seus rumores foram) e bem, nada mais justo, já que a gente espera esse troço há tanto tempo quanto espera a sex tape da Sandy que vai ter filho agora e vai embarangar. Esse é outro filme que vou prometer ver o mais rápido possível mas, quando estrear, vou ver as resenhas e deixar pra lá… Espero que não, mas melhor manter as expectativas baixas.

Pois bem, o diretor do filme, Colin Trevorrow (Não, nada de Spielberg) resolveu então dar uma palavra sobre essas coisas, e falou com os caras do SlashFilm (Nome tosco da porra). Já aviso: TEM SPOILER NESSA MERDA, não vem chorar depois.

Ele disse que foi mancada terem vazado os spoilers porque blábláblá surpresa blábláblá estragar a experiência blábláblá quando eu era criança não tinha internet. Ele também confirmou que SIM, HÁ UM NOVO PARQUE FUNCIONAL na Isla Nublar. NÃO, NÃO É SAFADEZA: Os filmes anteriores continuam valendo, mas, na história, e daí que uma galera morreu? SÃO DINOSSAUROS, VÉI. E porra, ele tá certo!!!!!! Eu pagaria pra ver essa merda, com ou sem morte no local!!!!!!

Esse quarto filme se passará 22 anos após o primeiro, mas não se sabe ainda se o filme se passará nos dias atuais ou no futuro: Ainda assim, o primeiro filme foi há quase vinte e um anos, e o livro é três anos mais velho que isso. A ideia do filme, segundo o diretor, é que as pessoas já se acostumaram com a (Re)existência dos dinossauros, e mesmo após toda a merda, já confiam na tecnologia e nos recursos do parque. O diretor disse ainda que eles estão trabalhando na relação dinossauro-pessoas, que acabará em morte, como todos sabemos, mas que não é uma questão de dinossauro bom e dinossauro mal, mas simplesmente predador e presa.

Agora vem a parte que mais me preocupa: Haverá um dinossauro completamente novo, literalmente criado através da genética pelo parque. Muito provavelmente será o “personagem principal”, mas isso não foi confirmado… E depois, T-Rex forever S2, tem mais é que apelar pra ter algo à altura. O diretor disse que sabe que isso vai deixar os fãs com o pé atrás (E ele acertou), mas “não estamos fazendo nada que o Michael Crichton não pensou” e que “os geneticistas foram para o próximo nível”. No livro, essa de “próximo nível” é justamente um dos grandes problemas, que inclusive rende uma cena foda pra caralho com os raptores. E sim, eles estarão nesse filme também.

O diretor termina com aquela velha lenga-lenga de “estamos fazendo algo novo e nunca visto antes” e que quem reclamar vai ser só um velho chato, vocês já sabem disso tudo. Ele também diz que a Universal deu à ele e à equipe uma grande liberdade pra fazer esse filme, e isso ou se prova algo excelente ou uma merda, é esperar qual das duas.

O filme estreia nas gringas dia 11 de junho de 2015 (Ou ao menos essa é a previsão) e vai ter no elenco a musa do Shyamalan, Bryce Dallas Howard e o cara de Guardiões da Galáxia (Chris Pratt, segundo o Google) nos papéis principais, além de Jake Johnson (Um dos caras de New Girl), Nick Robinson (Fedelho com cara de fedelho), Ty Simpkins (A outra criança irritante… E que porra de nome é Ty afinal de contas?), BD Wong (Que você já viu mas não sabe quem é) e Irrfan Khan (Idem ao parênteses anterior). Mas foda-se, quem vai no cinema pra ver as pessoas e não os dinossauros? NÃO, PERA: Há a necessidade absolutamente importante de haver ao menos uma participação do Sam Neill, da Laura Dern e do Jeff Goldblum nesse filme. Simples assim: Eles TEM de estar lá.

Mas e quanto ao filme? Então, ao menos pela entrevista do diretor, este me passou bastante segurança no que falou, ainda que tenha ficado de frescura pra uma coisa ou outra. A verdade é que há tanto tempo que vejo (Vemos) algum spoiler/primeiros minutos/exibição especial ou qualquer outra merda do tipo e, após ver é sempre uma decepção: O caso mais recente foi o Godzilla, e eu sequer assisti o filme ainda. Eu sequer levo em consideração a opinião do Walwal, mas não foi só ele que apontou o mesmo problema que comentei no texto… É frustrante. E o Colin Trevorrow não se saiu mal nessa entrevista. Eu não estou 100% (Que 2005 isso), mas ainda estou levando fé no filme (E tentando ver o mínimo possível sobre ele até assisti-lo).

 Ok, essa fuça de hipster me abalou um pouquinho.

Mas chega, o troço sai só ano que vem, e não adianta falar muito mais, afinal, tudo pode mudar até lá. Eu não dou o mínimo de importância pra Bryce Dallas, mesmo ela sendo maneira, e cago foda pro outro cara lá… Aliás, eu provavelmente sou uma das poucas pessoas que não está ligando a mínima pra Guardiões da Galáxia e a tinta guache na Zoë Saldaña. “É esperar pra ver” e torcer pro diretor conseguir fazer metade do que ele prometeu… Nunca vai ser tão incrível quanto o primeiro, mas quantos filmes são? E é isso, boa noite, boa sorte e comam suas verduras.

Leia mais em: , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito